Busque por milhares de conteúdos gratuitos e confiáveis de Medicina

Ver conteúdos sugeridos
Destaques

para ter acesso ao conteúdo completo do Sanar Medicina.

Resultado da Residência Médica USP 2020 (FMUSP)Foi publicado no Diário do Estado de São Paulo o resultado do processo seletivo para Residência Médica 2020 da Faculdade de Medicina da Universidade do Estado de São Paulo (FMUSP). Confira a relação geral abaixo. É importante ressaltar que o resultado da Residência Médica USP 2020 abaixo é a relação de candidatos em ordem de classificação após a entrevista, mas antes dos recursos. Isso quer dizer que a classificação divulgada pode sofrer alteração após o período de recursos. A convocação dos candidatos habilitados na Residência Médica USP 2020 para a matrícula será divulgada no dia 31/01/2020 de acordo com o edital. Confira resultado do processo seletivo para Residência Médica 2020 da Faculdade de Medicina da Universidade do Estado de São Paulo (FMUSP). Dica: a lista é longa! Vamos otimizar a navegação na relação de classificados na Residência Médica 2020 USP nos próximos dias. Por enquanto, para agilizar sua navegação, utilize os atalhos CTRL+F ou a funcionalidade “encontrar na página” do seu navegador. Veja como passar na Residência em 20201 INSCRIÇÃO – NOME – DOCUMENTO – PROGRAMA – “NOTA DA 1ª FASE” – “NOTA DA PROVA PRÁTICA” – “NOTA DA ENTREVISTA”- NOTA FINAL – CLASSIFICAÇÃO -“DATA NASCIMENTO” PD0080 – MARIA BEATRIZ RABELO MACIEL – 2006002079143 CE – 002-CARDIOLOGIA PEDIATRICA – 79,50 – 86,00 – 90,00 – 83,15 – 0001 – 13-03-1992 PD0105 – MARIO HENRIQUE HATTORI – 486075515 SP -002-CARDIOLOGIA PEDIATRICA – 84,50 – 70,00 – 70,00 – 77,25 – 0002 – 16-10-1991 PD0115 – CAROL LETICIA BRAGA QUIROZ – 568271427 SP – 002-CARDIOLOGIA PEDIATRICA – 77,50 – 66,00 – 90,00
Sanar Residência Médica
139 min2 days ago
O discente conhece a ética da academia médica? | ColunistasO comportamento em sociedade, exige de seus participantes a prática norteadores das principais regras dispostas para a vida em comunidade. Desde a Grécia Antiga, os conceitos filosóficos apresentados já eram amplamente discutidos e colocados como prática ideal por Aristóteles, Platão e Sócrates. Embora fossem filósofos do mesmo período, não havia um consenso estabelecido sobre os norteadores para a vivência na pólis. Sócrates racionalizou a Ética, Platão colocou cotidiana da ética e da moral, conceitos filosóficos de significados distintos, que são a concepção metafísica e a doutrina da alma a frente da ética, por fim, Aristóteles associou o homem político, social que vive na pólis a idealização de ética. Embora fossem filósofos do mesmo período, não havia um consenso estabelecido sobre os norteadores para a vivência na pólis. Sócrates racionalizou a Ética, Platão colocou cotidiana da ética e da moral, conceitos filosóficos de significados distintos, que são a concepção metafísica e a doutrina da alma a frente da ética, por fim, Aristóteles associou o homem político, social que vive na pólis a idealização de ética. A partir da modernização das sociedades, toda e qualquer relação passou a ser pautada em princípios sociológicos que são perpassados por intermédio das influências das comunidades que compõem o todo social. Todos são doutrinados desde o primeiro momento do nascimento junto à família, ao passar pela igreja, pela escola e por fim ao chegar no cotidiano da profissão ao qual pode ou não escolher. Frente a toda essa filosofia, surgem os códigos de ética que pautam as diversas profissões que solidificam a base social. Não obstante o Conselho Federal de Medicina através das necessidades apresentadas pelo corpo social que diretamente  se envolve com o mundo médico formulou em dois anos o Código de Ética
Danilo Gustavo Santos
2 min3 days ago
Como se comunicar com seu paciente? | ColunistasA definição de comunicação, de forma simples, é a ação de transmitir uma mensagem e receber outra, em troca. Nesse processo, há a presença de dois agentes, o emissor e o receptor. No entanto, o modelo de comunicabilidade não se limita apenas a fala, uma vez que nossos ancestrais, o homem das cavernas, tinham a sua própria forma, que se fundamentava em gestos e grunhidos. Diante a evolução, foram criadas as primeiras pinturas rupestres, com a utilização de tintas naturais. Hoje temos diversas formas de se comunicar, através de linguagens verbais e não verbais, utilizando a fala, os escritos, mensagens em redes sociais e mensageiros instantâneos.             Na medicina, buscar uma boa forma de se comunicar é muito importante. Uma fração importante dos cuidados e dos tratamentos está ligada ao formato de como essa comunicação acontece. A habilidade de se transmitir uma informação de forma clara pode ser uma das maiores qualidades de um médico e a ausência dela, um grande problema. Quando é realizada de forma correta, auxilia a melhorar os diagnósticos, evita erros e fornece maior confiança no tratamento, aumentando o vínculo com o paciente.             O médico, ao atender um doente, deve conversar de modo a conhecer a sua história. Essa forma de comunicação se chama anamnese. Nela, o médico deve realizar a escuta ativa, para perceber a real necessidade daquela pessoa que buscou auxílio em seus conhecimentos. Segundo Carl Rogers, psicólogo estadunidense, ‘’a relação terapêutica é apenas uma forma de relação interpessoal em geral, e que as mesmas leis regem todas as relações desse tipo’’. (Rogers, 1999, p.36).             Condutas como não manter a atenção no que o doente informa, demonstrar pressa, realizar somente questões objetivas, sem possibilidade de
Marcel Aureo
4 min3 days ago
A Psicologia Médica: Como entender a saúde subjetivamente | ColunistasComo tudo na vida evolui, assim também evoluíram os conceitos que definem e caracterizam a saúde do indivíduo, tendo já passeado pela área da objetividade de ter saúde aquele desprovido de doença ou mal estar, e chegando aos dias de hoje num aspecto multissetorial que compreende a saúde como interação dos elementos biopsicossociais que se relacionam com cada indivíduo, representando, de forma particular em cada um deles, um significado do que é saúde e doença, com desdobramentos na experiência de vida deste e dos demais indivíduos que com ele se relacionam, e portanto, interagindo e  influenciando uns aos outros quando relacionam-se entre si. Principalmente com a implementação do SUS,  à partir de 1990 com a promulgação das leis 8.080 e 8.142, que passam a definir saúde como conceito amplo e integrado às quais buscam garantir a saúde de forma universal, integral e igualitária – três pilares e diretrizes do SUS –  a toda sociedade brasileira, é que tem-se um mudança significativa na adoção de medidas focadas na promoção à saúde, que atendam não somente aos enfermos, mas sim que previna doenças e que atue na vigilância em saúde afim de minimizar os prejuízos a saúde dos indivíduos. Sendo assim, vemos nos dias de hoje a preocupação em garantir melhorias à saúde que buscam compreender os processos de adoecimento nos dias atuais, conceito este subjetivo pois tem representação única a cada um no resultado da combinação de tudo o que tange suas experiências e vivências, bem como sua representação psíquica e corporal de manifestação ou percepção de estar ou não doente. Neste cenário, cabe a nós profissionais da saúde, uma fina busca e divagação acerca de nossos pacientes, pois não existirá matemática ou ciência capaz de prever as particularidades e manifestações psicossomáticas
Ana cecília cunha
2 min4 days ago
Médico Pode Prescrever Exercício? | ColunistasA resposta é: deve! É dever do médico utilizar de todas as ferramentas disponíveis visando à saude do seu paciente, correndo o risco de responder ética e legalmente por negligência caso não o faça. O médico não pode se eximir da responsabilidade de tratar o seu paciente, delegando-a a outro profissional. E o exercício, em diversas ocasiões, é o causador ou mesmo o tratamento de doenças. A título de exemplo temos condições osteomusculares, como a síndrome patelofemoral, que deverá ser tratada com a adequada prescrição de exercício. Tendinopatias devem ser tratadas não só com medicamentos e com procedimentos de analgesia e regeneração tecidual, mas também com a devida sobrecarga sobre o tecido que só é possível com exercícios específicos. Cada vez mais se sabe da importância do exercício no tratamento da fibromialgia e, mais uma vez, a sua prescrição é mandatória. Diabéticos têm nos exercícios aeróbicos e resistidos mais uma ferramenta para o combate à hiperglicemia. Pacientes que sofreram infarto agudo do miocárdio ou outras doenças cardiovasculares deverão passar pela reabilitação cardiovascular, a fim de recuperar sua funcionalidade, melhorar a qualidade de vida e aumentar a sobrevida. Nesse caso, o exercício deverá ser prescrito pelo médico especialista em medicina do exercício e do esporte ou cardiologista do esporte logo após o evento, de preferência ainda com o paciente internado. Não faltam exemplos práticos da importância da adequada orientação, por parte do médico, para a prática de exercícios físicos. Tudo isso previsto no parecer do Conselho Federal de Medicina n° 7/2004             O problema: quase nenhum médico sabe orientar e prescrever exercícios. Por isso, é necessária a atuação do especialista na área, o médico do exercício e do esporte. Na prescrição de exercícios, além de aplicar
Jorge Henrique Teles
2 min4 days ago
Termos de Uso | Política de Privacidade. © Copyright, Todos os direitos reservados.