Cirurgia vascular

Oque saber sobre a cirurgia vascular? | Colunistas

Oque saber sobre a cirurgia vascular? | Colunistas

Compartilhar

Bruna Scioute

9 min há 94 dias


BREVE HISTÓRIA DA CIRUGIA VASCULAR NO BRASIL

O Departamento de Cirurgia da FMRP-USP foi fundado em fevereiro de 1954 pelo Prof. Ruy Escorel Ferreira-Santos (discípulo do Prof. Edmundo Vasconcellos – HCFM-USP) a convite do então Diretor e Fundador da FMRP, Professor Zeferino Vaz. Para a organização departamental o Prof. Ferreira-Santos tomou como base a estrutura de universidades americanas correspondentes que visitou com recursos de uma bolsa da Fundação Rockfeller.

Durante os anos iniciais, embora a estrutura curricular fosse dividida em disciplinas, os assistentes seguiam os princípios da formação geral, não especializada. No início dos anos sessenta, julgou-se necessária a especialização dos novos assistentes. Com este objetivo, o Prof. Escobar foi designado para desenvolver a Cirurgia Vascular, assim como os outros docentes: o Prof. Célio Fontão Carril foi encarregado pela disciplina de Proctologia; o Prof. Pier Luigi Castelfranchi pela Gastroenterologia e o Prof. Áureo José Ciconelli pela Urologia.

A especialidade cirurgia vascular surgiu nos anos cinquenta em algumas faculdades de medicina do Brasil e a própria Sociedade Brasileira de Angiologia foi criada em novembro de 1952 com a participação de cirurgiões gerais que faziam cirurgias de varizes e amputações e de clínicos principalmente do Rio de Janeiro onde existia os assim chamados angiologistas, daí o nome inicial da Sociedade.

O Prof. Ferreira-Santos foi eleito o diretor científico da primeira diretoria. A experiência adquirida pelos cirurgiões gerais nos traumas vasculares na segunda guerra mundial e na guerra da Coréia e as primeiras cirurgias de desobstrução arterial em doenças obstrutivas crônicas, no final da década de quarenta, realizada e divulgada por Dr. João Cid dos Santos (cirurgião português), fez com que se desenvolvesse a cirurgia arterial reparadora não só nas obstruções como também no tratamento cirúrgico dos aneurismas.

OQUE É A CIRURGIA VASCULAR?

A cirurgia vascular é um dos ramos da medicina em que são tratados os vasos sanguíneos, sistema linfático, artérias e veias.

Essa especialidade cuida de tudo que envolve o sistema circulatório, englobando doenças como aneurismas de aorta e aterosclerose. As únicas exceções são o cérebro e o coração, tratados por neurologistas e cardiologistas, respectivamente.

PRINCIPAIS TIPOS DE CIRURGIA VASCULAR

Varizes

Este é o procedimento mais realizado na área de cirurgia vascular. Causadas por defeitos estruturais das paredes das veias, as varizes são aumentos ou dilatações anormais das veias das pernas. São incômodas e podem causar inchaço local, dores e queimações. Elas são essencialmente hereditárias, mas fatores como o sedentarismo, a gravidez e a obesidade podem agravar o problema.

Aterosclerose

A aterosclerose é o acúmulo de gordura e outras substâncias nas paredes das artérias, prejudicando a passagem do sangue. Este tipo de obstrução acarreta no estreitamento do vaso sanguíneo, afetando a irrigação sanguínea dos órgãos, e pode provocar doenças mais graves como o infarto e o AVC. Alguns dos principais fatores de risco são:

  • má alimentação;
  • obesidade;
  • sedentarismo;
  • hipertensão;
  • diabetes;
  • tabagismo.

Aneurisma

Os aneurismas são dilatações arteriais que podem ser provocadas por diversas razões como traumas, doenças vasculares ou enfraquecimento da parede do vaso sanguíneo. Eles podem ser cerebrais, da aorta torácica ou da aorta abdominal. Alguns fatores de risco como diabetes, má alimentação, histórico familiar, hipertensão e colesterol elevado podem agravar o problema. É uma das doenças de maior urgência dentro da cirurgia vascular, pois, quando há a ruptura de um aneurisma, existe alto grau de letalidade.

Trombose venosa

A coagulação sanguínea é uma função natural do corpo humano e necessária quanto a qualquer trauma ou corte que possa causar sangramento. Mas, quando este processo de coagulação ocorre dentro de uma veia, ela pode causar uma obstrução do vaso. Além disso, parte do coágulo pode se desprender e chegar até o pulmão, causando uma embolia pulmonar, grave transtorno que pode causar a morte.

QUAIS OS METODOS DA CIRUGIA VASCULAR?

Cirurgia tradicional

Já é um método conhecido, a cirurgia tradicional ainda é a mais utilizada em casos vasculares. Para o tratamento de varizes ou pequenas obstruções são feitas pequenas incisões na pele, de onde o médico retira a artéria que apresenta problemas.

Já em casos mais complexos, como em veias mais profundas ou safenas, são necessárias incisões maiores, geralmente na região da virilha, para que a artéria possa ser removida ou para que o local da obstrução seja acessado.

Laser

O laser é um dos métodos que mais vem crescendo nos últimos anos. Seu uso se dá principalmente no tratamento de varizes.

Ele pode ser utilizado de maneira mais superficial em varizes menores, atravessando a pele e indo direto para a parede da artéria, ou em cirurgias de veias internas, especialmente safenas. Neste caso, é introduzida uma fibra na veia e acompanhada através de ultrassom. Ele funciona promovendo uma reação física térmica, aquecendo as varizes e causando uma reação inflamatória, eliminando o vaso doente.

Radiofrequência

O tratamento de radiofrequência é um método minimamente invasivo, realizado a partir da energia de radiofrequência utilizada para aquecer as paredes das veias. Então é colocado um cateter, e esse aquecimento promove encolhimento da proteína do colágeno presente na parede da veia, destruindo-as.

Escleroterapia com espuma

Este procedimento é recente, mas bem simples e não necessita de incisões ou internações. Com o auxílio de um aparelho de ultrassom, o médico injeta uma espuma especial na veia danificada com a intenção de destruí-la. A partir disso, o organismo passa a utilizar as vias ao redor, normalizando o fluxo sanguíneo.

AVANÇOS CIENTIFICOS DA CIRURGIA VASCULAR

Eles que tornaram (e ainda tornam) possível a implementação de tratamentos modernos que proporcionam mais qualidade de vida para a população.

Os esforços permitiram que se reduzisse, e muito, o carácter invasivo das intervenções cirúrgicas, como no caso da cirurgia para varizes. Além disso, democratizaram o acesso aos tratamentos, que se tornaram mais simples de serem executados.

O aprimoramento constante da cirurgia vascular e o esforço em diversificar as possibilidades de atuação dos médicos da área, motivam a busca por mais inovações. Também trazem ao foco a necessidade de maior investimento e qualificação na área, para a realização de tratamentos preventivos capazes de melhorar a qualidade de vida dos pacientes.

Um dos mais citados atualmente, na área da cirurgia vascular, é uma técnica desenvolvida pelo médico argentino Juan Carlos Parodi, considerado um dos pioneiros em cirurgia endovascular no mundo. O método criado por ele permite tratar aneurismas de aorta abdominal a partir da implantação de uma endoprótese por via endovascular, ou seja, pelo interior dos vasos sanguíneos.

Até pouco tempo, aneurismas da aorta só podiam ser tratados realizando-se uma cirurgia aberta ou convencional. Novas ideias, como a de Parodi, surgem estimuladas por outro fator, o envelhecimento da população.

As pessoas estão com a expectativa de vida mais alta e, junto com a idade avançada, aparecem diversos problemas de saúde. O crescente aumento do número de pessoas que demandam por procedimentos vasculares é o que propulsiona o aprimoramento da cirurgia vascular. A medicina, especialmente a que atua nas questões vasculares, tem buscado se antecipar para já saber como lidar com as situações, antes mesmo de elas despontarem.

O resultado do que tem sido realizado pode ser observado na taxa de mortalidade, que diminuiu proporcionalmente à implementação dos avanços da cirurgia vascular. A cada técnica que se descobre para tornar os tratamentos mais eficientes, quem mais ganha é o paciente.

AUTOR: BRUNA SANTOS SCIOUTE

 INSTAGRAM: @bscioute

O texto acima é de total responsabilidade do autor e não representa a visão da sanar sobre o assunto

Gostou do artigo? Quer ter o seu artigo no Sanarmed também? Clique no botão abaixo e participe

REFERÊNCIAS

História da Divisão de Cirurgia Vascular e Endovascular – Cirurgia Vascular e Endovascular FMRP-USP ACESSO EM 09 DE JULHO DE 2021

Como funciona a cirurgia vascular? – PartMed – A maior rede de Clínicas Médicas do Brasil (partmedsaude.com.br) ACESSO EM 09 DE JULHO DE 2021

Os avanços da cirurgia vascular – Vascular Clínica (vascularclinica.com.br) ACESSO EM 09 DE JULHO DE 2021

Compartilhe com seus amigos:
Política de Privacidade © Copyright, Todos os direitos reservados.