Questões na prática

Clínica Médica

Cardiologia

Você, médico, está andando na praia e encontra uma criança de, aproximadamente, 5 anos, desacordada na beira do mar. Ela está cianótica, respiração agônica, secreção abundante em boca, sem pulsos. Olha ao redor e percebe que está sozinho. No caso descrito você encontrou um colega seu que estava por perto e que o ajudou até o SAMU chegar. O médico da equipe do SAMU não conseguiu entubar o paciente e usou uma máscara laríngea. O paciente continuou sem pulso e em parada cardíaca; mesmo após as ventilações e compressões torácicas conseguiram um acesso intraósseo (IO) para a administração de medicação. Responda, respectivamente: qual a relação compressão/ ventilação usada por você e seu colega; a relação compressão/ventilação utilizada com o paciente, usando a máscara laríngea, qual a droga de primeira escolha a ser utilizada e a dose pela via IO?

A
30:2; 30:2; adrenalina 0,1 mg/kg/dose.
B
30:2; assincrônicas; atropina 1 mg/dose.
C
30:2; compressões ininterruptas c/ 8 a 10 ventilações por minuto; adrenalina 0,1 mg/kg/ dose.
D
15:2; compressões ininterruptas c/ 8 a 10 ventilações por minuto; adrenalina 0,01 mg/kg/ dose.
E
5:1; compressões ininterruptas c/ 8 a 10 ventilações por minuto; adrenalina 0,01 mg/kg/ dose.
Na febre Reumática, assinale a alternativa verdadeira:
No diagnóstico diferencial entre a diarreia por rotavirus e por outras etiologias infecciosas, é correto afirmar que:
Um motorista, 55 anos, sofre uma colisão frontal. À admissão na Unidade de Emergências, sua pressão arterial sistólica é de 85 mmHg, caindo para 55 mmHg durante a inspiração. ECG mostra alternância elétrica do complexo QRS. Qual a conduta terapêutica mais efetiva?
Em relação à insuficiência Renal Aguda NÃO podemos afirmar:
Compartilhar