Especialidades

Dermatologia: melhores Residências, duração, concorrência, salário e mais!

Dermatologia: melhores Residências, duração, concorrência, salário e mais!

Índice

A Dermatologia é a especialidade responsável por cuidar do maior órgão humano, a pele. O profissional especializado em Dermatologia é responsável por cuidar não somente da pele, mas também diagnosticar e oferecer tratamento a problemas relacionados às unhas e cabelos. 

A especialidade também abrange toda a área de Dermatologia clínica e cirúrgica. Além disso, o profissional dermatologista pode seguir para Cosmiatria, área voltada para o tratamento de beleza e alterações estéticas da pele. 

Por último, mas não menos importante, o dermatologista ainda pode atuar na área de dermatovenereologia. O que significa que é possível tratar de alguns aspectos de doenças sexualmente transmissíveis, que afetam órgãos exteriores do corpo.

Residência Médica em Dermatologia - Sanar Medicina

O histórico da Dermatologia

Há relatos de cuidados da pele, tanto por problemas cutâneos quanto por estética, desde a Antiguidade. A Dermatologia como é conhecida hoje, teve seus primeiros indícios na Europa do século XVI, quando problemas cutâneos passaram a ser definidos e categorizados. 

A Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) foi fundada em 1912. Hoje ela representa a segunda maior sociedade da área do mundo, ficando atrás apenas da Academia Americana de Dermatologia (AAD). 

Apesar de um alto número de dermatologistas no país, o Brasil ainda possui uma distribuição bastante irregular, concentrando a maior parte dos profissionais nas regiões metropolitanas. A SBD vem crescendo anualmente, cerca de 6% a 8%, o que significa uma média de 450 novos sócios por ano. 

O especialista em Dermatologia e a sua rotina

Para ser considerado um especialista em Dermatologia, o médico precisa passar por três anos de Residência Médica na área. Além disso, o especialista recebe o título após aprovação do exame teórico-prático elaborado pela instituição escolhida. Para estar apto a realizar o exame, o médico precisa obrigatoriamente ter feito Residência ou estágio em instituição credenciada pela SDB ou comprovar seis anos de atividade em Dermatologia. 

O perfil do dermatologista

A Dermatologia é uma especialidade bastante visual. Isso significa que ter habilidade com esse tipo de memória pode afetar positivamente o médico que escolhe se especializar nesta área. Outras características costumam ser observadas em especialistas dermatológicos. Veja alguns exemplos:

  • Atenção aos detalhes
  • Perfeccionismo
  • Minúcia
  • Facilidade com procedimentos cirúrgicos delicados
  • Relação interpessoal com o paciente
  • Sensibilidade

Todas essas características são observadas com frequência no profissional de Dermatologia, o que não significa que estas não possam ser aprendidas ao longo da Residência. 

É importante observar essas características, pois muitas vezes o dermatologista precisará lidar com situações desconfortáveis, com autoestima de pacientes e até mesmo com problemas psicológicos, causados por pressão estética. Ter sensibilidade diante a casos que afetam a autoestima do paciente requer habilidades que só podem ser aprendidas com experiências clínicas.

A rotina na dermatologia

A rotina do especialista em Dermatologia é basicamente em atendimento ambulatorial. Se separamos por maior índice de busca, as consultas podem ser divididas na seguinte ordem decrescente:

  • Acne (14%)
  • Micoses superficiais (8,7%)
  • Transtornos da pigmentação (8,4%)
  • Ceratose actínica – mancha escamosa causada pelo sol (5,1%)

A hanseníase, que voltou a chamar a atenção com novos casos em 2016, fica na vigésima posição, com menos de 1% de incidência das consultas. 

O tratamento dessas dermatoses mais frequentes faz parte do cotidiano do especialista em Dermatologia. Também faz parte de suas funções a prevenção, o tratamento e a avaliação minuciosa de pacientes, para detectar problemas originais da pele causados por fatores externos, internos e pelo sol.

Pocedimentos cirúrgicos ambulatoriais

Também podem ser de responsabilidade do dermatologista, procedimentos cirúrgicos ambulatoriais, como:

  • biópsias cutâneas
  • cauterizações
  • crioterapias
  • exéreses de lesões neoplásticas pequenas
  • quimioesfoliações
  • procedimentos estéticos de preenchimento

Mercado de trabalho e remuneração

O especialista em Dermatologia pode se vincular a hospitais e instituições de ensino através de concursos públicos ou indicações. No primeiro caso, os profissionais acabam lidando com emergências ou consultas em geral, já no segundo, podem servir como formação para graduações ou desenvolvimento de pesquisas e assistência de doenças mais complexas. 

Por ter uma rotina ambulatorial, o dermatologista tem a possibilidade de fazer seu próprio horário de atendimento. O dermatologista ainda pode atender a domicílio ou em hospitais, mesmo que exerça apenas atividades ambulatoriais. 

O Ministério da Saúde indica que haja um dermatologista para cada 80 mil habitantes, dentro do Sistema Único de Saúde (SUS). Como dito anteriormente, a maior concentração de especialistas da área Dermatológica se concentram nas regiões metropolitanas do país. Isso faz com que as regiões Norte e Nordeste sejam boas oportunidades de crescimento.  

Quanto ganha um dermatologista?

A remuneração do especialista em Dermatologia pode variar bastante, dependendo de fatores como região de atuação, local de trabalho e instituições conveniadas. Apesar de pouco frequentes, concursos públicos costumam pagar entre 2 mil e 4 mil reais por 20 horas semanais. 

Para quem está ingressando na carreira de dermatologista, é normal iniciar por atendimento em clínicas de conhecidos ou familiares. Nesses casos, parte do rendimento por consulta é repassado ao dono da clínica ou pode-se cobrar uma taxa de aluguel de consultório. 

A dermatologia é ainda uma das áreas com remuneração mais alta do país. Um levantamento do Site Nacional de Empregos (Sine) indica que a remuneração média de um dermatologista estabelecido, varia entre R$ 4.500 e R$ 18.500, dependendo do tempo de experiência e local de atuação.

Em 2013, o preço médio de uma consulta indicada por pesquisa, variava entre R$ 150,00 e R$ 200,00, levando em consideração diferentes regiões do país.

A Residência Médica em Dermatologia

A Residência em Dermatologia é de acesso direto, ou seja, não há necessidade de concluir uma residência prévia, como Clínica Médica, por exemplo. Ela consiste em três anos de treinamento em serviço, sendo o primeiro ano mais voltado para formação básica em clínica médica. 

Os programas de Residência em Dermatologia podem variar de acordo com a Instituição, mas no geral seguem a seguinte disposição:

  • 1 ano de Clínica Médica
  • 2 anos de programa específico, que abrange unidade de internação, ambulatório, alergia e imunologia, dermatologia sanitária, infectologia, estágios opcionais, entre outros.

Por conta da complexidade da área e das diferentes formas de atuação, a especialização em Dermatologia pode oferecer uma grade extensa de possibilidades a quem deseja seguir esta área. 

Links relacionados:

Confira o vídeo:

Política de Privacidade © Copyright, Todos os direitos reservados.