Ciclo Clínico

Vacinas: Resumo Completo com Mapa Mental

Vacinas: Resumo Completo com Mapa Mental

Compartilhar

Carreira Médica

11 min há 897 dias

Um resumo completo sobre as principais vacinas para você se preparar para os estudos. No final do artigo, confira um mapa mental completo!

Boa leitura!

Vacinas: Resumo completo

VACINA BCG (Bacillus De Calmette-Guérin)

  • Composição: bacilos vivos, a partir de cepas do Mycobacterium bovis atenuadas.
  • Via: intradérmica.
  • Esquema: dose única o mais precoce possível, preferencialmente nas primeiras 12 horas após o nascimento.
    • 2ª dose: para comunicantes domiciliares de hanseníase com intervalo de 6 meses entre as doses.
  • Indicação: prevenção de formas graves de tuberculose (miliar e meníngea).
  • Contraindicação:
    • Maiores de 5 anos portadores de HIV
    • Imunodeficiência congênita ou adquirida
    • Neoplasia maligna
    • Tratamento com corticoide em dose imunossupressora, quimioterapia ou radioterapia
    • Gestantes (exceto em alto risco de exposição)

 Imagem sobre vacinas resumo

VACINA HEPATITE B

  • Composição: antígeno recombinante de superfície AgHBs.
  • Via: intramuscular.
  • Esquema vacinal: 3 doses com intervalo de 30 dias entre a primeira e a segunda e 6 meses entre a primeira e terceira dose.
    • Recém nascidos devem receber a primeira dose nas primeiras 24 horas ou até 30 dias de vida.
    • A continuidade do esquema vacinal será com a vacina adsorvida difteria, tétano, pertussis, hepatite B e Haemophilus influenzae b (conjugada), nessa situação, o esquema corresponderá a 4 doses, para as crianças que iniciam esquema vacinal a partir de 1 mês de idade até 4 anos, 11 meses e 29 dias.
  • Contraindicação: reação anafilática após o recebimento de qualquer dose da vacina ou de seus componentes.

  Imagem sobre vacinas resumo

VACINA DIFTERIA, TÉTANO, PERTUSSIS, HEPATITE B E HAEMOPHILUS INFLUENZAE B – PENTA

  • Composição: toxoides purificados de difteria e tétano, suspensão celular inativada de Bordetella pertussis, antígeno de superfície da hepatite B e oligossacarídeos conjugados de Haemophilus influenzae b.
  • Via: intramuscular profunda.
  • Esquema vacinal: 3 doses – 2, 4 e 6 meses de idade com intervalo de 60 dias entre as doses.
    • Doses de reforço com a DTP (difteria, tétano e pertusis) aos 15 meses e 4 anos
  • Contraindicação:
    • Criança com quadro neurológico em atividade.
    • Quando após dose anterior de vacina a criança apresentar alterações neurológicas.
    • História de choque anafilático.

VACINA DIFTERIA, TÉTANO E PERTUSSIS (DTP)

  • Composição: combinação de toxoides purificados de difteria e tétano, suspensão celular inativada de Bordetella pertussis.
  • Via: intramuscular profunda.
  • Esquema vacinal: primeiro reforço aos 15 meses e segundo aos 4 anos. Idade máxima: 7 anos.
  • Contraindicação: as mesmas da vacina Pentavalente.

VACINA POLIOMIELITE INATIVADA 1,2 E 3 (VIP)

  • Composição: vacina é trivalente e contém os vírus da poliomielite dos tipos 1, 2 e 3, obtidos em cultura celular e inativados.
  • Via: intramuscular.
  • Esquema vacinal: Esta vacina integra o esquema sequencial com a vacina poliomielite 1, 2 e 3 (atenuada) (VOP): três doses, sendo duas doses da vacina VIP (aos 2 e 4 meses) e uma dose da VOP (aos 6 meses), com intervalo de 60 dias entre as doses e mínimo de 30 dias.
  • Contraindicação: reação anafilática aos componentes da vacina.

VACINA POLIOMIELITE ATENUADA 1,2 E 3 (VOP)

  • Composição: vacina é trivalente, ou seja, contém os três tipos de poliovírus 1, 2 e 3.
  • Via: oral
  • Esquema vacinal: esta vacina integra o esquema sequencial com a vacina VIP: três doses, sendo duas doses da vacina VIP (aos 2 e 4 meses) e uma dose da VOP (aos 6 meses), com intervalo de 60 dias entre as doses e mínimo de 30 dias. Administre duas doses de reforço com a VOP aos 15 meses e aos 4 anos de idade. Cada dose da vacina corresponde a duas gotas.
  • Contraindicação:
    • Imunodeficiência humoral ou mediada por células com neoplasias.
    • Uso de terapia imunossupressora.
    • Usuários que presentaram poliomielite paralítica associada à dose anterior desta mesma vacina.
    • Usuários que estejam em contato domiciliar com pessoas imunodeficientes suscetíveis.
    • Lactentes e crianças internados em UTI.

VACINA PNEUMOCÓCICA CONJUGADA 10 VALENTE (PNEUMO 10)

  • Composição: Vacina preparada a partir de polissacarídeos capsulares bacterianos purificados do Streptococcus pneumoniae (pneumococo), com 10 sorotipos de pneumococo.
  • Via: intramuscular profunda.
  • Esquema vacinal: A vacina deve ser administrada aos 2, 4 e 6 meses de idade, com intervalo de 60 dias entre as doses e mínimo de 30 dias, em menores de 1 ano de idade. O reforço deve ser feito entre 12 e 15 meses, com intervalo de 6 meses após o esquema básico.
  • Contraindicação: reações anafiláticas a doses anteriores.

VACINA ROTAVÍRUS HUMANO (ATENUADA) (VORH)

  • Composição: A vacina é constituída por um sorotipo do rotavírus humano atenuado da cepa.
  • Via: via oral
  • Esquema vacinal: duas doses, administradas aos 2 e 4 meses de idade. A primeira dose pode ser administrada a partir de 1 mês e 15 dias até 3 meses e 15 dias. A segunda dose pode ser administrada a partir de 3 meses e 15 dias até 7 meses e 29 dias. Intervalo mínimo de 30 dias entre as doses.
  • Contraindicação:
    • Histórico de invaginação intestinal ou com malformação congênita não corrigida do trato gastrointestinal.
    • Administração fora da faixa etária preconizada.

VACINA MENINGOCÓCICA C (CONJUGADA) (MENINGO C)

  • Composição: constituída por polissacarídeos capsulares purificados da Neisseria meningitidis do sorogrupo C.
  • Via: intramuscular
  • Esquema vacinal: duas doses, administradas aos 3 e 5 meses de idade, com intervalo de 60 dias entre as doses e mínimo de 30 dias. O reforço deve ser feito entre 12 e 15 meses. Em crianças entre 12 e 23 meses de idade sem comprovação vacinal ou com esquema incompleto, administrar uma única dose.
  • Contraindicação: reações anafiláticas a doses anteriores.

VACINA FEBRE AMARELA (ATENUADA) (FA)

  • Composição: vírus vivos atenuados da febre amarela.
  • Via: subcutânea
  • Esquema vacinal: uma dose a partir dos 9 meses de idade. Uma dose deve ser administrada a cada 10 anos.
  • Contraindicação:
    • Menores de 6 meses de idade;
    • Gestantes e aleitamento materno.
    • Imunodeprimido grave, independentemente do risco de exposição;
    • Portadores de doenças autoimunes.

Imagem sobre vacinas resumo

VACINA SARAMPO, CAXUMBA, RUBÉOLA (TRÍPLICE VIRAL)

  • Composição: vírus vivos (atenuados) das cepas do vírus da rubéola, do sarampo e da caxumba.
  • Via: subcutânea
  • Esquema vacinal: duas doses:
    • 12 meses a 19 anos de idade: duas doses conforme a situação vacinal. A primeira dose (aos 12 meses de idade) deve ser com a vacina tríplice viral e a segunda dose (aos 15 meses de idade) deve ser com a vacina tetra viral, para as crianças que já tenham recebido a 1ª dose da vacina tríplice viral.
    • > 15 meses de idade não vacinadas: administrar a tríplice viral com o intervalo mínimo de 30 dias entre as doses.
    • 20 a 49 anos de idade: uma dose conforme a situação vacinal encontrada. Considerar vacinada a pessoa que comprovar uma dose de vacina com componente de sarampo, caxumba e rubéola ou sarampo e rubéola.
  • Contraindicação:
    • Anafilaxia
    • Gestação

HEPATITE A

  • Composição: antígeno do vírus da hepatite A.
  • Via: intramuscular
  • Esquema vacinal: uma dose aos 12 meses de idade na rotina de vacinação.
  • Contraindicação: reação anafilática a algum dos componentes.

VACINA SARAMPO, CAXUMBA, RUBÉOLA E VARICELA (ATENUADA) (TETRA VIRAL)

  • Composição: vírus vivos atenuados de cepas do sarampo, da caxumba, da rubéola e da varicela.
  • Via: subcutânea
  • Esquema vacinal: uma dose aos 15 meses de idade em crianças que tenham recebido a primeira dose da vacina tríplice viral.
  • Contraindicação:
    • Anafilaxia após dose anterior;
    • Usuários com imunodeficiência clínica ou laboratorial grave.

Imagem sobre vacinas resumo
VACINA DIFTERIA E TÉTANO ADULTO – DT (DUPLA ADULTO)

  • Composição: associação dos toxoides diftérico e tetânico.
  • Via: intramuscular
  • Esquema vacinal: administrada nos maiores de 7 anos de idade para os reforços ou usuários com esquema incompleto ou não vacinados:
    • Esquema vacinal completo: uma dose a cada 10 anos;
    • Esquema incompleto: completar o esquema;
    • Sem comprovação vacinal: três doses.
    • Intervalo entre as doses é de 60 dias e após completar o esquema deve ser feito reforço a cada 10 anos.
  • Contraindicação: reação anafilática.

VACINA PAPILOMAVÍRUS HUMANO 6, 11, 16 E 18 (RECOMBINANTE) (HPV)

  • Composição: quadrivalente recombinante inativada, constituída por proteínas L1 do HPV tipos 6, 11, 16 e 18.
  • Via: intramuscular
  • Esquema vacinal:
    • 2 doses (0 e 6 meses) para meninas de 9 a 14 anos e meninos de 11 a 14 anos.
    • 3 doses (0, 2 e 6 meses): meninas e mulheres infectadas pelo HIV entre 9 e 26 anos.
  • Contraindicação: hipersensibilidade aos componentes da vacina e gestantes.

VACINA INFLUENZA

  • Composição: diferentes cepas do vírus Myxovirus influenzae inativados, fragmentados e purificados, cultivados em ovos embrionados de galinha
  • Via: intramuscular.
  • Esquema vacinal: administrada anualmente para grupos elegíveis.

Imagem tabela de idades vacinas resumo

  • Contraindicação:
    • Menores de 6 meses de idade;
    • Reação anafilática em dose anterior.

Imagem sobre Vacinas Resumo

Imagem tabela vacinas resumo

Anexo: Calendário Nacional de Vacinação 2018

MAPA MENTAL VACINAS: Resumo completo!


Imagem de um Mapa Mental Vacinas Resumo Completo

Conheça o curso de Pediatria do Sanarflix!

Confira o vídeo:

REFERÊNCIAS

Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Departamento de Vigilância das Doenças Transmissíveis. Manual de Normas e Procedimentos para Vacinação. Brasília, 2014.
Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Departamento de Vigilância das Doenças Transmissíveis. Manual de vigilância epidemiológica de eventos adversos pós-vacinação. 3ª ed. Brasília, 2014.
Ministério da Saúde: Calendário de Vacinação 2018.
http://portalms.saude.gov.br/noticias/agencia-saude/45177-crianca-sem-cicatriz-vacinal-nao-precisa-revacinar-contra-tuberculose

Compartilhe com seus amigos:
Política de Privacidade © Copyright, Todos os direitos reservados.