Medicina Intensiva

Nutrição parenteral: indicações e a síndrome da realimentação

Nutrição parenteral: indicações e a síndrome da realimentação

Compartilhar

Sanar Pós Graduação

5 min há 10 dias

A desnutrição tem forte impacto negativo na morbimortalidade dos pacientes admitidos nas unidades de terapia intensiva. Assim, a nutrição parenteral aparece como alternativa extremamente comum, sobretudo, para aqueles com trato digestivo inutilizável.

O que é a nutrição parenteral?

Nela, a administração de nutrientes ocorre diretamente na corrente sanguínea, através de veias calibrosas centrais.

A via parenteral dá a certeza de que o imunonutriente atinge a circulação na dose certa, o que nem sempre é possível de prever quando se trata da via enteral em um paciente grave.

Quais as indicações da nutrição parenteral?

Antes de qualquer suporte nutricional, é importante que o paciente esteja estável hemodinamicamente.

Além disso, a nutrição parenteral costuma ser indicada nos casos de contraindicação absoluta para a via enteral ou quando a meta nutricional não puder ser alcançada apenas com uso do TGI.

Indicações de curto prazo (até 1 mês)

Trauma graves Remoção de grande parte do ID
Cirurgias complexasMal formações congênitas graves
Doença ulcerativa crônicaCâncer
Fístula de alto débitoEnterotomia proximal
Tabela 1: Indicações de nutrição parenteral de curto prazo

Indicações de longo prazo (>1 mês)

Síndrome do intestino curtoDoença de Crohn grave
Fase paliativa do câncerCirurgias múltiplas
Pseudo oclusão crônicaAtrofia de mucosa com má-absorção persistente
Tabela 2: Indicações da nutrição parenteral de longo prazo

Quais as complicações da nutrição parenteral?

Apesar da grande importância no cuidado intensivo, a nutrição parenteral também está sujeita a complicações.

Parte delas estão relacionados ao acesso venoso central e outras metabólicas.

Complicações relacionadas ao acesso central

PneumotóraxEmbolia gasosa pelo cateter
HemotóraxTrombose venosa
QuilotóraxEmbolia por fragmento de cateter
Tabela 3: Complicações da nutrição parenteral (AVC)

Complicações metabólicas

HiperglicemiaHipertrigliceridemia
HipofosfatemiaEsteatose hepática
HipocalemiaColestase
HipercapniaColecistopatia calculosa
Tabela 4: Complicações metabólicas da nutrição parenteral

Síndrome da Realimentação

Os pacientes desnutridos que são alimentados de forma rápida e excessiva podem desenvolver alterações hidroeletrolíticas graves, como hipofosfatemia, hipomagnesia, hipocalemia e deficiência de vitaminas.

Fisiologia da Síndrome da Realimentação

A inanição e baixa ingestão de carboidratos causa redução na secreção de insulina, que, por sua vez, faz com que as gorduras e proteínas sejam catabolizadas para produção de energia.

Nesse estado, as proteínas de transporte da membrana celular não funcionam da forma adequada, resultando na baixa de eletrólitos intracelulares.

Porém, quando o paciente começa a se alimentar, ocorre aumento súbito da produção de insulina e energia. Assim, a partir do bom funcionamentos das bombas, há grande captação de fosfato e potássio, causando hipofosfatemia e hipopotassemia.

A falta de potássio plasmático é responsável pela alteração da biconcavidade das hemácias e, com isso, sua destruição na microcirculação. Então, ocorre quadro de insuficiência orgânica e morte em 60% dos casos.

Prevenção da Síndrome da Realimentação

A melhor maneira de prevenir é iniciar com apenas metade do previsto de acordo com o peso do paciente, e ir avançando ao mesmo tempo em que monitoriza os níveis séricos dos eletrólitos.

Pós em Terapia Intensiva

Conheça a Pós em Terapia Intensiva

Quer se aprofundar nesse e em outros temas essenciais para a sua prática segura no dia a dia das Unidades de Terapia Intensiva (UTI’s)? A Pós em Terapia Intensiva, com aulas online e ao vivo, além de experiências práticas, possui aprofundamento de conteúdo através da nossa metodologia drive-by-doctor, em que você é colocado na sua devida posição: a tomada de decisões.

Invista em sua carreira médica agora mesmo. Conheça a Pós em Terapia Intensiva!

Referências

  • David Seres, MD. Nutrition support in critically ill patients: Parenteral nutrition. Disponível em < https://bit.ly/3iOTuvg >. UpToDate
  • AZEVEDO, Luciano César Pontes de; TANIGUCHI, Leandro Utino; LADEIRA, José Paulo; MARTINS, Herlon Saraiva; VELASCO, Irineu Tadeu. Medicina intensiva: abordagem prática. [S.l: s.n.], 2018.
Compartilhe com seus amigos:
Política de Privacidade © Copyright, Todos os direitos reservados.