Outros

Interpretar ECG: dicas importantes

Interpretar ECG: dicas importantes

Compartilhar

Sanar Cursos

4 min há 22 dias

Você sabe como interpretar ECG sem grandes dificuldades? A menos que você seja um especialista na área, é provável que a sua resposta seja não. Mas isso não precisa ficar assim, é possível aprender a interpretar o eletrocardiograma!

Entretanto, não é uma tarefa simples, e existe um motivo para muitos médicos e estudantes relatarem dificuldade. Assim, é importante ter foco e disciplina na hora de abordar o estudo do ECG.

Então separamos algumas dicas para te ajudar na hora de interpretar ECG!

Confira a configuração do eletrocardiógrafo e a posição do eletrodos antes de interpretar ECG

Antes de partir para interpretar o ECG em si, é muito importante fazer o possível para que o exame não seja alterado por erros na execução. Portanto, todos os médicos que vão realizar um ECG precisam ter noção de como configurar o eletrocardiógrafo.

Uma configuração equivocada pode gerar resultados deturpados, e atrasar ou atrapalhar o processo diagnóstico. Além disso, é importante conferir se os eletrodos estão posicionados corretamente. Nesse sentido, um eletrodo no lugar errado, ou que não esteja bem aderido, também pode gerar uma interferência no resultado do exame.

Veja qual o posicionamento correto dos eletrodos do ECG nesse outro post.

Domine o ECG normal

A interpretação de qualquer exame sempre vai demandar um conhecimento de referência. Não adianta querer procurar anormalidades em um ECG sem antes conhecer o ECG normal.

Por isso, nunca menospreze o básico, tanto de ECG quanto de qualquer outro exame ou assunto. Sem conhecer as bases e fundamentos do exame, bem como o seu resultado mais comum, que é sem alterações, você jamais terá propriedade para interpretar um ECG.

Assim, não pule etapas e concentre-se em aprender o exame normal, sem supra ou infradesnivelamento, com ritmo sinusal e sem qualquer outro achado ou artefato.

Interpretar ECG exige estudo prévio

Antes de chegar na sala de emergência tentando interpretar o primeiro ECG que vier pela frente, é preciso estar bem preparado. O eletrocardiograma é um exame muito importante para a prática clínica, e por isso deve ter uma atenção redobrada desde sempre.

Além disso, esse exame costuma ser considerado pelos estudantes como um assunto muito difícil. Justamente por isso, o estudo deve ser intensificado, e direcionado para a forma correta de aprender. Não adianta ficar lendo e relendo aquele livro antigo de cardiologia se você não entende uma palavra.

Assim, o curso Sanar ECG foi pensado justamente para garantir, de uma vez por todas, que os estudantes de Medicina consigam dominar esse exame. Com aulas de diversos especialistas, liderados pelo Dr. José de Alencar, o curso te leva do básico ao avançado dentro desse exame. É a forma definitiva de se preparar para interpretar ECG.

Clique aqui e conheça o Sanar ECG!

Treine, treine e treine!

Essa dica é simples, mas muito importante. Nada de esquecer de colocar todos os conhecimentos que você estudou em prática! Não adianta estudar apenas a teoria se você não pegar vários ECG’s para tentar laudar.

Ou seja, o 1º ECG que você tentar interpretar com certeza vai ser mais complicado do que o 50º. Assim, é bom começar a treinar o mais rápido possível. Procure bancos de exames, exemplos e casos clínicos para praticar o máximo que der.

Afinal, você não quer tentar laudar seus primeiros exames já na sala de emergência como médico formado, não é?


Você já conhece o Manual de ECG? O livro do Dr. José de Alencar possui metodologia diferenciada e com foco na prática. Assim, ele te conduz desde os primeiros fundamentos, para garantir que você vai saber interpretar ECG como um verdadeiro especialista.

Manual de ECG

Clique aqui e saiba mais sobre o Manual de ECG!

Compartilhe com seus amigos:
Política de Privacidade. © Copyright, Todos os direitos reservados.