Síndrome da Criança Espancada: papel do médico frente à violência infantil| Colunistas

Derivada de diversos fatores e manifestada de diferentes formas, a violência cometida contra crianças é um problema de expressiva importância, não só na sociedade atual, mas ao longo de toda a história. Uma de suas manifestações foi denominada Síndrome da Criança Espancada, definida como aquela em que a criança é vítima de deliberado trauma físico não acidental provocado por uma ou mais pessoas responsáveis por seu cuidado. As consequências para a vítima são, em geral, muito danosas. Convergem para sequelas físicas e psíquicas, que impactam em seu convívio social e em seus comportamentos, devido o período de desenvolvimento neuropsicomotor no qual essa faixa etária se encontra. Entenda a importância do médico no combate a esse problema e como você deve proceder diante da suspeita de maus tratos identificada no contato com os pacientes. Violência infantil ao longo da história Em determinados momentos, houve legitimação e até legalização dos maus tratos infantis. No século XIII a.C., na civilização hebraica, vigorou uma lei que castigava filhos considerados rebeldes, com penas que poderiam chegar ao apedrejamento, a depender da decisão do conselho, que intervia quando os pais não conseguiam cumprir os atos instruídos. Já no império greco-romano, o infanticídio era comum contra crianças portadoras de deficiências ou, simplesmente, indesejadas e indisciplinadas. Além de parte dos instrumentos jurídicos, muitas crenças também retratam crianças como seres inferiores e relatam casos de violência: no catolicismo, Abraão quase sacrificou seu filho, no Gênesis; na mitologia grega, Crono, pai de Zeus, matou seus cinco primeiros filhos; no México, os nativos ofereciam a vida de crianças aos deuses em troca de uma boa colheita. Por sua vez, o teólogo Santo Agostinho difundia a ideia de que elas eram um símbolo da força

Camila de Maria Ferreira

5 minhá 74 dias

Médico Legista PC-RJ: editais sairão com datas das provas

Está acompanhando o processo do Concurso para Médico Legista PC-RJ? Temos uma nova atualização para você. Segundo o delegado Fernando Veloso, os editais do concurso irão sair com uma previsão para as datas das provas. De acordo com a fala do delegado, que já foi chefe da corporação, o edital não deve sair enquanto a Polícia Civil não tiver a previsão da data da prova. Assim, para ele, isso garante que o processo seja feito de forma adequada. Além disso, que não haja problemas no processo de seleção. Contudo, como ainda não há previsão para o fim do isolamento, os editais, que já estão prontos, seguem aguardando a liberação. Mas não se preocupe! O delegado continua prevendo que os editais sejam divulgados ainda este ano. Ainda, há a previsão de que a prova seja realizada, em média, 30 dias após sua divulgação. Você está procurando materiais completos para garantir sua vaga como Médico Legista sem pagar nada? Clica aqui! Editais Prontos No final de maio, de acordo com Marcus Braga, os seis editais para o Concurso PC-RJ estavam finalizados. Braga era, na época, secretário da Polícia Civil. De acordo com o servidor, a previsão era de que os editais fossem publicados no final de junho. Ainda, havia a expectativa de que o cargo de Médico Legista PC-RJ fosse um dos primeiros a serem divulgados. Quer saber mais sobre o edital do Concurso para Médico Legista PC-RJ? Clica aqui! Necessidade de Vagas Segundo o delegado Veloso, cerca de 500 profissionais se aposentam anualmente da Polícia Civil. Assim, essa movimentação, para o servidor, expõe a necessidade dos

Concursos Médicos

1 minhá 227 dias

Medicina Legal: Introdução à Traumatologia Forense | Ligas

Introdução: A Traumatologia ou, também chamada de, Lesonologia Médico-legal estuda as lesões e condições patológicas, imediatas ou tardias, geradas por violência sobre o corpo humano, nos seus aspectos do diagnóstico, do prognóstico e das suas consequências legais e socioeconômicas. É considerado um dos capítulos mais extensos e relevantes da Medicina Legal, constituindo cerca da metade das perícias realizadas nas instituições especializadas, sendo o maior interesse dessa área voltada, sobretudo para as causas penais, trabalhistas e civis. Além de tudo que já fora abordado, é válido ressaltar que a Traumatologia Forense trata-se também do estudo das diversas modalidades de energias causadoras desses danos. Ora, o contato com meio ambiental pode provocar ao homem as mais diferentes formas de lesões geradas por diversos tipos de energias. Essas energias são dividas em: Energias de ordem mecânica;Energias de ordem física;Energias de ordem química;Energias de ordem biodinâmica; OBS: Em alguns livros, existem mais tipos de energia que são um combinação entre essas 4 principais energias. (Quadro 1) Por ser apenas uma introdução, iremos focar apenas nas 3 primeiras energias por enquanto (energias de ordem mecânica, física, e química) através de textos e tabelas que apresentarão um apanhado geral desses agentes. Quadro 1: Tipos de energia Agentes mecânicos: Os meios mecânicos geradores do dano são: Arma propriamente dita: (punhais,revólveres, soqueiras)Armas eventuais: (faca, navalha, foice, facão, machado)Armas naturais: (punhos, pés, dentes)Diversos meios imagináveis: (máquinas, animais, veículos, quedas,explosões, precipitações). As lesões provocadas por ação mecânica no ser humano podem ter seus resultados externa ou internamente. Podem ter como repercussão o

Concurso para Médico Legista da PC-SP: 189 vagas

O Concurso da Polícia Civil do estado de São Paulo (PC-SP) foi autorizado pelo governo nesta terça-feira (04) e oferta mais de 180 vagas para Médico Legista! O despacho foi divulgado no Diário Oficial do Estado. Segundo ele, serão 2.939 vagas de nível superior. Elas terão salários que variam entre R$3.743,98 e R$9.888,07. Agora, caberá a Polícia Civil iniciar os preparativos da seleção e definir a banca organizadora. Nos últimos anos, a Fundação Vunesp vem sendo a responsável pela organização dos concursos da corporação. Por isso, deve ser a mais cotada para o processo. Médico Legista O Médico Legista trabalha na intersecção entre o direito e da medicina. Assim, ele tem como objetivo solucionar crimes sob a perspectiva de provas e vestígios no corpo humano. Para concorrer a vagas de Médico Legista é necessário ser formado em medicina e estar inscrito no Conselho Regional. Contudo, alguns editais dão pontuações extras para especializações, especialmente em Medicina do Trabalho, Ginecologia e Obstetrícia ou em Medicina Legal. Quer saber mais sobre a carreira do Médico Legista? Clica aqui! Concurso Médico Legista PC SP A autorização do governo foi direcionada para o preenchimento de 1.600 vagas de Escrivão, 900 de Investigador de Polícia, 250 de Delegado e 189 de Médico Legista para a PC-SP. As quatro carreiras contempladas neste certame tiveram concursos realizados nos últimos seis anos pela Vunesp. Assim, para o cargo de Médico Legista, a seleção feita em 2014 teve cinco etapas: Prova Objetiva de múltipla escolha, Prova de Aptidão Psicológica (PAP), Prova de Aptidão Física (PAF), Comprovação de idoneidade e conduta escorreita, e Prova

Concursos Médicos

1 minhá 598 dias
Filtrar conteúdos
Filtrar conteúdos
Áreas
Ciclos da medicina
Política de Privacidade. © Copyright, Todos os direitos reservados.