Colunistas

Exame de papanicolau em pacientes histerectomizadas | Colunistas

Exame de papanicolau em pacientes histerectomizadas | Colunistas

Compartilhar

Maria Paula Ruback

6 min há 116 dias

Exame Papanicolau, Histerectomia, Câncer uterino

O exame citopatológico (exame de papanicolau) consiste em um método simples, indolor, rápido e de baixo custo capaz de detectar alterações da cérvice uterina, a partir da descamação de células do epitélio. É o método mais adequado para o rastreamento do câncer uterino.

A histerectomia é a segunda cirurgia de maior prevalência entre as mulheres em idade reprodutiva, sendo superada apenas pela cesárea.

Levando em consideração a importância destes procedimentos, o objetivo do texto é levar a você, leitor, o conhecimento sobre a realização do exame preventivo em mulheres histerectomizadas!

O colo do útero

O útero é um órgão do aparelho reprodutor feminino. Anatomicamente está localizado no abdome inferior, por trás da bexiga e na frente do reto e é dividido em corpo e colo. Sendo o colo a porção inferior do útero, localizado dentro do canal vaginal.

O colo do útero apresenta uma parte interna, o canal cervical ou endocérvice, que é revestido por uma camada única de células cilíndricas produtoras de muco – epitélio colunar simples. A ectocérvice, parte externa que possui contato com a vagina, é revestida por um tecido de várias camadas de células planas – epitélio escamoso e estratificado.

Figura 1. Anatomia do Aparelho Reprodutor Feminino
Fonte: http://189.28.128.100/dab/docs/portaldab/publicacoes/cab13.pdf

Câncer do colo do útero

O câncer do colo do útero é caracterizado pela replicação desordenada do epitélio de revestimento do órgão, comprometendo o tecido subjacente e podendo invadir estruturas e órgãos contíguos ou a distância.

As duas principais categorias de carcinomas invasores do colo do útero dependem da origem do epitélio comprometido. Sendo elas, o carcinoma epidermoide, que acomete o epitélio escamoso (representa cerca de 80% dos casos), e o adenocarcinoma, tipo mais raro e que acomete o epitélio glandular.

Exame de Papanicolau

Sendo a realização periódica do exame citopatológico a estratégia mais eficaz para o rastreamento do câncer do colo do útero e a diminuição dos números de casos e de mortalidade, a Atenção Básica tem como objetivo atingir uma alta cobertura da população alvo.

O exame deve ser oferecido às mulheres ou qualquer pessoa com colo do útero, com idade entre 25 e 64 anos e que já tiveram atividade sexual. Isso pode incluir homens trans e pessoas não binárias designadas mulher ao nascer.

A coleta do material deve ser realizada na ectocérvice e na endocérvice em lâmina única. Para coleta na ectocérvice utiliza-se espátula de Ayre, fazendo uma raspagem em movimento rotativo de 360° em torno de todo o orifício cervical, para que toda superfície do colo seja raspada e representada na lâmina, procurando exercer uma pressão firme, mas delicada, sem agredir o colo, para não prejudicar a qualidade da amostra.

Para coleta na endocérvice, utilizar a escova endocervical. Recolher o material introduzindo a escova endocervical e fazer um movimento giratório de 360°, percorrendo todo o contorno do orifício cervical.

Histerectomia

Consiste na retirada cirúrgica do útero, podendo ser classificado em:

· Histerectomia total: retirada do útero e do colo do útero;

· Histerectomia supracervical ou subtotal: o útero é removido e o colo é preservado;

· Histerectomia radical: retirada do útero na sua totalidade e também os ligamentos que envolvem o útero e a porção superior da vagina.

As indicações mais comuns são:

  • Hiperplasia endometrial;
  • Câncer de útero;
  • Câncer cervical ou displasia do cérvix;
  • Dor pélvica crônica;
  • Prolapso uterino;
  • Fibromioma uterino;
  • Sangramento incontrolável;
  • Cirurgia de adequação sexual;
  • Placenta percreta.
Figura 2. Mapa mental: Histerectomia
Fonte: https://www.sanarmed.com/resumo-de-histerectomia-ligas

Pacientes submetidas à histerectomia supracervical ou subtotal devem realizar o preventivo?

O exame preventivo de câncer de colo do útero, como o próprio nome já informa, é realizado com o intuito de detectar lesões pré-cancerosas ou câncer de colo do útero. Sendo assim, mulheres que realizaram histerectomia parcial (retirada do corpo do útero, com permanência do colo do útero) necessitam realizar o exame papanicolau rotineiramente como indicado pelo Ministério da Saúde.

Pacientes submetidas à histerectomia total devem realizar o preventivo?  

Por outro lado, não devem ser incluídas no rastreamento as mulheres submetidas à histerectomia total por outras razões sem ser o câncer do colo do útero. Sendo assim, descartadas as que possuem exames anteriores normais, não possuindo história prévia de diagnóstico ou tratamento de lesões cervicais de alto grau.

O exame é indicado apenas em casos de histerectomia por lesão precursora, câncer do colo do útero ou falta de confiabilidade das informações transmitidas por parte da paciente. Devendo a coleta ser realizada no canal vaginal.

Conclusão

Conclui-se que existem casos em que mulheres histerectomizadas necessitam continuar realizando o exame preventivo, sendo necessário que médicos e enfermeiros de Unidades de Saúde (UBS) saibam as indicações corretas de sua realização.

Autora: Maria Paula Ruback Bringel Chaves

Instagram: @mpruback

O texto acima é de total responsabilidade do autor e não representa a visão da sanar sobre o assunto

Gostou do artigo? Quer ter o seu artigo no Sanarmed também? Clique no botão abaixo e participe

Referências:

  1. Ministério da Saúde – Instituto Nacional do Câncer. Diretrizes Brasileiras para o Rastreamento do Câncer de Colo do Útero. 2a Edição. 2016: https://www.inca.gov.br/sites/ufu.sti.inca.local/files//media/document//diretrizesparaorastreamentodocancerdocolodoutero_2016_corrigido.pdf
  2. PERCEPÇÃO DE MULHERES HISTERECTOMIZADAS ACERCA DA IMPORTÂNCIA DA REALIZAÇÃO DO EXAME PAPANICOLAU PARA PREVENÇÃO DE DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS–DST́S – http://www.sistemasfacenern.com.br/repositorio/admin/acervo/6b3bd02f8c4ff2dfff810adfaa6f6046.pdf
  3. Humanidades e tecnologias (FINOM) http://revistas.icesp.br/index.php/FINOM_Humanidade_Tecnologia/article/view/1005/724

4.    BVS Atenção Primária em Saúde https://aps.bvs.br/aps/pacientes-submetidas-a-histerectomia-devem-realizar-o-preventivo-por-que/

  1. Sanarmed https://www.sanarmed.com/resumo-de-histerectomia-ligas
  2. Cadernos de Atencao Básica n13 http://189.28.128.100/dab/docs/portaldab/publicacoes/cab13.pdf
Compartilhe com seus amigos:
Política de Privacidade © Copyright, Todos os direitos reservados.