Ciclos da Medicina

Residência médica da SCMRP (Santa Casa de Misericórdia de Ribeirão Preto)

Residência médica da SCMRP (Santa Casa de Misericórdia de Ribeirão Preto)

Compartilhar
Imagem de perfil de Sanar Residência Médica

Saiu o edital de residência médica da SCMRP 2022/23. Acesse e saiba tudo sobre o edital, número de vagas e muito!

A residência médica na SCMRP é uma das principais do interior paulista e atrai atenção pela qualidade do ensino. A Santa Casa de Misericórdia de Ribeirão Preto (SCMRP) é uma entidade sem fins lucrativos, que tem como objetivo prestar serviços de preservação à saúde para toda a população. A ideia foi trazida de Portugal para o Brasil e, hoje, está presente em diversas cidades do país.

Em Ribeirão Preto, no interior de São Paulo, a Santa Casa presta esse tipo de serviço há 120 anos. Além do serviço prestado à sociedade, o hospital também atua na formação profissional de médicos. Desde 2004, a instituição oferece vagas de Residência Médica.

Quer saber mais sobre os programas? Continue lendo!

Conheça a Santa Casa de Ribeirão Preto

A Santa Casa foi o primeiro hospital de Ribeirão Preto. Não se sabe o dia exato, mas estima-se que tenha sido inaugurado em 1986, em um casarão que rapidamente se tornou pequeno para o atendimento aos pacientes. Passou, então, a funcionar em um terreno doado pela Prefeitura. 

Há alguns anos, a Santa Casa passou a atuar como hospital escola, recebendo alunos do curso de Medicina a partir do 4º ano. Com isso, a entidade investiu em equipamentos de última geração e recuperou grande parte das instalações e passou a atender em todas as referências médicas. Pouco tempo depois, começaram a ser oferecidas as vagas de Residência Médica. 

Hoje em dia, a Santa Casa conta com 269 leitos, 250 médicos, 250 residentes e realiza, em média, 18 mil atendimentos por mês. O hospital tem um centro cirúrgico com 11 salas e centro de transplante e conta ainda com um plano de saúde próprio. 

Como funciona o processo seletivo da SCMRP?

A seleção será composta por duas etapas. A primeira corresponde a uma prova objetiva com peso de 90% do valor total. Já a segunda é constituída pela análise curricular, com peso de 10%. Dessa maneira, a nota final é o somatório das notas das duas fases.

Os candidatos às especialidades de acesso direto respondem à uma prova com questões de múltipla escolha sobre Clínica Médica, Cirurgia Geral, Obstetrícia e Ginecologia, Pediatria e Medicina Preventiva e Social. Essa prova tem uma duração de 05 horas.

Enquanto isso, os candidatos que buscam as demais especialidades respondem a 50 questões de múltipla escolha sobre o conteúdo programático dos programas de pré-requisito. A duração da prova é de 03 horas.

A arguição leva em conta todo o discurso do candidato – desde conteúdo da fala até fluência verbal e postura. Ela corresponde a 04 pontos do total da segunda fase. Já análise curricular considera diversos aspectos da formação do candidato e corresponde a 06 pontos. Como exemplo:

  • Instituição de ensino de procedência;
  • Histórico escolar;
  • Estágios ou atividades extracurriculares;
  • Conhecimento em língua estrangeira;
  • Participação em monitorias, congressos, grupos de pesquisa.

No edital você pode conferir a pontuação de cada um desses itens. Vale ressaltar que os documentos de comprovação devem ser enviados conforme solicitado!

As inscrições devem ser realizadas no site da Vunesp e o boleto bancário deve ser pago.

O que é preciso para ser aprovado na residência?

Em primeiro lugar, é importante ficar atento aos prazos estabelecidos no edital para cada etapa do processo seletivo. Confira mais abaixo datas importantes do cronograma!

Além de se atentar a datas, o candidato deve acompanhar a convocação para as duas fases do processo a partir do Edital de Convocação, publicado no site da COREME.

Para a segunda fase, serão convocados os indivíduos habilitados na prova objetiva (pontuação igual ou superior a 50,00), em número de seis vezes o número de vagas de cada programa de residência. Ou seja, 36 candidatos ao PRM de Anestesiologia, 30 ao de Cardiologia e assim por diante.

Também é válido ter em mente os critérios de desempate para convocação final: maior nota na prova objetiva, maior nota na análise e arguição de currículo e, enfim, maior idade. Em último caso, um sorteio poderá ser realizado.

Matrícula dos aprovados

Por fim, detalhes sobre a matrícula! Ela será realizada na COREME da Santa Casa de Misericórdia de Ribeirão Preto, na Avenida Saudade, nº 456, bairro Campos Elíseos, Ribeirão Preto/SP. Há uma tolerância de 24h da divulgação da chamada para comparecimento para matrícula. No edital do processo seletivo estão listados os documentos necessários para efetivação e início da residência.

Quais são os assuntos mais cobrados na prova da SCMRP?

  • Medicina da família e comunidade
  • Puericultura
  • Vigilância em Saúde
  • Estudos Epidemiológicos
  • Indicadores de Saúde
  • Assistência pré-natal
  • O parto
  • Rotura prematura de membranas ovulares e prematuridade
  • Imunizações
  • Introdução a neonatologia

Cronograma da residência médica da SCMRP

O edital foi publicado no dia 22/07/2022. Abaixo estão outras datas importantes do processo seletivo!

  • Inscrições: 08/08 a 12/09/2022;
  • Taxa de Inscrição: R$ 600;
  • Vencimento do boleto Bancário: 13/09/2022;
  • Prova Objetiva (1ª fase): 06/11/2022;
  • Encaminhamento de documentos para a segunda fase: 07 a 30/11/2022;
  • Divulgação do gabarito: 08/11/2022;
  • Recursos contra o gabarito: 09 e 10/11/2022;
  • Resultado da Prova Objetiva: 30/11/2022;
  • Convocação para Análise Curricular: 13/12/2022;
  • Análise Curricular (2ª fase): 16/12/2022;
  • Resultado Final: 19/01/2023;
  • Matrículas: 23 a 30/01/2023;
  • Início dos programas: 01/03/2023.

Quantas são as vagas da residência médica da SCMRP?

Em 2004, a Santa Casa solicitou o Credenciamento de Residência Médica em dez serviços. De lá para cá, os programas evoluíram e hoje a instituição oferece vagas em 15 áreas.

Edital 2023: vagas de acesso direto

A SCMRP disponibilizou um total de 51 vagas para as 10 especialidades de acesso direto, conforme a tabela a seguir. Apenas a Clínica Médica tem vagas reservadas (02) para as Forças Armadas.

PRM: Programa de Residência Médica

Edital 2023: vagas com pré-requisito

Para Cardiologia, Nefrologia, Oncologia Clínica, Cirurgia Vascular e Urologia, foram disponibilizadas 16 vagas. As três primeiras são as especialidades com pré-requisito em Clínica Médica, enquanto as outras duas, em Cirurgia Geral.

Pré-requisito em Clínica Médica;
PRM: Programa de Residência Médica
Pré-requisito em Cirurgia Geral;
PRM: Programa de Residência Médica

Como foi o último processo seletivo?

No processo seletivo para ingresso em 2022, 1.031 candidatos concorreram às 62 vagas disponíveis.

As 05 notas de corte mais altas foram de Neurocirurgia (76,5), Anestesiologia (74,7), Otorrinolaringologia (70,9), Oftalmologia (71,8), Ginecologia e Obstetrícia e Cirurgia Geral (empatadas com 69,7).

Vídeo sugerido

O que esperar da residência médica

Remuneração e benefícios

A residência médica, em qualquer instituição, é um programa de pós-graduação gerenciado pelo Ministério da Educação (MEC), com regimento determinado pela Comissão Nacional de Residência Médica (CNRM).

Segundo a legislação, todo residente recebe uma bolsa de R$ 4.106,09, valor que está sujeito a descontos de contribuição previdenciária. Além da bolsa, o residente tem direito aos seguintes benefícios:

  • Alimentação gratuita;
  • Condições de descanso e conforto compatíveis com o hospital;
  • Licença maternidade e paternidade;
  • Um dia de folga semanal;
  • 30 dias consecutivos de repouso por ano de atividade.

E o que esperar especificamente da SCMRP?

Os residentes da Santa Casa de Ribeirão Preto têm bastante autonomia. “Aqui também há uma diversidade de procedimentos, como passagem de acesso central e intubação orotraqueal, o que dá aos residentes mais confiança nas condutas”, conta Lucas Souza, residente de Clínica Médica na instituição.

Como alguns estágios têm carga horária menor, Lucas explica que alguns residentes acabam realizando plantões para complementar a renda, principalmente nas cidades vizinhas. Sobre os preceptores, o residente só tem elogios: “Todos têm grande experiência em suas áreas de atuação”.

Referências

Posts relacionados