Revalida

Erros comuns na preparação para o Revalida

Erros comuns na preparação para o Revalida

Compartilhar

Está em busca do sonho de obter a revalidação do diploma no Brasil? Já fez provas anteriores e não teve sucesso no Revalida? Confira os erros comuns na preparação para o Revalida e vire o jogo a seu favor!

A primeira etapa do Revalida INEP 2022.1 irá acontecer no dia 06 de Março e será a segunda edição após alguns anos sem o acontecimento do exame. Por isso, muitos médicos estão na expectativa, especialmente se já fez a prova anteriormente. Se você irá fazer essa prova, lembre-se que não há concorrência e, por isso, o melhor a se fazer é se preparar da melhor forma possível.

A preparação para estudar para uma grande prova como essa inclui diversos aspectos, como materiais e técnica de estudo, ambiente propício e confortável, questões emocionais e condições externas. Por isso, aprenda com os erros que iremos te contar aqui e ajuste sua preparação se achar relevante.

Erro 1: Focar só na leitura teórica

Muitos médicos focam demais em ler os conteúdos. Como médico, é essencial ter uma rotina de estudo teórico para se manter atualizado e preparado para a prática médica. Entretanto, de acordo com a pirâmide de aprendizagem, nós aprendemos apenas 10% com a leitura. Esse é considerado um método de aprendizagem passiva, enquanto que os métodos mais eficientes são os ativos.

Prefira métodos que busquem a elaboração, geração e reflexão sobre o que se está aprendendo. Para provas como a do Revalida, é necessário estudar não só os conteúdos teóricos, mas as questões de provas. Busque praticar com simulados, provas antigas e bancos de questões, como são disponibilizadas para os alunos do Intensivo Sanar Revalida INEP 2022.1. Ao fazer questões , você também aprende quais temas caem com mais frequência, como esperam que você responda e qual o estilo das “pegadinhas” que podem aparecer.

Erro 2: Uso excessivo do celular

Entre os erros comuns na preparação para o Revalida não poderia faltar esse. O uso sem controle do celular pode afetar muito a sua produtividade. O primeiro impacto é a perda de foco. Olhar uma notificação no meio dos estudos é um caminho sem volta. Você acredita que irá perder apenas alguns segundos olhando, mas então há a mudança de foco. Depois disso, pode demorar até 20 minutos para voltar ao mesmo estado de atenção que estava antes.

Existe também um bombardeio de conteúdo nas redes sociais. O conteúdo pode ser interessante e agregador, mas faz sentido para você nesse momento? Se a sua meta principal esse ano é conquistar a aprovação no Revalida, talvez seja melhor investir esse tempo no seu lazer, autocuidado e em cursos direcionados ao seu objetivo.

Não esqueça que as redes sociais querem te prender ali o máximo de tempo possível. Por isso o feed nunca acaba e você está o tempo todo recebendo novas notificação de mensagens, fotos e notícias. Essas notificações geram picos constantes de dopamina e com o tempo, pode encontrar dificuldade em prestar atenção e focar em atividades mais longas, como leitura, cursos e simulados.

É extremamente importante aprender como evitar o uso excessivo do celular para que ele não atrapalhe a realização do seu sonho. A estratégia que você irá adotar para ter domínio sobre isso fica a seu critério – apagar aplicativos, estipular horários, deixar o celular longe, esquema de recompensas. Pense nos seus objetivos e foque nisso.

Erro 3: Não pensar nas condições no dia da prova

Antes de tudo, você já leu o edital completo da edição do Revalida INEP 2022.1? É importante ler tudo, pois todas as informações sobre a prova estão lá. São tantos fatores externos que não podemos controlar, que quanto mais informação e e planejamento tivermos, melhor mitigamos os riscos.

Nos dias anteriores à prova, traduzimos o “durma e se alimente bem” para “evite sair da sua rotina“. Prefira comer em lugares que você já conhece e não durma em horários muito diferentes do habitual. Teste antes a caneta que irá levar, pense em qual meio transporte você vai usar no dia, veja a previsão do tempo (pois pode afetar o trânsito) e calcule o tempo para chegar até o local de prova.

Se planeje para que no dia do exame condiga chegar na prova com antecedência, pois chegar às presas causa ainda mais nervosismo. Um certo nervosismo no dia é normal, fisiologicamente falando. Evite levar lanche barulhento ou com cheiro muito forte. E o mais importante: não se prenda às questões que está com dificuldade. Achou muito difícil? Marque a alternativa que fizer mais sentido naquele momento e siga para outras questões. Evite, assim, perder muito tempo com uma questão enquanto poderia estar acertando outras três.

Posts relacionados

Compartilhe com seus amigos: