Gratuito: 40 Casos Clínicos de Medicina | Revista SanarMed

Gratuito: 40 Casos Clínicos de Medicina | Revista SanarMed

Índice
Índice
Comunidade Sanarmed
3 min118 days ago

A revista 40 Casos Clínicos Resumidos foi desenvolvido pela comunidade de ligas acadêmicas da Sanar, que já conta atualmente com mais de 30 ligas parceiras de todo o Brasil e já impactaram mais de 200 mil pessoas esse ano.

Essa ferramenta foi pensada para ser uma ferramenta para que você coloque em prática os conhecimentos adquiridos na teoria, além de desenvolver o raciocínio clínico e a capacidade de fazer diagnóstico diferencial para rever temas das diversas áreas da medicina.

Para isso, os casos são apresentados de forma mais direta e com três tópicos de discussão para que o leitor possa ter um panorama rápido sobre o caso apresentado. Aproveitem esse presente entregue pelas ligas parceiras da Sanar para a comunidade médica.

Confira um trecho do primeiro caso clínico abaixo:

APRESENTAÇÃO DO CASO CLÍNICO

Paciente do sexo masculino, 62 anos, pardo, aposentado, hipertenso controlado, obeso, ex-tabagista (50 anos/maço), apresentou dispneia progressiva há dez meses e síncope há 1 mês. O quadro de dispneia iniciou-se aos moderados esforços, evoluindo com piora nos últimos três meses, impossibilitando a realização de atividades rotineiras como tomar banho, pentear os cabelos e se vestir, associado a edema de membros inferiores (2+/4+), fraqueza, palidez e dor em região costal.

Além disso, foi diagnosticado recentemente com síndrome do túnel do carpo e apresenta “dor cansada” em região lombar e membros inferiores, fazendo uso de analgésicos comuns quando necessário, porém atribui este sintoma à idade avançada.

Exame físico:

Lúcido e orientado no tempo e no espaço, hipocorado, ausculta cardíaca com bulhas hipofonéticas, ausculta respiratória com murmúrio vesicular diminuído bilateralmente em bases, turgência jugular e fígado a quatro centímetros do rebordo costal.

Exames laboratoriais:

Hemoglobina de 6,7 g/dL, hematócrito de 20,7%, VCM 88 fL, HCM 31 g/dL, morfologia eritrocitária evidenciando formação de hemácias em Rouleaux, leucócitos: 4.900, creatinina = 2 mg/dL, Radiografia tórax: área cardíaca normal, derrame pleural bilateral. Eletrocardiograma: ritmo sinusal, de baixa amplitude, com distúrbio de condução do ramo direito, discreta progressão da onda R nas derivações precordiais, ecocardiograma: Aumento discreto dos átrios, função sistólica do ventrículo esquerdo (FEVE): 48% e disfunção diastólica tipo III (padrão restritivo).

Questões para orientar a discussão

  1. Quais informações do caso sugerem que o paciente tenha mieloma múltiplo?
  2. Em que consiste essa doença?
  3. Quais exames adicionais poderiam nos ajudar com a elucidação do diagnóstico?

Quer fazer parte de nossa comunidade? Clique aqui e saiba como!

Compartilhe com seus amigos:
Tire 10 nas provas da faculdade

Estude com as melhores aulas de professores padrão USP onde você estiver no SanarFlix.

Vídeo-aulas

Fluxogramas

Mapas mentais

Resumos

Questões comentadas

Cancele quando quiser

Seja aprovado na Residência

Paciente do sexo feminino, 65 anos, com nódulo na tireoide identificado em exame físico, com 2,0 cm de diâmetro, endurecido, em lobo esquerdo. Realizada ultrassonografia da glândula tireoide, caracterizando nódulo sólido de 2,0 cm em lobo esquerdo e nódulo de 1 cm no lobo direito, e com laudo final de "bócio multinodular". A melhor conduta seria:

A
observação clínica.
B
tratamento com tiroxina em doses supressivas.
C
tomografia computadorizada para confirmar multinodularidade.
D
exame citológico de material obtido por punção biópsia aspirativa por agulha fina.
E
radioiodoterapia.
Termos de Uso | Política de Privacidade. © Copyright, Todos os direitos reservados.