Cardiologia

POCUS no paciente com instabilidade hemodinâmica

POCUS no paciente com instabilidade hemodinâmica

Compartilhar

Sanar Pós Graduação

4 min há 179 dias

Vários estudos têm demonstrado que o POCUS no paciente com instabilidade hemodinâmica pode auxiliar no estreitamento do diferencial e na identificação do tipo de choque em relação à avaliação tradicional.

Abordagem sistemática

No paciente instável hemodinamicamente, é importante que a abordagem seja sistemática, avaliando aspectos essenciais para um manejo adequado e rápido.

CONHEÇA A PÓS EM MEDICINA DE EMERGÊNCIA DA SANAR!

Impressão inicial

  • A: Aparência e via aérea
  • B: Respiração (algum som?)
  • C: Coloração (cianose? moteamento?)

Avaliação primária

  • A: Via aérea novamente
  • B: respiração (ausculta, POCUS, monitor)
  • C: Circulação (ausculta, POCUS, monitor)
  • D: Disability – AVDI (acordado, voz, dor, irresponsivo)
  • E: Exposição (temperatura, coloração da pele)

Avaliação secundária

Solicitar exames complementares

Janelas do choque circulatório

Choque circulatório não é sinônimo de PA baixa!

  • Alteração do estado mental
  • Oligúria
  • Moteamento/pele pegajosa
  • Hipotensão/taquicardia
  • Hiperlactemia
  • Aumento do tempo de enchimento capilar

CONHEÇA A PÓS EM PSIQUIATRIA DA SANAR!

Novas janelas do choque circulatório

  • Bomba: coração
  • Tanque: cava, pulmão, abdome, bexiga
  • Canos: aorta, veias

Protocolo RUSH do POCUS no paciente com instabilidade hemodinâmica

O exame RUSH é o ultrassom rápido voltado para choque e hipotensão.

Sinal do D

Esta é uma incidência paraesternal no eixo curto em um paciente com êmbolos pulmonares extensos. O sinal do D revela o ventrículo esquerdo em forma de “D”, quando há distensão do Ventrículo direito.

POCUS na PCR

Protocolo CASA

Exame CASA : O operador avalia para tamponamento (1ª pausa), embolia pulmonar (2ª pausa), e atividade cardíaca (3ª pausa). Durante a RCP, avalia pneumotórax e hipovolemia. A ordem do protocolo foi escolhida para refletir a prevalência da etiologia da parada cardíaca.

ATENÇÃO!

  • Não perder >10 segundos;
  • Nada pode atrasar as compressões cardíacas, devido ao desfecho desfavorável;
  • Não esquecer das causas não visualizáveis pelo USG;
  • Com exceção do tamponamento ( e talvez do pneumotórax), esse exame não confirma nem descarta nada.

SE QUISER SE APRONFUNDAR MAIS EM POCUS, CONHEÇA A PÓS EM MEDICINA DA SANAR!

Compartilhe com seus amigos:
Política de Privacidade. © Copyright, Todos os direitos reservados.