Residência Médica

Residência Médica na UFES (Universidade Federal do Espírito Santo)

Residência Médica na UFES (Universidade Federal do Espírito Santo)

Compartilhar
Imagem de perfil de Sanar Residência Médica

Saiu o edital de residência médica na UFES 2022/23. Acesse e saiba tudo sobre o edital, número de vagas e muito!

A residência médica da UFES (Universidade Federal do Espírito Santo) é uma das mais importantes do país. Isso porque o Hospital Universitário Cassiano Antonio Moraes (Hucam), onde os programas são desenvolvidos, é um importante centro de formação e atendimento a usuários do Sistema Único de Saúde.

Um detalhe interessante da prova da UFES é que estudante de medicina pode se inscrever como treneiro. Uma forma de já ir se adaptando ao processo seletivo de residência médica.

História da Instituição

O curso de Residência Médica da UFES é oferecido pelo Centro de Ciências da Saúde (CCS/UFES). Ele é desenvolvido no Hospital Universitário Cassiano Antonio Moraes (HUCAM). O programa já formou mais de mil médicos residentes em 20 especialidades e cinco áreas de atuação.

Residência Médica foi normatizada no Brasil apenas em 1981, por meio da Lei nº 6.932/1981. Apesar disso, desde 1967, a unidade já oferecia este serviço, quando serviu de campo de estágio para estudantes de Medicina.

A estrutura do HUCAM

Atualmente o HUCAM é gerido pela Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH) e possui em sua estrutura:

  • 129 consultórios;
  • 277 leitos;
  • 2 centros cirúrgicos, sendo um de cirurgia geral com dez salas e outro de cirurgia obstétrica, com três.

Os médicos residentes em formação no HUCAM poderão atender pacientes de Vitória, capital do estado, como também de municípios vizinhos, como Serra, Cariacica, Viana, Guarapari, Vila Velha e Fundão. A unidade também recebe pacientes do sul da Bahia e do leste de Minas Gerais.

Referência nacional

Uma característica importante do HUCAM é ser referência no atendimento de média e alta complexidades. Entre os destaques, temos:

  • Diagnóstico e tratamento de AIDS e Tuberculose Multirresistente;
  • Transplante Renal;
  • Cirurgia Geral e Cardíaca;
  • Maternidade de Alto Risco;
  • Terapia Intensiva Neonatal e Adulto
  • e Hemodinâmica.

Alguns programas do Hucam também são referência nacional. Alguns deles são:

  • Atenção à Saúde da Mulher;
  • Para Banco de Leite;
  • Para portadores de AIDS;
  • Dependentes químicos e vítimas de violência sexual;
  • Além de realização de cirurgias bariátricas e de mudança de sexo.

O que preciso saber sobre o processo seletivo?

O processo seletivo da Residência Médica na UFES é composto por duas etapas. A primeira é prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório. Já a segunda é prova prática e análise curricular, ambas de caráter classificatório. 

Todas as etapas acontecem na cidade de Vitória, capital do Espírito Santo. No dia da prova objetiva, os candidatos deverão fazer também a prova prática. Além disso, devem entregar os documentos necessários para a análise curricular. 

Para as vagas de Residência Médica de acesso direto, as provas contemplarão as áreas básicas de conhecimento em Medicina. Teremos assuntos da Clínica Médica, Cirurgia Geral, Pediatria, Ginecologia e Obstetrícia e Medicina Social. Já para os programas que exigem pré-requisito, em área de atuação ou para anos adicionais, as provas contemplarão exclusivamente assuntos referentes ao pré-requisito.

Primeira etapa da Residência Médica na UFES

A prova objetiva é uma prova de múltipla escolha e tem peso de 50%.

A prova dos candidatos dos programas de Residência Médica de acesso direto, terá 50 questões. É disponibilizado até duas horas para respondê-las.

Já a prova dos candidatos dos programas com pré-requisito, de área de atuação e de anos adicionais, terá 25 questões. Estes terão uma hora para concluir essa etapa. 

Segunda etapa da Residência Médica na UFES

Prova prática: Essa etapa tem peso de 40% e é aplicada a todos os candidatos no mesmo dia da prova objetiva. No entanto, só serão corrigidas as provas daqueles que se classificarem na prova objetiva em colocação até três vezes o número de vagas disponíveis no programa escolhido. Há acrescimos de candidatos que fazem jus à pontuação extra referentes ao PROVAB.

Esta prova é composta de questões dissertativas, com componente de
avaliação de situações clinicas e/ou cirúrgicas vivenciadas em treinamentos práticos. Os assuntos obedecem as áreas de conhecimento da prova objetiva.

O tempo mínimo e máximo de resposta da prova pode variar a cada processo de seleção. No entanto, a somatória do tempo das provas objetiva e prática não ultrapassa 3 horas. As questões são dissertativas com componente de avaliação de situações clínicas e/ou cirúrgicas vivenciadas em treinamentos práticos.

Análise curricular: Nessa etapa são avaliados apenas os currículos dos candidatos que estiverem nas mesmas condições do paragráfo anterior. Apesar disso, todos os candidatos deverão entregar seus documentos ao fiscal, no formato estabelecido pela instituição de ensino, no dia da prova objetiva. A análise curricular tem peso de 10%. 

Formato Curricular Estabelecido

O corrículo a ser entregue a fiscal deve seguir o seguinte modelo:

  • Ser entregue encadernado em espiral;
  • A primeira página deve conter, apenas, a seguinte identificação: nome do candidato, número da inscrição e a especialidade inscrita no Concurso;
  • A segunda página deverá conter a folha de pontuação do currículo que está disponível no anexo I sem preenchimento. De anexar ainda cópias dos documentos que comprovam as pontuações de análise do curriculo. As informações estão disponíveis no item “Documentos a serem anexados e suas respectivas pontuações”;
  • A última página deve conter a folha de pontuação do currículo.

O que é preciso para ser aprovado(a) na residência?

Caso o candidato fique entre os três vezes o número de vagas disponíveis, ele terá a sua prova prática corrigida.

Na prova prática, serão eliminados do processo seletivo os candidatos que não acertarem cinquenta por cento (50%) da média entre as três (03) maiores notas da prova prática ao qual o candidato realizou.

Nota de corte do processo seletivo 2021/2022 de residência médica na UFES

A nota de corte do último colocado em cada especialidade do processo seletivo da residência média na UFES em 2021/2022 pode ser observado na tabela abaixo:

Quais são os assuntos mais cobrados na prova de residência médica na UFES?

A Sanar Residência separou os assuntos mais cobrados nas provas de residência médica na UFES para você:

  • Estudos Epidemiológicos;
  • Atenção primária;
  • Ferramentas da atenção primária;
  • Medicina da família e comunidade;
  • HPV e Câncer de colo uterino;
  • História do SUS e leis orgânicas da saúde;
  • Infecção por vírus respiratórios;
  • Assistência pré-natal;
  • Planejamento Familiar;
  • Puericultura.

Cronograma do processo seletivo

O edital foi lançado no dia 05/08/2022. Confira abaixo as principais datas do concurso:

  • Publicação do edital: 05/08/2022;
  • Período de inscrições: 22/08/2022 a 14/09/2022;
  • Taxa de inscrição: R$500,00
  • Solicitação de Isenção: 22/08/2022 a 24/08/2022;
  • Resultado dos pedidos de isenção da taxa de inscrição: 31/08/2022;
  • Período de pagamento do boleto: 22/08/2022 a 15/09/2022;
  • Divulgação do resultado candidato/vaga: 30/09/2022
  • Divulgação dos locais da provas: 07/12/2022
  • Data da Prova: 11/12/2022 – início às 08h
  • Gabarito Preliminar: 11/12/2022 – após as 14h
  • Recursos contra o gabarito preliminar: 12/12/2022 até 16h do dia 13/12/2022;
  • Divulgação do resultado oficial da 1ª fase: 23/12/2022;
  • Divulgação do resultado final do processo seletivo: 20/01/2023
  • Matrícula: 02/02/23 e 03/02/2023.

As inscrições para o processo seletivo  serão realizadas, no período determinado no cronograma, exclusivamente via internet, no site da Residência em Saúde UFES.

 Contatos

  • Email: concurso.residenciaufes@gmail.com

Edital de residência médica da UFES 2023: confira todas as vagas oferecidas para cada especialidade

UFES em 2023 ofertará 104 vagas para os programas de residência médica. Elas estão destribuídas em especialidades de acesso direto e com pré-requisito. E temos ainda áreas de atuação e o ano ocupacional.

Vagas por especialidade de acesso direto:

Vagas para áreas com necessidade de pré-requisito

Áreas de atuação e ano ocupacional:

Como foi o último processo seletivo?

No processo seletivo de 2021/2022 as seguintes vagas foram ofertadas:

  • 47 vagas para especialidades de acesso direto;
  • 21 vagas para especialidades que necessitam de pré-requisito;
  • 6 vagas para áreas de atuação;
  • 1 vaga para ano ocupacional.

Ranking das especialidades mais concorridas

A relação candidato/vaga do processo seletivo de 2021/2022 mostrou que oftalmologia foi a especialidade mais concorrida. Em seguida temos dermatologia e anestesiologia.

O que esperar da residência na UFES

A vivência de Residência Médica na UFES não difere muito das demais instituições. A carga de trabalho é pesada, são 60 horas semanais de trabalho, plantão de até 24 horas. Além disso, estudos de casos e artigos fora do hospital.

Há possibilidade também de uma folga por semana, 30 dias de férias por ano e direito a bolsa auxílio no valor de R$ 3.330,43. Inclusive, a obrigatoriedade de apresentar uma monografia ao final do curso.

Por outro lado, a Residência Médica na UFES pode ser uma experiência positiva. Isso ocorre devido ao histórico da instituição e do reconhecimento nacional do Hospital Universitário Cassiano Antônio Moraes (Hucam) . São diversos programas de referência para você desenvolver habilidades técnicas e sociais para lidar com os usuários do sistema de saúde. Além disso, a estrutura física da unidade dimensiona que a educação em serviço característica da Residência Médica não fica só na teoria. 

Sugestão de leituras:

Referência:

Residência em Saúde UFES