Ciclos da Medicina

Conhecendo melhor o internato!

Conhecendo melhor o internato!

Compartilhar

SanarFlix

4 min há 1.162 dias

O que é o internato na medicina?

O internato corresponde aos dois últimos anos do curso de medicina.

Segundo a resolução nº 3 de junho de 2014, a carga horária mínima desse estágio curricular deve ser de 35% da carga horária total do curso de medicina (aproximadamente 2 anos).

Esse é o período que de fato o estudante de medicina “põe a mão na massa” e coloca em prática os aprendizados que lhe foi conferido durante os períodos básico e intermediário do curso.

Essa mesma resolução determina que este estágio não remunerado deverá ser composto pelas grandes áreas: clínica médica, cirurgia, saúde coletiva, saúde mental, ginecologia-obstetrícia e pediatria.

A carga horária teórica não pode ultrapassar 20% da carga horária total de cada estágio.

A importância

O internato é o período em que todo estudante de medicina sonha em alcançar.

É nesse período que ele tem mais contato com o paciente nos diferentes níveis de atenção da saúde, pratica a arte do cuidar e evolui exponencialmente em relação ao conhecimento.

Perdemos o medo de abordar o paciente e também treinamos o raciocínio clínico.

Atividades do Internato

Nas atividades do internato o estudante passa por: enfermaria e participa das visitas de enfermaria e discussões clínicas/cirúrgicas; plantão de enfermaria (PE) onde o estudante faz admissões dos novos pacientes e resolve as pendências; centro cirúrgico e centro obstétrico, onde geralmente participa instrumentando; salas de parto; ambulatórios e emergência . Todas as atividades são supervisionas pelo residente e preceptor.

O período do internato é um momento em que o estudante deve sempre fazer a busca ativa pelo conhecimento e aprender com os seus pacientes.

Como preconizado, a parte teórica é bem pequena e geralmente é usada para firmar o conhecimento adquirido na prática. É o seu paciente que irá te ensinar!

O interno deve ser capaz de contar toda a história clínica e exame físico do paciente e usar os achados positivos como base do seu estudo.

Estudo teórico no internato

É o período de maior cansaço do estudante de medicina, mas tente deixar uma rotina de estudos, mesmo que sejam poucas horas por dia (não há uma receita de bolo, cada um descobre a sua maneira), pois é nesse momento que você fixa o conhecimento do dia.

Sabe aquele paciente da enfermaria que você não sabe sobre sua enfermidade? É nessa horinha de estudo que você vai adquirir esse conhecimento e no dia seguinte vai saber falar sobre a doença durante a visita quando o preceptor questionar. O internato parece bastante com o método de estudo PBL (aprendizado baseado em problemas).

Equipe multidisciplinar

Outro ponto importante do internato é o contato com a equipe multidisciplinar. Aprendemos e ficamos em contato com profissionais de outras áreas da saúde que também são importantes para o cuidado holístico do paciente.

Tanto em hospitais como em postos de saúde podemos ter contato com essa equipe multidisciplinar. Cada um tem sua importância!

Tenha em mente que o conhecimento pode vir de qualquer lugar, sendo que o conhecimento nesse caso não é apenas o científico. Esteja sempre atento para perceber e captar isso.

Saiba se comportar!

Embora o estudante não se veja assim, para o paciente ele também faz parte da equipe que está cuidando dele. Então, seriedade e responsabilidade são importantes.

Conheça o seu paciente, a sua história, os achados clínicos alterados, a enfermidade que ele possui e a sua prescrição.

Conclusão

Sinta-se responsável pelo seu paciente também. Pensando dessa forma, a motivação para o estudo se torna maior.

Lembre-se de que muitas vezes, o interno, por ser responsável por menos pacientes, acaba tendo mais tempo para fazer uma anamnese e um exame físico mais completos, o que muitas vezes faz a diferença na tomada de conduta.

Caso esteja se formando, confira temas interessantes para seu TCC!

Ou alguns conselhos interessantes para o médico do futuro!

Se a preocupação for com despesas, confira os maiores gastos no internato!

Confira o vídeo:

Compartilhe com seus amigos: