Finanças para Médicos

Cinco pontos de atenção para os médicos durante a declaração do Imposto de Renda

Cinco pontos de atenção para os médicos durante a declaração do Imposto de Renda

Compartilhar
Imagem de perfil de Sanar UP

Preencher a declaração do imposto de renda é uma tarefa que gera muitas dúvidas para os declarantes. Para os médicos, que na maioria das vezes são autônomos e pessoas jurídicas, essas dúvidas aumentam.

O principal desafio dos médicos, está na quantidade de informações exigidas. Afinal, os profissionais da área, com remunerações distintas provenientes de bolsas, diferentes modalidades de consultas, plantões, atendimentos públicos e privados, regime Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), pejotização e residência, contam com uma tributação complexa e cheia de peculiaridades.

Para te ajudar e evitar que você cometa erros e ainda pague multa, listamos cinco pontos de atenção durante o processo de declaração do Imposto de Renda para médicos:

O que os médicos precisam ficar atentos na declaração do imposto de renda?

1.     Organize os documentos com antecedência

O período de declaração geralmente é entre março e abril do ano vigente. Sabendo disso, separar os documentos que serão utilizados pode evitar erros de omissão. Exemplos desses documentos são: Recibos, notas fiscais, comprovantes de pagamento e recebimento dos planos de saúde, empregadores, contabilidade, sócios e outros.

2.     Preencha as fichas

Preencher antecipadamente as fichas de identificação disponíveis no site da Receita Federal facilita a busca de alguma informação que, por ventura, você possa ficar em dúvida. Ter tempo hábil para isso faz total diferença e também evita erros nesse processo.

3.     Liste os itens dedutíveis

Existem diversas despesas que podem ser utilizadas para pagar menos imposto de renda. Entretanto, para que sejam validadas, algumas necessitam de documentos comprobatórios. Sendo assim, sabendo especificamente quais despesas você utilizará na sua declaração, fica mais fácil a organização dos documentos que precisará anexar à sua declaração.

4.     Fique atento aos erros

Todos esses passos que listamos acima, contribuem para uma declaração com menos erros. Mas conhecer quais os mais frequentes também ajuda a evitá-los. São eles: valores e informações digitadas incorretamente, falta de documentos comprobatórios e omissão de rendimentos.

5.    Atenção aos prazos

Você deve declarar o seu Imposto de Renda de 2022 entre os meses de março e abril. Perder o prazo implica no pagamento de multa que pode chegar até a 20% do imposto devido, mais juros de mora. Ainda assim, é importante lembrar que mesmo atrasado, é necessário fazer a sua declaração.

Como vimos, a declaração do imposto de renda para médicos pode tornar-se uma tarefa complexa. Todas essas dicas podem te ajudar a organizar e simplificar o processo.

Para se sentir mais seguro e ter menos dor de cabeça, você também pode optar por buscar ajuda de profissionais da área para cuidar do seu imposto de renda.

Conteúdos Relacionados