Coronavírus

COVID-19 com sintomas gastrointestinais?

COVID-19 com sintomas gastrointestinais?

Compartilhar

Sanar Medicina

3 min há 551 dias

A pergunta sobre os sintomas gastrointestinais na Covid-19 foi motivada pelos autores do artigo intitulado “Can COVID-19 present unusual GI symptoms?”.

Algumas semanas antes da explosão de casos da COVID-19, os autores perceberam um aumento de 20% na clínica de gastroenterologia que atendiam. Os pacientes apresentavam sintomas variados, incluindo dor epigástrica, constipação, diarreia, náusea, vômitos, dor muscular e melena. Estes pacientes não responderam à terapia usual para estas condições.

Devido à falta de resposta terapêutica, os autores foram levados a pesquisar mais profundamente a condição clínica destes pacientes, realizando exames laboratoriais e de imagens, como tomografia computadorizada de abdome e pelve, endoscopia e colonoscopia. A maioria dos pacientes tiveram os testes laboratoriais, endoscopia e colonoscopia normais. Porém, na tomografia de abdome/pelve, foram notados alguns achados anormais. Devido ao surto de COVID-19 no local, os autores foram levados a suspeitar de infecção pelo SARS-CoV-2.

Com o objetivo de realizar investigação mais acurada, realizaram tomografia computadorizada de tórax e teste RT-PCR para SARS-CoV-2. Foram surpreendidos com o resultado: TODOS os pacientes com sintomas gastrointestinais testaram positivo para o novo coronavírus.

A tomografia de tórax também havia mostrado diversas alterações decorrentes de acometimento pulmonar. Nenhum paciente apresentou sintoma respiratório, não houve desfecho de óbito, e a recuperação se deu entre 2-3 dias, sem uso de qualquer medicação. Baseado neste acontecimento, os autores acreditam haver um espectro clínico da COVID-19 que se manifesta através de sintomas incomuns e gastrointestinais.

Os autores propõem que haja investigações para definir se existe um acometimento gastrointestinal na COVID-19 que antecede o acometimento pulmonar. A resposta à esta pergunta poderá ajudar os médicos a oferecerem melhor cuidado aos pacientes com COVID-19 antes do acometimento pulmonar acontecer.

Todo médico deve estar ciente dos sintomas não usuais que a COVID-19 pode apresentar. O conhecimento destes sintomas não usuais pode ajuda-los a detectar mais precocemente um paciente SARS-CoV-2 positivo, oferecer melhor tratamento, e iniciar medidas de isolamento, evitando de forma precoce o contágio de outros indivíduos.

Confira o vídeo:

Leia mais artigos científicos sobre a Covid-19

Confira também esses temas relacionados:


Compartilhe com seus amigos:
Política de Privacidade © Copyright, Todos os direitos reservados.