Carreira em Medicina

Quais os desafios em ser um médico empreendedor?

Quais os desafios em ser um médico empreendedor?

Compartilhar
Imagem de perfil de Carreira Médica

Confira um artigo com as principais informações sobre a carreira de médico empreendedor e seus desafios!

A área da medicina tem passado por transformações significativas e se tornado cada vez mais competitiva. Para se sobressair profissionalmente, o empreendedorismo tem sido o caminho mais rentável. Mas, o que é empreendedorismo?

Em linhas gerais, é o processo de implementação de um novo negócio ou de realizar mudanças em iniciativas que já existem. Para ser empreendedor, é indispensável unir uma boa dose de coragem, de criatividade e até mesmo de imaginação. Uma vez que ele precisa oferecer algo diferente do que a sua concorrência proporciona, sendo atraente para o seu público-alvo e lucrativo do ponto de vista financeiro.

O objetivo deste artigo é apresentar as principais informações sobre esta possibilidade de atuação para o profissional de medicina.

Médico empreendedor: conceito e principais características

Empreender na carreira médica vai além da prática clínica tradicional. Trata-se de explorar oportunidades inovadoras, liderar projetos e contribuir para a evolução do setor de saúde e proporcionar impactos positivos na vida dos pacientes.

Um médico empreendedor é alguém que utiliza suas habilidades médicas e conhecimentos para identificar problemas, criar soluções e impactar positivamente a área da saúde de maneira mais ampla.

Confira as principais características de um médico empreendedor:

  1. Visão além do consultório: busca oportunidades de negócios e inovação que vão além da prática clínica convencional.
  2. Inovação e tecnologia: adota e promove o uso de tecnologias médicas inovadoras para melhorar a eficiência, acessibilidade e qualidade dos serviços de saúde.
  3. Gestão e liderança: desenvolve habilidades de gestão para administrar clínicas, unidades de saúde ou até mesmo iniciar e liderar startups na área da saúde.
  4. Empreendedorismo social: além do aspecto comercial, busca causar um impacto social positivo, muitas vezes envolvendo-se em projetos comunitários, programas de conscientização sobre saúde pública e iniciativas de acesso à saúde em comunidades carentes.
  5. Resolução de problemas: capacidade de identificar desafios no sistema de saúde e busca soluções criativas para melhorar a eficiência e a qualidade dos cuidados prestados.
  6. Adaptação às mudanças: o médico empreendedor está aberto a mudanças e adaptação às transformações constantes na área da saúde, incorporando novas práticas e tecnologias conforme necessário.

Atividades da rotina de trabalho do médico empreendedor

Para seguir o caminho de médico empreendedor, o profissional deve se preparar para combinar habilidades médicas, conhecimentos em gestão e uma mentalidade empreendedora. O rotina nessa carreira profissional deve incluir:

Estudo de mercado e identificação de oportunidades

Realize uma análise de mercado para identificar lacunas e oportunidades. Entenda as necessidades dos pacientes, as tendências na área da saúde e as áreas que podem se beneficiar de inovações.

Parcerias estratégicas

Estabelece parcerias estratégicas com outros profissionais de saúde, instituições de pesquisa, empresas de tecnologia e investidores para impulsionar projetos inovadores.

Capacitação em empreendedorismo

É fundamental reconhece a importância da educação contínua em temas como administração, inovação e empreendedorismo para aprimorar suas habilidades e tomar decisões estratégicas.

Desenvolvimento de novos modelos de negócios

Pode criar e desenvolver novos modelos de negócios na área da saúde, como:

  • clínicas especializadas,
  • serviços de telemedicina,
  • aplicativos de saúde, entre outros.

Construção de networking

É importante se conectar com outros médicos empreendedores, profissionais da área da saúde, empreendedores e especialistas em negócios.

O networking pode proporcionar insights valiosos e abrir portas para colaborações.

Participação em incubadoras e aceleradoras

Considere a participação em programas de incubadoras ou aceleradoras voltados para startups na área da saúde. Esses programas oferecem suporte, mentorias e recursos para empreendedores.

Desenvolvimento de soluções inovadoras

Desenvolva soluções inovadoras para problemas específicos identificados. Isso pode envolver a criação de tecnologias médicas, serviços de telemedicina, novos modelos de negócios na área da saúde, entre outros.

Avaliação da viabilidade financeira

Realize uma avaliação cuidadosa da viabilidade financeira de seus empreendimentos. Compreenda os custos, as fontes de receita potenciais e a sustentabilidade do negócio a longo prazo.

Principais desafios da carreira de médico empreendedor

Ser um médico empreendedor traz consigo uma série de desafios únicos que vão além das responsabilidades clínicas tradicionais. Alguns dos desafios mais comuns são:

  • Garantir o cumprimento de normas governamentais e regulatórias;
  • Encontrar o equilíbrio entre as demandas da prática clínica e as responsabilidades de gestão de negócios;
  • Integrar e adotar efetivamente tecnologias na prática clínica e na gestão de negócios;
  • Gerenciar as finanças de uma clínica ou empreendimento médico exige habilidades específicas;
  • Construir uma marca forte e atrair pacientes através de estratégias de marketing;
  • Ter resiliência para superar obstáculos e aceitar que nem todas as iniciativas serão bem-sucedidas;
  • Conseguir financiamento para iniciar ou expandir empreendimentos médicos; e
  • Garantir que as inovações e mudanças implementadas não comprometam a qualidade dos cuidados médico.

Participação em eventos do segmento

O Fórum Médicos S/A – ExpoClínicas é o maior evento do gênero do país. Ele reúne, em um mesmo lugar, conteúdo internacional e espaço de negócios, em formato de feira, voltados exclusivamente para proprietários de clínicas, gestores e médicos empreendedores de todo o Brasil.

Como se preparar para ser empreendedor?

O ensino da medicina na faculdade ainda foca apenas em oferecer ao futuro médico, habilidades técnicas, essenciais para o seu dia a dia e incompletas para aplicar até na gestão do seu próprio consultório.

Com isso, o médico precisa aprender por outros meios como gerir o seu ambiente trabalho e encontrar caminhos de se destacar. Vale a pena investir em cursos extras de gestão e, se possível, trabalhar com uma consultoria.

O profissional de medicina para investir em empreendedorismo vai precisar desenvolver:

  • Noções básicas de finanças: essa é uma forma de garantir que o negócio seja viável e tenha lucros, mesmo que você conte com um contador ou um administrador parceiro. É preciso conhecer o conceito de fluxo de caixa, os impostos e taxas, as margens de lucro, a estrutura de custos, entre outros.
  • Habilidade para dominar as novas tecnologias: busque conhecer e experimentar as novidades da área. Aposte em soluções inteligentes como a telemedicina, modelos 3D para uso cirúrgico e apps médicos, por exemplo.
  • Habilidade de gerenciar pessoas: é preciso encontrar caminhos de atrair e manter colaboradores em seu negócio, sejam médicos ou não. O quadro de colaboradores serão fundamentais para o sucesso do seu negócio.

Sugestão de leitura complementar

Esses artigos também podem ser do seu interesse: