Ciclo Básico

Quais são as disciplinas mais difíceis do ciclo básico?

Quais são as disciplinas mais difíceis do ciclo básico?

Compartilhar
Imagem de perfil de Graduação Médica

Saiba quais são as disciplinas mais difíceis do ciclo básico e confira dicas valiosas para potencializar os estudos!

Acabou de entrar na faculdade? Imagino que esteja ansioso para saber tudo que vai vivenciar durante a sua formação. Normalmente, nos dois primeiros anos da graduação, você vai passar pelo ciclo básico.

O ciclo básico é uma fase fundamental em sua jornada médica, proporcionando a base essencial para compreender o funcionamento intricado do corpo humano. Entre as disciplinas estão anatomia, bioquímica, fisiologia, histologia, farmacologia, microbiologia e patologia.

O objetivo deste conteúdo é te deixar por dentro das disciplinas mais difícies do ciclo básico e as melhores formas de estudá-las.

Quais são as disciplinas mais difíceis do ciclo básico?

As disciplinas de anatomia, bioquímica, fisiologia, semiologia e farmacologia são frequentemente consideradas mais desafiadoras do ciclo básico. Qual o motivo disso? Essas disciplinas possuem uma complexidade de conteúdos e é preciso uma compreensão profunda para próxamas etapas da faculdade. Vamos entender melhor isso?

Anatomia

O estudo da anatomia envolve a compreensão detalhada da estrutura do corpo humano, incluindo órgãos, tecidos e sistemas complexos.

Bioquímica

A bioquímica examina os processos moleculares e celulares no corpo humano. A compreensão desses detalhes é crucial para entender como as células funcionam e interagem.

Fisiologia

A fisiologia explora os processos dinâmicos que ocorrem nos organismos vivos. Isso requer uma compreensão profunda dos sistemas corporais e suas interações.

Semiologia

Semiologia médica exige a aquisição de habilidades clínicas, incluindo a realização de uma anamnese detalhada e exame físico preciso.

Histologia

A histologia envolve o estudo de tecidos em um nível microscópico. A identificação precisa de diferentes tipos de tecidos é desafiadora.

Farmacologia

A farmacologia abrange uma ampla gama de medicamentos, seus mecanismos de ação e interações. É importante memorizar esses detalhes.

Existe um top 3 de dificuldade no ciclo básico de medicina?

E fosse preciso sinalizar das disciplinas citadas anteriormente qual é o top três de dificuldade? De acordo com o comportamento dos usuários do SanarFlix, plataforma de ensino médico, as mais complicadas são anatomia, bioquímica e farmacologia. Vamos saber mais sobre elas?

Anatomia

A anatomia é a matéria com maior carga horária do Ciclo Básico, sendo dividida em teoria e prática. Com uma boa noção anatômica, você terá facilidade em matérias cirúrgicas e em várias áreas clínicas, como ortopedia, ginecologia, cardiologia, dentre outras.

Os assuntos mais complicados de anatomia são:

  • Anatomia do crânio; 
  • Inserção e origem dos músculos.

Para te ajudar nesse processo de estudo, vale a pena conferir o vídeo abaixo do SanarFlix com dicas de como estudar anatomia desenhando.

Bioquímica

A bioquímica é uma disciplina que estuda as reações químicas e biológicas do corpo humano. Essa disciplina é um alicerce na educação médica. Ela é necessária para compreender várias disciplinas que sustentam a medicina e ter uma boa base de bioquímica pode auxiliar na prática clínica.

Para te ajudar nos estudos, vale a pena você assistir ao curso de bioquímica do Sanarflix. O curso aborda desde os mais básicos aos mais complexos conceitos da bioquímica, dando ao aluno uma excelente base para toda a faculdade de medicina.

Farmacologia

A farmacologia é a ciência que se ocupa do estudo das interações que acontecem entre um organismo vivo e drogas. Portanto, se uma substância tem propriedade medicinal, ela é farmacêutica. 

Essa disciplina faz a diferença na atuação médica, principalmente para fazer prescrição. Isso porque ela é fundamental para entender os princípios de medicamentos. Dentre os temas mais difíceis estão: 

  • Antibióticos;
  • Farmacodinâmica. 

No SanarFlix, você também encontra videoaulas e vários outros materiais sobre farmacologia.

Sugestão de leitura complementar

Esses artigos também podem ser do seu interesse?