Ciclo Clínico

Vacinas: Resumo Completo com Mapa Mental

Vacinas: Resumo Completo com Mapa Mental

Compartilhar

Carreira Médica

9 minhá 700 dias

VACINA BCG (Bacillus De Calmette-Guérin)

  • Composição: bacilos vivos, a partir de cepas do Mycobacterium bovis atenuadas.
  • Via: intradérmica.
  • Esquema: dose única o mais precoce possível, preferencialmente nas primeiras 12 horas após o nascimento.
    • 2ª dose: para comunicantes domiciliares de hanseníase com intervalo de 6 meses entre as doses.
  • Indicação: prevenção de formas graves de tuberculose (miliar e meníngea).
  • Contraindicação:
    • Maiores de 5 anos portadores de HIV
    • Imunodeficiência congênita ou adquirida
    • Neoplasia maligna
    • Tratamento com corticoide em dose imunossupressora, quimioterapia ou radioterapia
    • Gestantes (exceto em alto risco de exposição)

 

VACINA HEPATITE B

  • Composição: antígeno recombinante de superfície AgHBs.
  • Via: intramuscular.
  • Esquema vacinal: 3 doses com intervalo de 30 dias entre a primeira e a segunda e 6 meses entre a primeira e terceira dose.
    • Recém nascidos devem receber a primeira dose nas primeiras 24 horas ou até 30 dias de vida.
    • A continuidade do esquema vacinal será com a vacina adsorvida difteria, tétano, pertussis, hepatite B e Haemophilus influenzae b (conjugada), nessa situação, o esquema corresponderá a 4 doses, para as crianças que iniciam esquema vacinal a partir de 1 mês de idade até 4 anos, 11 meses e 29 dias.
  • Contraindicação: reação anafilática após o recebimento de qualquer dose da vacina ou de seus componentes.

  

VACINA DIFTERIA, TÉTANO, PERTUSSIS, HEPATITE B E HAEMOPHILUS INFLUENZAE B – PENTA

  • Composição: toxoides purificados de difteria e tétano, suspensão celular inativada de Bordetella pertussis, antígeno de superfície da hepatite B e oligossacarídeos conjugados de Haemophilus influenzae b.
  • Via: intramuscular profunda.
  • Esquema vacinal: 3 doses – 2, 4 e 6 meses de idade com intervalo de 60 dias entre as doses.
    • Doses de reforço com a DTP (difteria, tétano e pertusis) aos 15 meses e 4 anos
  • Contraindicação:
    • Criança com quadro neurológico em atividade.
    • Quando após dose anterior de vacina a criança apresentar alterações neurológicas.
    • História de choque anafilático.

VACINA DIFTERIA, TÉTANO E PERTUSSIS (DTP)

  • Composição: combinação de toxoides purificados de difteria e tétano, suspensão celular inativada de Bordetella pertussis.
  • Via: intramuscular profunda.
  • Esquema vacinal: primeiro reforço aos 15 meses e segundo aos 4 anos. Idade máxima: 7 anos.
  • Contraindicação: as mesmas da vacina Pentavalente.

VACINA POLIOMIELITE INATIVADA 1,2 E 3 (VIP)

  • Composição: vacina é trivalente e contém os vírus da poliomielite dos tipos 1, 2 e 3, obtidos em cultura celular e inativados.
  • Via: intramuscular.
  • Esquema vacinal: Esta vacina integra o esquema sequencial com a vacina poliomielite 1, 2 e 3 (atenuada) (VOP): três doses, sendo duas doses da vacina VIP (aos 2 e 4 meses) e uma dose da VOP (aos 6 meses), com intervalo de 60 dias entre as doses e mínimo de 30 dias.
  • Contraindicação: reação anafilática aos componentes da vacina.

VACINA POLIOMIELITE ATENUADA 1,2 E 3 (VOP)

  • Composição: vacina é trivalente, ou seja, contém os três tipos de poliovírus 1, 2 e 3.
  • Via: oral
  • Esquema vacinal: esta vacina integra o esquema sequencial com a vacina VIP: três doses, sendo duas doses da vacina VIP (aos 2 e 4 meses) e uma dose da VOP (aos 6 meses), com intervalo de 60 dias entre as doses e mínimo de 30 dias. Administre duas doses de reforço com a VOP aos 15 meses e aos 4 anos de idade. Cada dose da vacina corresponde a duas gotas.
  • Contraindicação:
    • Imunodeficiência humoral ou mediada por células com neoplasias.
    • Uso de terapia imunossupressora.
    • Usuários que presentaram poliomielite paralítica associada à dose anterior desta mesma vacina.
    • Usuários que estejam em contato domiciliar com pessoas imunodeficientes suscetíveis.
    • Lactentes e crianças internados em UTI.

VACINA PNEUMOCÓCICA CONJUGADA 10 VALENTE (PNEUMO 10)

  • Composição: Vacina preparada a partir de polissacarídeos capsulares bacterianos purificados do Streptococcus pneumoniae (pneumococo), com 10 sorotipos de pneumococo.
  • Via: intramuscular profunda.
  • Esquema vacinal: A vacina deve ser administrada aos 2, 4 e 6 meses de idade, com intervalo de 60 dias entre as doses e mínimo de 30 dias, em menores de 1 ano de idade. O reforço deve ser feito entre 12 e 15 meses, com intervalo de 6 meses após o esquema básico.
  • Contraindicação: reações anafiláticas a doses anteriores.

VACINA ROTAVÍRUS HUMANO (ATENUADA) (VORH)

  • Composição: A vacina é constituída por um sorotipo do rotavírus humano atenuado da cepa.
  • Via: via oral
  • Esquema vacinal: duas doses, administradas aos 2 e 4 meses de idade. A primeira dose pode ser administrada a partir de 1 mês e 15 dias até 3 meses e 15 dias. A segunda dose pode ser administrada a partir de 3 meses e 15 dias até 7 meses e 29 dias. Intervalo mínimo de 30 dias entre as doses.
  • Contraindicação:
    • Histórico de invaginação intestinal ou com malformação congênita não corrigida do trato gastrointestinal.
    • Administração fora da faixa etária preconizada.

VACINA MENINGOCÓCICA C (CONJUGADA) (MENINGO C)

  • Composição: constituída por polissacarídeos capsulares purificados da Neisseria meningitidis do sorogrupo C.
  • Via: intramuscular
  • Esquema vacinal: duas doses, administradas aos 3 e 5 meses de idade, com intervalo de 60 dias entre as doses e mínimo de 30 dias. O reforço deve ser feito entre 12 e 15 meses. Em crianças entre 12 e 23 meses de idade sem comprovação vacinal ou com esquema incompleto, administrar uma única dose.
  • Contraindicação: reações anafiláticas a doses anteriores.

VACINA FEBRE AMARELA (ATENUADA) (FA)

  • Composição: vírus vivos atenuados da febre amarela.
  • Via: subcutânea
  • Esquema vacinal: uma dose a partir dos 9 meses de idade. Uma dose deve ser administrada a cada 10 anos.
  • Contraindicação:
    • Menores de 6 meses de idade;
    • Gestantes e aleitamento materno.
    • Imunodeprimido grave, independentemente do risco de exposição;
    • Portadores de doenças autoimunes.

VACINA SARAMPO, CAXUMBA, RUBÉOLA (TRÍPLICE VIRAL)

  • Composição: vírus vivos (atenuados) das cepas do vírus da rubéola, do sarampo e da caxumba.
  • Via: subcutânea
  • Esquema vacinal: duas doses:
    • 12 meses a 19 anos de idade: duas doses conforme a situação vacinal. A primeira dose (aos 12 meses de idade) deve ser com a vacina tríplice viral e a segunda dose (aos 15 meses de idade) deve ser com a vacina tetra viral, para as crianças que já tenham recebido a 1ª dose da vacina tríplice viral.
    • > 15 meses de idade não vacinadas: administrar a tríplice viral com o intervalo mínimo de 30 dias entre as doses.
    • 20 a 49 anos de idade: uma dose conforme a situação vacinal encontrada. Considerar vacinada a pessoa que comprovar uma dose de vacina com componente de sarampo, caxumba e rubéola ou sarampo e rubéola.
  • Contraindicação:
    • Anafilaxia
    • Gestação

HEPATITE A

  • Composição: antígeno do vírus da hepatite A.
  • Via: intramuscular
  • Esquema vacinal: uma dose aos 12 meses de idade na rotina de vacinação.
  • Contraindicação: reação anafilática a algum dos componentes.

VACINA SARAMPO, CAXUMBA, RUBÉOLA E VARICELA (ATENUADA) (TETRA VIRAL)

  • Composição: vírus vivos atenuados de cepas do sarampo, da caxumba, da rubéola e da varicela.
  • Via: subcutânea
  • Esquema vacinal: uma dose aos 15 meses de idade em crianças que tenham recebido a primeira dose da vacina tríplice viral.
  • Contraindicação:
    • Anafilaxia após dose anterior;
    • Usuários com imunodeficiência clínica ou laboratorial grave.


VACINA DIFTERIA E TÉTANO ADULTO – DT (DUPLA ADULTO)

  • Composição: associação dos toxoides diftérico e tetânico.
  • Via: intramuscular
  • Esquema vacinal: administrada nos maiores de 7 anos de idade para os reforços ou usuários com esquema incompleto ou não vacinados:
    • Esquema vacinal completo: uma dose a cada 10 anos;
    • Esquema incompleto: completar o esquema;
    • Sem comprovação vacinal: três doses.
    • Intervalo entre as doses é de 60 dias e após completar o esquema deve ser feito reforço a cada 10 anos.
  • Contraindicação: reação anafilática.

VACINA PAPILOMAVÍRUS HUMANO 6, 11, 16 E 18 (RECOMBINANTE) (HPV)

  • Composição: quadrivalente recombinante inativada, constituída por proteínas L1 do HPV tipos 6, 11, 16 e 18.
  • Via: intramuscular
  • Esquema vacinal:
    • 2 doses (0 e 6 meses) para meninas de 9 a 14 anos e meninos de 11 a 14 anos.
    • 3 doses (0, 2 e 6 meses): meninas e mulheres infectadas pelo HIV entre 9 e 26 anos.
  • Contraindicação: hipersensibilidade aos componentes da vacina e gestantes.

VACINA INFLUENZA

  • Composição: diferentes cepas do vírus Myxovirus influenzae inativados, fragmentados e purificados, cultivados em ovos embrionados de galinha
  • Via: intramuscular.
  • Esquema vacinal: administrada anualmente para grupos elegíveis.

  • Contraindicação:
    • Menores de 6 meses de idade;
    • Reação anafilática em dose anterior.

Anexo: Calendário Nacional de Vacinação 2018

MAPA MENTAL VACINAS:


Conheça o curso de Pediatria do Sanarflix!

Confira o vídeo:

REFERÊNCIAS

Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Departamento de Vigilância das Doenças Transmissíveis. Manual de Normas e Procedimentos para Vacinação. Brasília, 2014.
Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Departamento de Vigilância das Doenças Transmissíveis. Manual de vigilância epidemiológica de eventos adversos pós-vacinação. 3ª ed. Brasília, 2014.
Ministério da Saúde: Calendário de Vacinação 2018.
http://portalms.saude.gov.br/noticias/agencia-saude/45177-crianca-sem-cicatriz-vacinal-nao-precisa-revacinar-contra-tuberculose

Compartilhe com seus amigos:
Política de Privacidade. © Copyright, Todos os direitos reservados.