Carreira em Medicina

As melhores residências em Neurologia

As melhores residências em Neurologia

Compartilhar
Imagem de perfil de Residência Médica

Estabelecer de forma definitiva quais as melhores residências em Neurologia é uma tarefa delicada. Afinal, no Brasil não há metodologia única que compare e analise todas as residências.

Dessa forma, ao longo desta publicação, apresentaremos um panorama geral da especialidade e as instituições que são referência quando pensamos em melhores residências em Neurologia.

Residência médica em neurologia

A residência médica em Neurologia tem duração de três anos e a forma de ingresso é por acesso direto, ou seja, basta ter registro de médico para ingressar em programas de residência médica credenciados pela Comissão Nacional de Residência Médica/Ministério da Educação (CNMR/MEC). Antigamente, a residência em Neurologia era feita somente após a formação em clínica médica. 

O primeiro ano é dedicado exclusivamente à clínica médica e os dois seguintes são focados na neurologia. 

Objetivo

Desenvolver a capacidade no atendimento de paciente com doenças neurológicas para tanto adquirir habilidades cognitivas, psicomotoras e afetivas voltados para o adequado atendimento do paciente.  

Organização

Todas as instituições que oferecem vagas de residência seguem a seguinte divisão em suas atividades:

Primeiro ano (R1)

  • ambulatório de clínica médica;
  • enfermarias de clínica médica;
  • unidades de terapia intensiva;
  • serviços de urgência;
  • unidade básica de saúde;
  • plantões semanais em serviços de urgência;
  • estágios opcionais.

Segundo e terceiro anos (R2 e R3)

  • unidade de internação;
  • ambulatório;
  • urgência e emergência;
  • estágios obrigatórios;
  • estágios opcionais;
  • instalações e equipamentos. 

Matriz de competências

A Comissão Nacional de Residência Médica (CNRM) aprovou a matriz de competências para a formação de especialistas em neurologia.

Ao término do primeiro ano – R1: 

  • O residente deverá ter o conhecimento de semiologia clínica e ética médica para realizar diagnóstico e tratamento das principais emergências e urgências clínicas em ambiente de pronto socorro, ambulatório, enfermaria e terapia intensiva, além de conhecimento das doenças de maior prevalência no âmbito da clínica médica, bem como enfermidades sistêmicas com interface com a Neurologia.

Ao término do segundo ano de treinamento – R2

  • O residente deverá ter domínio de neuroanatomia, neurofisiologia e semiologia neurológica para o diagnóstico sindrômico, topográfico, nosológico e etiológico, além de conhecimento verticalizado de urgências e emergências neurológicas, neurointensivismo, cefaleia, doenças cerebrovasculares, bem como noções de traumatismo craniano, traumatismo raquimedular, neuroimagem.

Ao término do terceiro ano de treinamento – R3

  • O residente deverá evoluir em suas competências a fim de melhor acurácia no diagnóstico sindrômico, topográfico, nosológico e etiológico, bem como aprofundar-se em algumas das principais subáreas do conhecimento da neurologia (cefaleia, epilepsia, doenças cerebrovasculares, doenças neuromusculares, neuroinfecção, transtornos do movimento, neuroimunologia, cognição e comportamento)

Subespecialidades

Segundo o Relatório de Demografia Médica de 2018, haviam as seguintes subespecialidades:

  • Dor – 01 ano
  • Hansenologia – 01 ano
  • Medicina do sono – 01 ano
  • Neurofisiologia clínica – 01 ano
  • Medicina paliativa – 01 ano
  • Neurologia pediátrica – 02 anos
  • Neurorradiologia – 01 ano

Academia Brasileira de Neurologia (ABN)

A Academia Brasileira de Neurologia (ABN) é a maior e mais importante associação dos neurologistas do Brasil. É uma sociedade civil, sem fins lucrativos, de duração indeterminada, congregadora dos que exercem e/ou cultivam a Neurologia e ciências afins no Brasil. Foi fundada na cidade do Rio de Janeiro em 5 de maio de 1962 e registrada no Primeiro Ofício de Registro de Títulos e Documentos da cidade de São Paulo.

Representa a Neurologia Brasileira na “World Federation of Neurology” e dirige a sessão de Neurologia da Associação Médica Brasileira, no Conselho das Especialidades. Tem como fundamento a promoção do desenvolvimento científico da Neurologia Brasileira.

Através de suas comissões, discute assuntos amplos, como a Residência Médica em Neurologia e Programas de Ensino da Neurologia a nível de Graduação e Pós-graduação, além de ser um foro de discussão científica e de assuntos relacionados às atividades profissionais do neurologista.

Promove o Congresso Brasileiro de Neurologia e apoia diversos outros de subespecialidades neurológicas organizados pelos respectivos Grupos de Trabalho.

Quanta instituições oferecem o programa nessa especialidade?

A escolha da residência médica é uma etapa fundamental na formação do médico. Sendo assim, o profissional deve pesquisar sobre as instituições que oferecem a especialidade escolhida e optar por aquelas que atendam as demandas pessoais para uma boa formação e suas necessidades.

No Brasil, segundo a ABN há aproximadamente 100 programas de residência médica sendo ofertados. São instituições de caráter federal, estadual, militar, privado ou filantrópico. 

Definir quais as melhores residências em Neurologia é uma tarefa delicada, uma vez que não há metodologia única que as compare e analise.

A lista completa você pode conferir no site da ABN: Residências Médicas e Especializações.

Como escolher a melhor instituição para fazer residência nessa especialidade?

A escolha da instituição para realizar a residência médica é um passo importante na carreira de um médico. Para escolher a instituição em que você realizará a residência médica, é importante levar em consideração vários fatores, como:

  • Reputação
  • Estrutura
  • Corpo docente
  • Proximidade
  • Remuneração
  • Condições de trabalho
  • Localização.

É importante ponderar cada um desses fatores para tomar a decisão mais adequada e que melhor atenda às suas necessidades e objetivos profissionais.

Melhores residências em Neurologia

Com base no Ranking de Excelência Newsweek de 2022, que é uma das mais qualificadas publicações dos Estados Unidos referente aos melhores hospitais de especialização no mundo, temos 3 hospitais brasileiros se destacando dentre os 100 melhores Departamentos de Neurologia do mundo. Confira quais são eles:

  1. Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo, em 22ª posição;
  2. Hospital Israelita Albert Einstein, 55ª;
  3. E o Hospital Sirio-Libanês, 79ª.

Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo

A residência médica em Neurologia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (HCFMUSP) é uma das mais concorridas e valorizadas do país, com uma tradição de excelência na formação de neurologistas de alta qualidade. Alguns dos diferenciais da residência em Neurologia do HCFMUSP incluem:

  1. Tradição e reconhecimento: o HCFMUSP é uma das instituições de saúde mais renomadas do Brasil e é referência em diversas áreas, incluindo a Neurologia.
  2. Estrutura e recursos: o HCFMUSP possui uma estrutura ampla e moderna, com equipamentos de alta tecnologia e uma equipe de profissionais altamente capacitados. Isso permite aos residentes uma formação completa, com a oportunidade de participar de procedimentos e tratamentos de alta complexidade.
  3. Variedade de casos: é referência em diversas áreas da saúde, recebendo pacientes de todo o país. Isso proporciona aos residentes em Neurologia a oportunidade de acompanhar e tratar uma grande variedade de casos, com diferentes níveis de complexidade e gravidade.
  4. Programa estruturado: a residência em Neurologia do HCFMUSP possui um programa estruturado, com uma grade curricular completa e uma equipe de preceptores altamente capacitados. Além disso, o programa é constantemente atualizado e adaptado para acompanhar as demandas do mercado e as evoluções da área.
  5. Networking e oportunidades de pesquisa: o HCFMUSP é um ambiente de alta produtividade científica, com diversos projetos de pesquisa em andamento e um grande número de publicações científicas. Isso proporciona aos residentes em Neurologia a oportunidade de participar de projetos de pesquisa e de estabelecer contatos profissionais valiosos para sua carreira.

Residência em Neurologia do Hospital Israelita Albert Einstein

A residência em Neurologia do Hospital Israelita Albert Einstein é uma das mais conceituadas do país, e apresenta diversos diferenciais que justificam a escolha por esse programa. Alguns dos principais diferenciais são:

  1. Infraestrutura e tecnologia: é considerado uma das instituições de saúde mais avançadas do país. Conta com uma infraestrutura moderna e tecnologia de ponta
  2. Equipe de profissionais altamente qualificados: a equipe de neurologistas e neurocirurgiões do hospital é altamente qualificada e experiente. Oferece uma orientação de alto nível para os residentes em Neurologia. Além disso, o hospital conta com uma equipe multidisciplinar.
  3. Grade curricular abrangente: grade curricular que inclui temas como neurologia clínica, neurofisiologia, neuroimagem, neurologia vascular e neuro-oncologia.
  4. Participação em pesquisas e projetos: o hospital possui um Centro de Pesquisa que realiza estudos clínicos e epidemiológicos em diversas áreas da medicina, incluindo a neurologia. Os residentes em Neurologia têm a oportunidade de participar desses projetos, contribuindo para o avanço do conhecimento na área.
  5. Programa de ensino continuado: oferece um programa de ensino continuado para os residentes, que inclui aulas, palestras, discussões de casos clínicos e workshops. Isso permite que os residentes se mantenham atualizados com as últimas novidades e avanços na área.

Hospital Sírio-Libanês

A Residência em Neurologia do Hospital Sírio-Libanês é reconhecida como um dos melhores programas de especialização na área de Neurologia do Brasil. Alguns dos diferenciais do programa são:

  1. Estrutura e Tecnologia: é uma das instituições de saúde mais modernas do país, oferecendo equipamentos de última geração e uma infraestrutura de ponta.
  2. Corpo Clínico: os residentes terão a oportunidade de interagir e aprender com profissionais de excelência, que têm ampla experiência em diagnóstico e tratamento de doenças neurológicas.
  3. Ênfase em Pesquisa: a residência tem uma forte ênfase na pesquisa, com a disponibilidade de uma equipe de pesquisadores altamente qualificada, o que permite que os residentes tenham acesso a estudos e pesquisas de ponta, podendo se envolver em projetos de pesquisa em neurologia.
  4. Grade Curricular Abrangente: a grade curricular do programa é completa e abrangente. A residência oferece também uma ampla gama de atividades complementares, incluindo reuniões clínicas, sessões de estudo e discussão de casos clínicos.
  5. Ambiente de Trabalho: o programa busca oferecer um ambiente de trabalho que promova o bem-estar e a formação de profissionais competentes e capacitados.

Seja aprovado na residência de neurologia

Você deseja ser residente de neurologia em uma desses grandes instituições? Estude com quem tem experiência no mercado, a Sanar Residência Médica.

Sugestão de leitura complementar

Confira o vídeo

Referências

  1. Academia Brasileira de Neurologia (ABN)
  2. Matriz de competências – Neurologia CNRM
  3. Lista de residências médicas reconhecidas pela ABN