Internato

Caso Clínico 1 – Interpretação de Hemograma

Caso Clínico 1 – Interpretação de Hemograma

Compartilhar
Imagem de perfil de Graduação Médica
A.E.J., sexo masculino, 65 anos, tabagista, hipertenso, nega diabetes, procura posto de saúde relatando febre não mensurada iniciada por volta de uma semana e sensação de fraqueza. Refere também manchas na pele e hemorragias gengivais ao escovar os dentes. Ao exame físico, paciente apresentava: palidez cutaneomucosa, febre (38,5ºC), petéquias (principalmente em extremidades) e hepatoesplenomegalia.
 
Ao solicitar o hemograma, tem-se o seguinte resultado:
Hemácias: 3,3 x 106/mm3; Ht: 23%; Hb: 8,5 g/dl; VCM: 80; HCM: 26. 
Leucócitos: 193,0 x 103/mm3; Blastos: 77%; Promielócito: 3%; Mielócito: 0%; Metamielócito: 2%; Bastonetes: 4%; Segmentados: 7%; Basófilo: 1%; Eosinófilo: 1%; Linfócito: 1%; Monócito: 1%.