Residência Médica

Residência médica na UEMA (Universidade Estadual do Maranhão)

Residência médica na UEMA (Universidade Estadual do Maranhão)

Compartilhar

Sanar Residência Médica

6 min há 274 dias

A Residência Médica é uma modalidade de ensino de pós-graduação, lato sensu, destinada a médicos, sob a forma de curso de especialização. O programa é gerenciado pelo Ministério da Educação (MEC), mas o seu regimento é determinado pela Comissão Nacional de Residência Médica, a CNRM, que foi instituída em 1977.

A Universidade Estadual do Maranhão, além de ofertar inúmeros cursos de graduação, se destaca nas modalidades de pós-graduação, incluindo residência médica e residência multiprofissional. As informações quanto ao processo seletivo 2021 ainda não foram divulgadas, por conta disso, os dados expostos neste texto referem-se ao edital n.º 48/2019 – GR/UEMA relativo a seleção de 2020.

Em 2020, foram ofertadas 32 vagas para preenchimento do corpo profissional em 9 especialidades. 

Histórico da Instituição

A UEMA teve sua origem na Federação das Escolas Superiores do Maranhão – FESM, criada pela Lei 3.260 de 22 de agosto de 1972 para coordenar e integrar os estabelecimentos isolados do sistema educacional superior do Maranhão. A FESM, inicialmente, foi constituída por quatro unidades de ensino superior: Escola de Administração, Escola de Engenharia, Escola de Agronomia e Faculdade de Caxias. Em 1975 a FESM incorporou a Escola de Medicina Veterinária de São Luís e em 1979, a Faculdade de Educação de Imperatriz.

A FESM foi transformada na Universidade Estadual do Maranhão – UEMA, através da Lei nº 4.400, de 30 de dezembro de 1981, e teve seu funcionamento autorizado pelo Decreto Federal nº 94.143, de 25 de março de 1987, como uma Autarquia de regime especial, pessoa jurídica de direito público, na modalidade multicampi.

São objetivos da UEMA promover o ensino de graduação e pós-graduação, a extensão universitária e a pesquisa, promover a difusão do conhecimento, a produção de saber e de novas tecnologias interagindo com a comunidade, com vistas ao desenvolvimento social, econômico e político do Maranhão.

O processo seletivo de residência médica na UEMA

Em 2020 o processo seletivo para composição das vagas de residência médica regulamentadas pela UEMA ofertou 32 vagas em 9 especialidades. 

A seleção contou com duas etapas. A primeira foi uma prova objetiva de caráter eliminatório contendo 80 questões e 4 horas de duração para as especialidades de acesso direto e 40 questões em 2 horas de prova para a residência com necessidade de pré-requisito. 

A segunda etapa foi a pontuação adicional, através do Programa de Valorização da Atenção Básica (PROVAB) e Residência Médica em Medicina Geral de Família e Comunidade (PRMGFC), conforme regulamenta a Resolução CNRM n.º 35, de 9 de janeiro de 2018.

Não sabe do que se trata essa pontuação adicional? Então confira as resoluções do CNRM.

As provas, em suma, foram organizadas da seguinte maneira: 

Instituições participantes 

  • Hospital de Câncer do Maranhão Dr. Tarquínio Lopes Filho (São Luís) 
  • Hospital Dr. Carlos Macieira (São Luís) 
  • Hospital Infantil Dr. Juvêncio Mattos (São Luís)
  • Hospital Nina Rodrigues (São Luís) 
  • Hospital Regional Dr. Everaldo Ferreira Aragão (Caxias) 
  • Maternidade Carmosina Coutinho (Caxias)

Edital de residência médica da UEMA

A Secretaria de Saúde do Estado do Maranhão é a instituição proponente dos Programas de Residência Médica em CLÍNICA MÉDICA, CIRURGIA GERAL, CIRURGIA BÁSICA, DERMATOLOGIA, ORTOPEDIA E TRAUMATOLOGIA, PEDIATRIA, PSIQUIATRIA e UROLOGIA. Os Hospitais abaixo relacionados são as instituições executoras:

  • Hospital de Câncer do Maranhão Dr. Tarquínio Lopes Filho (São Luís) – Residência Médica em Ortopedia e Traumatologia;
  • Hospital Dr. Carlos Macieira (São Luís) – Residência Médica em Clínica Médica, Cirurgia Geral, Cirúrgica Básica, Dermatologia e Urologia;
  • Hospital Infantil Dr. Juvêncio Mattos (São Luís) – Residência Médica em Pediatria;
  • Hospital Nina Rodrigues (São Luís) – Residência Médica em Psiquiatria.

A Universidade Estadual do Maranhão, campus de Caxias é a instituição formadora dos Programas de Residência Médica em CLÍNICA MÉDICA e OBSTETRÍCIA E GINECOLOGIA. Os Hospitais abaixo relacionados são as instituições executoras:

  • Hospital Regional Dr. Everaldo Ferreira Aragão (Caxias) – Residência Médica em Clínica Médica;
  • Maternidade Carmosina Coutinho (Caxias) – Residência Médica em Obstetrícia e Ginecologia.

As vagas foram divididas da seguinte maneira: 

Todas as demais informações podem ser consultadas no edital n.º 48/2019 – GR/UEMA

Sanar-Residência-Médica-Trial-Extensivo-R1-2021

Especialidades oferecidas

A UEMA oferece 9 cursos de especialização e tem destaque nas residências de acesso direto.

Acesso direto

  • Clínica médica
  • Cirurgia geral
  • Cirurgia básica
  • Dermatologia
  • Ginecologia e obstetrícia
  • Ortopedia e traumatologia
  • Pediatria
  • Psiquiatria

Áreas com necessidade de pré-requisito

  • Urologia

O que esperar da residência médica na UEMA

O residente médico da UEMA poderá contar com corpo profissional docente extremamente qualificado, composto em sua maioria por mestres e doutores.

Se matricular na UEMA é ter a certeza de estar cumprindo um papel social importante da profissão médica, como corrobora a fala de Samuel Gregório, diretor clínico da Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares, em entrevista ao O Imparcial: “com os programas de residência multiprofissional e médica, ajudamos a formar o quadro de especialistas do Maranhão, sobretudo nas especialidades que temos mais carência, como ginecologia e obstetrícia, usando a nossa rede hospitalar com objetivo de melhorar a assistência médica que oferecemos aos maranhenses”.

Sanar-Residência-Médica-Trial-Extensivo-R1-2021

Confira o vídeo:

Posts relacionados:

Compartilhe com seus amigos:
Política de Privacidade. © Copyright, Todos os direitos reservados.