Clínica Médica

Residência de clínica médica: quais provas fazer e o que estudar para ser aprovado?

Residência de clínica médica: quais provas fazer e o que estudar para ser aprovado?

Compartilhar
Imagem de perfil de Sanar Residência Médica

Tudo o que você precisa saber para ser aprovado na residência de clínica médica!

A residência em Clínica Médica é uma das mais concorridas, sendo a especialidade com maior área de atuação dentro da medicina. O clínico poderá atuar em consultórios, ambulatórios ou plantões, em instituições públicas e privadas. Além disso, a clínica médica é pré-requisito para diversas especialidades clínicas.

Por estar entre as mais procuradas entre as especialidades médicas, é necessário conhecer essa especialidade antes de escolhê-la. Pensando nisso, a Sanar vai te trouxe os melhores lugares para fazer residência e todas as dicas necessárias para você ser aprovado! 

Como funciona a residência de clínica médica?

A residência em Clínica Médica é de acesso direto, sem pré-requisitos. Com duração de dois anos e carga horária de 60 horas semanais, o médico residente irá ter atividades: 

  • Ambulatoriais
  • Na emergência
  • Hospitalares
  • Rodízio em especialidades
  • Atividades acadêmicas e de pesquisa

Anualmente são ofertadas cerca de 3.200 vagas de residência para esta especialidade médica, sendo o programa que tem o maior número de vagas no Brasil. Isso ocorre porque a clínica médica é  pré-requisito para todas as subespecialidades da área clínicas, com exceção de Dermatologia e Neurologia, que são de acesso direto.

No geral, a residência é dividida em duas etapas, em que o residente tem as seguintes funções: 

  • Primeiro ano:  fazer anamnese, exames clínicos gerais e específicos, desenvolver diagnósticos, interpretar exames e desenvolver condutas
  • Segundo ano: contato mais direto com os pacientes, realizando diversos atendimento, mas sempre supervisionado por um preceptor.

Quais as subespecialidades que exigem a clínica médica como pré-requisito? 

Para se subespecializar nas seguintes especialidades é preciso ter a residência em clínica médica como pré-requisito: 

  • Oncologia
  • Cardiologia
  • Endocrinologia 
  • Pneumologia
  • Gastroenterologia 
  • Pneumologia 
  • Nefrologia 
  • Hematologia
  • Nutrologia
  • Medicina intensiva
  • Reumatologia

Quais as melhores residências de clínica médica? 

A escolha da residência médica é uma etapa fundamental e individual na formação do médico. É necessário que o médico procure bem as instituições que oferecem a especialidade escolhida.

Definir quais as melhores residências em clínica médica é uma tarefa difícil, uma vez que não há metodologia única que as compare e análise. Desse forma, listamos algumas instituições com boas referências: 

Residência de clínica médica na UNICAMP

A Unicamp é uma das mais reconhecidas instituições de ensino do país e a especialidade de clínica médica é a que conta mais vagas no processo seletivo, cerca de 34. É uma instituição que tem um complexo hospitalar de alta qualidade, em que os residentes podem colocar os conhecimentos em prática.

Durante a residência em clínica médica, que tem duração de 2 anos na UNICAMP, os residentes rodam em diversos serviços durante o R1 e R2. 

A prova de residência

A prova da Unicamp é conhecida por ser uma prova que busca avaliar o raciocínio clínico do médico. Dessa forma, na avaliação teórica os candidatos devem se preparar para estudar conteúdos das cinco grandes áreas da medicina: Cirurgia, Clínica Médica, Ginecologia e Obstetrícia, Pediatria e Preventiva. Dentre os assuntos que mais caem estão: 

  • Cirurgia: ATLS, queimadura e dissecção da aorta 
  • Clínica médica: intoxicações exógenas, bradicardia e taquicardia e hipertensão arterial
  • Ginecologia e Obstetrícia: Parto, assistência pré-natal, anticoncepção e prematuridade 
  • Pediatria: emergências pediátricas, gastrocirurgia pediátrica e diarreia
  • Preventiva: princípios do SUS, conceitos da atenção primária, e ética médica 

A segunda fase da prova consiste em uma prova prática, que tem peso 0,4, sendo pontuada de 0 a 10. Essa prova é composta por cinco estações de habilidades (uma em cada grande área). A última etapa é uma entrevista e tem peso de 0,1. 

Questões comentadas da prova de residência

Aproveite para praticar algumas questões de clínica médica na prova da UNICAMP de 2022. 

Questão 1

Mulher, 74a, veio ao Pronto Atendimento acompanhada pelo marido, que relatou que a paciente perdeu subitamente a consciência há três horas, quando ambos estavam assistindo televisão no sofá. O episódio durou dois minutos, e ela recobrou totalmente a consciência. No momento, a paciente está consciente, orientada, e relata apenas desconforto epigástrico leve. Antecedentes pessoais: hipertensão arterial, dislipidemia e diabetes mellitus. Medicações em uso: losartana 25mg 12/12h, AAS 100mg/dia, metformina 850mg 3 vezes ao dia. Exame físico: PA= 156×98 mmHg, FC= 102 bpm, FR= 22 irpm, T= 36,6˚C, glicemia capilar= 102mg/dL; descorada +/4+; ausculta cardíaca, pulmonar e exame do abdome sem alterações; membros inferiores: edema +/4+ simétrico. A CONDUTA INICIAL NO SETOR DE EMERGÊNCIA É:

  1. Administrar captopril 25mg sublingual.
  2. Fazer tomografia de crânio com contraste arterial e venoso.
  3. Realizar eletrocardiograma
  4. Realizar tomografia de tórax com contraste.

Comentário da questão:

Na avaliação inicial de todo paciente com síncope, devemos fazer uma ECG e avaliar a possibilidade de hipotensão postural (aferir PA deitado e em pé)

Questão 2

Homem, 45a, assintomático, procura Unidade Básica de Saúde por contato com paciente com diagnóstico de tuberculose. Radiograma de tórax: normal. Prova tuberculínica (PPD): 22 mm. A CONDUTA É:

  1. Iniciar profilaxia com isoniazida
  2. Iniciar rifampicina, pirazinamida, isoniazida e etambutol
  3. Realizar tomografia computadorizada de tórax
  4. Repetir radiograma de tórax em seis meses.

Comentário da questão:

Um dos principais aspectos dessa avaliação inicial após um contato é descartar tuberculose ativa. Para isso, deve-se realizar um Rx de tórax e fazer a avaliação clínica a respeito de sintomas. 

Como é a concorrência de clínica médica na UNICAMP? 

Em 2022, a concorrência foi de 24,03 (relação candidato/vaga) para a residência de clínica médica. 

Residência de clínica médica no SUS-BA

A seleção para residência médica do SUS-BA é um processo unificado que envolve 38 instituições localizadas em diversas cidades baianas, como Salvador, Feira de Santana e Vitória da Conquista. Dentre as especialidades mais concorridas está a clínica médica

Os principais hospitais que fazem parte do SUS-Ba são: :

  • Hospital português da Bahia
  • Hospital Santa Izabel

A residência tem duração de 2 anos e os residentes rodam em diversos serviços durante o R1 e R2, podendo se subespecilazar em alguma área clínica ao fim dessa residência. 

A prova de residência 

Os assunto mais abordados nas grandes áreas da prova de residência são: 

  • Clínica médica: intoxicações exógenas, nefropatia, pneumonia, vasculites, HIV.
  • Pediatria: PALS, bronquiolite, atendimento inicial ao recém-nascido, doenças infecciosas, doenças hematológicas, imunização e aleitamento
  • Ginecologia e obstetrícia: diagnóstico e tratamento de condições frequentes na gestação como doença hipertensiva, eclâmpsia e diabetes gestacional.
  • Preventiva: SUS, atenção primária à saúde e temas relacionados à epidemiologia
  • Cirurgia geral: atendimento ao politraumatizado, abdome agudo, complicações do pós-operatório, hérnias, doença diverticular dos cólons e megacólon chagásico

Questões comentadas da prova de residência

Aproveite para praticar algumas questões de clínica médica na prova do SUS-BA de 2022. 

Questão 1

Mulher, 40 anos de idade, procura pronto-atendimento queixando-se de dispneia, tosse com expectoração amarelada e febre, há 48 horas. Nega comorbidades ou tabagismo. Ao exame físico, apresenta-se em regular estado geral, com FR: 28irpm, PA: 120x70mmHg, FC: 90bpm, temperatura axilar 38,0ºC, SatO2: 94%. Ao exame torácico, macicez à percussão e murmúrios vesiculares abolidos nos dois terços inferiores de hemitórax direito, sem ruídos adventícios à ausculta. Radiografia de tórax evidenciou derrame pleural à direita. Com base nos dados do caso clínico, a conduta diagnóstica mais adequada, neste momento, é (SUS-BA, 2022):

  1. Não realizar procedimento invasivo, pois a presença de febre indica que o derrame é parapneumônico
  2. Realizar toracocentese para esvaziamento completo do derrame, visto que há infecção associada
  3. Puncionar na linha hemiescapular direita, na borda inferior do arco costal, logo abaixo do limite superior do derrame
  4. Realizar toracocentese diagnóstica para avaliar a etiologia do derrame

Comentário da questão:

Na suspeita de derrame pulmonar com sinais infecciosos, a toracocentese diagnóstica é obrigatória. Isso irá definir a necessidade de drenagem torácica. 

Questão 2

Mulher, 21 anos de idade, procura atendimento ambulatorial para investigação de diarreia crônica. Faz uso de anticoncepcional injetável. Ao exame, apresenta-se em bom estado geral, descorada +/4+. Realizados exames laboratoriais com Hb: 10,5g/dL, ferritina 25ng/mL, vitamina D 11ng/dL. Solicitada endoscopia digestiva alta, com achado de redução do pregueado mucoso em segunda porção duodenal. Diante do quadro clínico, com relação às alterações esperadas para confirmação do diagnóstico mais provável, é correto afirmar:

  1. As lesões acometem mais o íleo, mas podem ocorrer em todo o tubo digestivo
  2. Os anticorpos são úteis para o diagnóstico, sendo a biópsia gástrica o padrão-ouro
  3. A realização de uma colonoscopia é essencial para a avaliação, pois as alterações são mais frequentes no cólon
  4. No anatomopatológico, observa-se redução da relação vilo/cripta e infiltração de linfócitos na mucosa

Comentário da questão

Paciente jovem, com diarreia crônica + anemia. Os diagnósticos mais prevalentes são DII e Doença Celíaca. Porém a EDA mostra redução do pregueado mucoso no duodeno, sendo o diagnóstico mais provável a Doença Celíaca.

Como é a concorrência de clínica médica na UNICAMP? 

Em 2022, a concorrência foi de 3,23 (relação candidato/vaga) para a residência de clínica médica. 

Estude com a Sanar

Vai fazer prova(s) de residência médica? Se sim, não perca tempo e comece a se preparar para o processo seletivo. A Sanar oferece variados cursos de preparação super completos. Temos um plano de estudos focado para prova, flexível e compatível para qualquer plataforma. Clique aqui e venha conhecer nossos cursos.

Sugestão de leitura complementar