Ciclos da MedicinaMedicina Preventiva

Você sabe o que é medicina do Tráfego? | Colunistas

O que é, especialização e muito mais.

O que é?

Segundo a Associação Brasileira de Medicina de Tráfego (ABRAMET), a Medicina de Tráfego se define como:

Ramo da ciência médica que trata da manutenção do bem-estar físico, psíquico e social do ser humano que se desloca, qualquer que seja o meio que propicie a sua mobilidade, cuidando, também, das interações desses deslocamentos (e dos mecanismos que o propiciam) com o homem, visando ao equilíbrio ecológico.

É uma área que surgiu com a necessidade achar formas de prevenção a acidentes de trânsito, já que na atualidade o número de uso de automóveis é cada vez maior.

Áreas de atuação

A Medicina de Tráfego se divide em 10 subespecialidades:

  • Medicina de Tráfego Preventiva: estuda a causa dos acidentes, definindo, assim, grupos de risco e índices de morbimortalidade, além de difundir temas na sociedade relacionados com a prevenção a acidentes por meio de campanhas educativas.
  • Medicina de Tráfego Legal: é a área que vai ajudar o Poder Público na elaboração e aplicação de leis para aumentar a segurança no trânsito, e também realizará perícias e avaliações sobre o acidente.
  • Medicina de Tráfego Ocupacional: estuda a prevenção de doenças e acidentes que motoristas profissionais tendem a sofrer.
  • Medicina de Tráfego Curativa: cuida do atendimento local do acidente, disponibilizando um atendimento rápido e eficaz para salvar vidas de um acidente de trânsito.
  • Medicina do Viajante: estuda doenças e acidentes com animais peçonhentos no destino planejado pelo Viajante; responsável também pela imunização para viagens domésticas e internacionais.
  • Medicina de Tráfego Aeroespacial: estuda fatores de estresse em atividades aéreas e suas consequências.
  • Medicina de Tráfego Secundaria: é responsável por verificar danos corporais causados por acidentes de tráfego para recebimento de seguros pessoais.
  • Medicina de Tráfego Aquaviário: avalia condições médicas de candidatos a obtenção de habitação para categoria amador.
  • Medicina de Tráfego Ferroviário: avalia causas e consequências de acidentes ferroviários.
  • Medicina de Tráfego Rodoviário: contribui com a diminuição de acidentes.

Médico de Tráfego e a sociedade

“O Médico de Tráfego é um profissional de extrema importância para a preservação de vidas da população.”

Considerando que no Brasil já temos um automóvel para cada 4,4 habitantes segundo o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), é possível perceber, assim, a grande importância do Médico de Tráfego em orientar, avaliar e alertar a população sobre perigos e buscar sempre um trânsito mais seguro.

Conclusão

A área da Medicina de Tráfego é uma área que tem um grande desafio, que é a diminuição no número de acidentes de Tráfego e, para alcançar isto, necessita do apoio da sociedade, de uma nova conduta e uma nova consciência desta e dos profissionais que somam pouco mais de 10 mil no Brasil.

Referências

Tags

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar