Otorrinolaringologia

Dor de ouvido: como fazer o diagnóstico e o tratamento na emergência?

Dor de ouvido: como fazer o diagnóstico e o tratamento na emergência?

Compartilhar
Imagem de perfil de Carreira Médica

Dor no ouvido: aprenda como realizar o tratamento dessa queixa no plantão!

A otalgia é uma condição médica que se caracteriza pela presença de dor de ouvido. Essa dor pode ser aguda, intermitente ou constante e pode ser acompanhada de outros sintomas como febre, perda de audição, tontura e zumbido no ouvido. 

De acordo com dados estatísticos, a otalgia é uma das queixas mais comuns em consultórios médicos e pronto-socorros em todo o mundo. Estima-se que cerca de 20% da população já tenha apresentado pelo menos um episódio de dor de ouvido em sua vida, sendo mais comum em crianças e idosos.

Anatomia da orelha

O ouvido é dividido em três partes principais: 

  • Externo
  • Médio 
  • Interno. 

O ouvido externo é composto pela orelha e pelo canal auditivo externo, que é um canal estreito e curvo que se estende desde a orelha até o tímpano. A função do ouvido externo é coletar as ondas sonoras do ambiente e direcioná-las para o tímpano. 

Já a parte média do ouvido é composta pelo tímpano, três ossículos (martelo, bigorna e estribo) e uma pequena cavidade chamada de caixa timpânica. Quando as ondas sonoras atingem o tímpano, ele começa a vibrar e essas vibrações são transmitidas pelos ossículos para a caixa timpânica e, posteriormente, para o ouvido interno. 

O ouvido interno é composto pela cóclea, que é responsável pela audição, e pelo sistema vestibular, que é responsável pelo equilíbrio do corpo. A cóclea é um órgão em forma de caracol que contém células ciliadas que transformam as vibrações sonoras em sinais elétricos que são enviados para o cérebro. O sistema vestibular é composto por três canais semicirculares que contêm líquido e pequenos cristais de cálcio que detectam a posição da cabeça em relação à gravidade e à aceleração.

Fonte: Netter, 2019.

O que causa dor no ouvido?

A otalgia pode ser causada por diversas condições médicas que afetam o ouvido e as estruturas adjacentes. Algumas das principais causas da dor de ouvido incluem: 

  • Infecções de ouvido
  • Inflamação do canal auditivo externo
  • Alergias e sinusites
  • Problemas dentários

Infecções de ouvido

A otite média aguda é uma infecção do ouvido médio, que é a região do ouvido localizada atrás do tímpano. Essa condição é mais comum em crianças, mas também pode afetar adultos. 

A OMA é geralmente causada por bactérias, como:

  • Streptococcus pneumoniae
  • Haemophilus influenzae
  • Moraxella catarrhalis

Os principais sintomas da otite média aguda incluem otalgia, febre e hipoacusia. Em crianças pequenas, pode haver irritabilidade.

Inflamação do canal auditivo externo que causam dor no ouvido

A inflamação do canal auditivo externo, também conhecida como otite externa ou “ouvido de nadador”, é uma condição comum que afeta a parte externa do ouvido, incluindo o canal auditivo externo e o pavilhão auricular. 

Essa condição pode ser causada por diversas razões, incluindo:

  • Infecções bacterianas ou fúngicas
  • Alergias
  • Irritação devido a objetos estranhos no ouvido
  • Eczema 
  • Psoríase. 

Os principais sintomas da otite externa incluem otalgia, prurido, hiperemia e otorréia. Em casos graves, pode ocorrer hipoacusia.

Alergias e sinusite podem causar dor no ouvido?

Sim, alergias e sinusite podem causar dor no ouvido. Isso ocorre porque as alergias e sinusite podem afetar as vias aéreas superiores, incluindo as cavidades nasais e os seios paranasais, que estão localizados próximos ao ouvido. 

Quando essas áreas ficam inflamadas ou bloqueadas, pode ocorrer otalgia. Na sinusite, a inflamação dos seios paranasais pode levar ao bloqueio da tuba auditiva, causando uma sensação de pressão no ouvido, além de dor e desconforto. Além disso, a secreção nasal pode escorrer para a garganta e causar irritação na área, também levando à dor no ouvido. 

Já nas alergias, a inflamação dos seios paranasais pode ocorrer devido a uma resposta imunológica exagerada do corpo a substâncias como pólen, poeira ou pelos de animais. A inflamação pode causar a obstrução da tuba auditiva, levando à otalgia.

Problemas dentários

Problemas dentários podem causar otalgia devido à sua proximidade com o ouvido. Isso ocorre quando há infecção, inflamação ou lesão nos dentes ou nas gengivas, pois os nervos que estão próximos à região podem ser afetados. 

Por exemplo, a inflamação na região dos molares inferiores, próximo ao nervo auriculotemporal, pode causar dor no ouvido. A inflamação ou infecção na região do dente do siso também pode causar dor no ouvido, pois os nervos que inervam essa região são próximos ao ouvido.

Acidentes domésticos que podem causar dor no ouvido

Os acidentes domésticos podem ocorrer a qualquer momento e em qualquer lugar, e muitos deles podem causar dor no ouvido. Essa dor pode variar em intensidade e duração, dependendo do tipo e gravidade do acidente. Os principais acidentes domésticos que podem resultar em dor no ouvido, são: 

  • Lesão na orelha 
  • Queimaduras
  • Inserção de objetos estranhos no ouvido
  • Quedas
  • Barotrauma

Lesões na orelha

Cortes ou ferimentos na orelha, como arranhões ou lacerações, podem causar dor no ouvido. Se a lesão afetar o canal auditivo, pode ocorrer dor, coceira ou sensação de queimação no ouvido. 

É importante procurar atendimento médico imediato para evitar infecções e outras complicações. 

Queimaduras 

Queimaduras na pele ao redor do ouvido ou dentro do canal auditivo podem causar dor intensa no ouvido. Isso pode ocorrer quando a pessoa utiliza cotonetes, fósforos ou outros objetos que possam causar queimaduras. 

É importante nunca colocar nada dentro do ouvido, pois isso pode resultar em danos permanentes e infecções. 

Inserção de objetos estranhos no ouvido

Crianças pequenas às vezes colocam objetos pequenos, como botões ou contas, nos ouvidos. Isso pode causar dor e infecção no ouvido. 

É importante manter objetos pequenos fora do alcance das crianças e nunca deixá-las brincar com objetos que possam ser engolidos ou colocados nos ouvidos. 

Quedas

Quedas podem resultar em lesões na cabeça ou na face, incluindo lesões no ouvido que podem causar dor. 

Mesmo quedas aparentemente leves podem causar danos no ouvido, portanto, é importante procurar atendimento médico se houver dor no ouvido após uma queda. 

Barotrauma 

A mudança rápida de altitude, como durante uma viagem de avião, pode causar dor no ouvido devido a uma pressão desigual dentro e fora do ouvido. 

Isso pode resultar em lesões no ouvido médio ou externo. É importante tentar aliviar a pressão engolindo ou bocejando e procurar atendimento médico se a dor persistir.

Como diagnosticar dor no ouvido na emergência?

O diagnóstico da dor no ouvido começa com uma avaliação clínica do paciente, incluindo histórico médico completo e exame físico do ouvido. Durante o exame físico, o médico deve observar a:

  • Aparência do ouvido externo
  • Examinar o canal auditivo com um otoscópio 
  • Avaliar a mobilidade do tímpano. 

Também pode ser realizado um teste de audição para avaliar a perda auditiva. Em alguns casos, podem ser necessários exames complementares, como a tomografia computadorizada (TC) ou a ressonância magnética (RM). Esses exames são utilziados para avaliar as estruturas internas do ouvido e identificar possíveis causas da dor no ouvido, como infecções, inflamações, tumores ou lesões.

Tratamento

O tratamento da otalgia na emergência depende da causa subjacente da dor no ouvido. Se a dor no ouvido for causada por uma infecção do ouvido, o tratamento pode incluir antibióticos, analgésicos e anti-inflamatórios para aliviar a dor e a inflamação. Em casos mais graves, pode ser necessária a drenagem do pus ou líquido acumulado no ouvido. 

Caso a otalgia seja causada por uma inflamação do canal auditivo externo (otite externa), o tratamento pode incluir gotas otológicas com antibióticos ou anti-inflamatórios. Além de analgésicos para aliviar a dor. 

Se a dor no ouvido for causada por uma obstrução do canal auditivo por um objeto estranho, o tratamento pode incluir a remoção cuidadosa do objeto para aliviar a dor. Em casos de dor no ouvido intensa e persistente, pode ser necessário o uso de analgésicos mais potentes e até mesmo procedimentos invasivos, como a colocação de um tubo de ventilação (timpanostomia) para aliviar a dor e reduzir a pressão dentro do ouvido.

Aprenda a fazer todos os diagnósticos na emergência!

Se você está procurando um guia prático e abrangente para ajudá-lo a entender e diagnosticar as principais doenças que são vistas na emergência, você precisa comprar o livro Yellowbook Fluxos e Condutas: Emergências.

Esse livro foi pensado para te ajudar a atuar na emergência com habilidade e sabendo tomar decisões rápidas e precisas. O Yellowbook Fluxos e Condutas: Emergências é a escolha perfeita para te ajudar a realizar a assistência sequencial e contínua diante do paciente. 

Com uma abordagem clara e acessível, esse livro apresenta as informações mais importantes sobre cada doença, incluindo:

  • Sinais e sintomas
  • Exames diagnósticos
  • Tratamentos 
  • Prognósticos. 

Além disso, o livro inclui casos clínicos reais para ajudá-lo a aplicar os conceitos aprendidos na prática. Com este livro em mãos, você terá uma fonte confiável e abrangente para ajudá-lo a enfrentar os desafios da prática médica diária. Não perca mais tempo e adquira já o seu exemplar!

Referência bibliográfica

  • NETTER, Frank H. Atlas de anatomia humana. 7ª RIO DE JANEIRO: Elsevier, 2019.
  • ROSENTHAL, R. A.; CUMMINGS, C. W. Otolaryngology-Head and Neck Surgery. 5th ed. Philadelphia: Mosby, 2010.
  • SILVA, A. C. C. da. Avaliação da dor otológica. Dissertação (Mestrado) – Universidade de São Paulo, São Paulo, 2019.

Sugestão de leitura complementar