Residência Médica

Residência médica no Hospital Sírio-Libanês (HSL)

Residência médica no Hospital Sírio-Libanês (HSL)

Compartilhar
Imagem de perfil de Sanar Residência Médica

Saiu o edital de residência médica no Hospital Sírio-Libanês 2022/23. Acesse e saiba tudo sobre o edital, número de vagas e muito!

A residência médica no Hospital Sírio-Libanês (HSL) é uma das mais bem conceituadas do país e possui um dos programas mais desejados e concorridos. A Instituição possui profissionais renomados, equipamentos e tecnologia de última geração e ainda possibilita ao profissional uma experiência público-privado.

O processo seletivo visa o preenchimento das vagas dos Programas de Residência Médica que estão vinculados ao Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde – PROADI-SUS do Ministério da Saúde. Este processo ocorre em parceria com a Instituição Carlos Chagas.

Confira abaixo todos os detalhes sobre o processo seletivo e o edital para ingresso em 2023.

História da Instituição

O Hospital Sírio-Libanês (HSL) foi fundado em 1921 por um grupo de imigrantes da comunidade sírio-libanesa no Brasil, com o objetivo de criar um projeto que retribuísse o acolhimento que receberam no país. Foi criada então a Sociedade Beneficente de Senhoras, entidade filantrópica até hoje mantenedora da instituição.

Atualmente o HSL conta com uma área construída de aproximadamente 100 mil m² no bairro da Bela Vista, em São Paulo. Atende mais de 40 especialidades e conta com 466 leitos (dados de maio de 2016)​, dos quais 47 na Unidade de Terapia Intensiva.

A instituição foi pioneira na inauguração da primeira Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no Brasil, em 1971, e a participação na primeira telecirurgia guiada por robô realizada no hemisfério sul, em 2000.

O Programa de Residência do Hospital Sírio-Libanês abrange diversas especialidades. Tem como características o aprofundamento científico e proficiência técnica decorrentes do treinamento em serviço.

O que preciso saber sobre o processo seletivo?

O processo seletivo do Hospital Sírio-Libanês acontece em duas fases. A primeira fase é uma prova objetiva e de responsabilidade da Fundação Carlos Chaga. Já a segunda fase é uma entrevista com análise e arguição de currículo e é de responsabilidade do próprio HSL.

É possível realizar a primeira fase em oito cidades do Brasil, podendo o candidato, na hora da inscrição, escolher onde deseja fazer a prova. As localidades disponíveis são: São Paulo, Rio de Janeiro, Belém, Belo Horizonte, Fortaleza, Porto Alegre, Salvador e Brasília.

A segunda fase será realizada apenas em São Paulo, na data pré determinada, não podendo alterar o dia. O curriculo deve ser enviado pelos candidados selecionados previamente, de acordo com a formatação determinada pela instituição.

Primeira fase

A primeira fase é composta de uma prova objetiva. O número de questões e o tempo de duração da mesma vai depender da especialidade que o candidato escolha.

Para áreas de acesso direto, a prova contará com 100 questões multipla escolha, com 5 alternativas e apenas uma resposta correta. O conteúdo programático versa sobre as especidalides básica da medicina: Clínica Médica, Cirurgia Geral, Pediatria, Ginecologia e Obstetrícia e Medicina Preventiva e Social. O tempo máximo de duração da prova é de 5h e o mínimo de permanência na sala é de 2h.

No caso das especialidades que necessitam de pré-requisito, a prova será composta de 80 questões multipla escolha, com 5 alternativas para resposta e somente uma correta. Os temas versam sobre a temática e especialidade escolhida. O tempo máximo de duração da prova é de 4h e o mínimo de 2h.

Segunda fase

As entrevistas terão duração de 20min e ocorrerá presencialmente no HSL. O candidato deve comparecer 30 min antes do horário previsto para realizar o credenciamento. Não será permitida a presença de acompanhantes.

O candidato à vaga de residência que for classificado para a segunda fase deve enviar previamente o currículo. A entrevista com análise e arguição de currículo serão realizada de acordo com os critérios e pesos abaixo considerados:

  • Critérios para análise do currículo (cada tópico tem valor de 10 pontos – máximo de pontos – 60):
    • Performance no curso médico;
    • Estágios acadêmicos extra curriculares;
    • Produção e Iniciação científica;
    • Língua Estrangeira;
    • Participação em congressos e eventos;
    • Certificações de cursos como ACLS/ATLS e similares
  • Critérios para arguição (cada tópico tem valor de 10 pontos – máximo de pontos – 40):
    • Capacidade de comunicação e argumentação;
    • Clareza de raciocínio;
    • Coerência;
    • Apresentação e postura.

O que é preciso para ser aprovado(a) na residência?

Todas as provas teóricas objetivas serão avaliadas na escala de 0 a 100 pontos. As notas das provas teóricas objetivas terão peso 9 e as da segunda fase, peso 1.

Serão considerados habilitados à segunda fase, os candidatos ordenados segundo a pontuação obtida, até seis vezes o número de vagas credenciadas, por programa.

Os candidatos das especialidades de acesso direto que consigam comprovar o PROVAB, PRMGFC ou o “Brasil Conta Comigo”, tem direito ao acrescimo de 10% na nota.

Nota de corte

A nota do último convocado para a 2° fase do processo seletivo de 2021/2022 pode ser conferida na tabela abaixo:

Quais são os assuntos mais cobrados na prova de residência médina no Hospital Sírio-Libanês?

O Sanar Residência separou para você os principais assuntos cobrados na prova do HSL. Confira agora:

  • Estudos epidemiológicos;
  • Testes diagnósticos;
  • Indicadores de saúde;
  • Assistência pré-natal;
  • História natural da doença e níveis de prevenção.

Cronograma do processo seletivo

O edital foi lançado no dia 15/08/2022. Confira abaixo as principais datas do concurso:

  • Publicação do edital: 15/08/2022;
  • Período de inscrições: 30/08/2022 a 31/10/2022;
  • Taxa de inscrição: R$420,00
  • Data da Prova: 05/12/2022;
  • Gabarito Preliminar: 06/12/2022;
  • Recursos contra o gabarito preliminar: 07/12/2022 a 08/12/2022;
  • Divulgação do gabarito oficial e convocação para 2° fase:  22/12/2022;
  • Prazo prazo para envio de currículo e documentos comprobatórios: 02/01/2023 a 04/01/2023;
  • Entrevista e análise do currículo: 09/01/2023 a 20/01/2023;
  • Resultado premiliar da análise do currículo: 27/01/2023;
  • Prazo para recurso contra o resultado da análise do curr´ículo: 30/01/2023;
  • Resultado final: 03/02/2023;
  • Matrículas: 10, 13 e 14/02/2023.

As inscrições para o processo seletivo  serão realizadas, no período determinado no cronograma, exclusivamente via internet, no site da Fundação Carlos Chagas.

Contato:

  • Telefone: (11) 3723- 4388.

Edital de residência no Hospital Sírio-Libanês 2023: confira todas as vagas oferecidas para cada especialidade

Vagas por especialidade de acesso direto

Vagas para áreas com necessidade de pré-requisito e ano adicional

Como foi o último processo seletivo?

O processo para 2021/2022 foi semelhante ao atual. A diferença é que a 2ª fase foi realizada de forma virtual, por videoconferência.

Foram ofertadas 58 vagas distribuidas entre as especialidades de acesso direto e com necessidade de pré-requisitos. O processo seletivo só teve uma especialidade ofertada de ano adicional (ergometria).

Ranking das especialidades mais concorridas

Confira agora a relação candidato/vaga do último processo seletivo e veja quais as especialidades mais concorridas!!

O que esperar da residência médica no Sírio Libanês

Fazer residência médica em um dos Hospitais mais completos e bem conceituados do país é uma ótima oportunidade para o médico que busca excelência para sua formação.

No Sírio Libanês, os residentes contam com a orientação de profissionais de elevada qualificação ética e técnica, nas diversas áreas que integram ou apoiam a prestação de serviços de saúde.

Além disso, o hospital conta com uma moderna estrutura hospitalar e tecnologias de última geração. Tudo isso proporciona ao residente a possibilidade de sair com excelente preparo para o mercado de trabalho.

Posts relacionados

Confira o vídeo:

Referências

Fundação Carlos Chagas

Hospital Sírio-Libanês