Residência Médica

Banca Cespe na residência médica: tudo que você precisa saber!

Banca Cespe na residência médica: tudo que você precisa saber!

Compartilhar

Sanar Residência Médica

5 minhá 28 dias

Como diria o ditado, o costume das questões múltipla escolha deixa todo mundo em desespero diante do método da banca Cespe! O modelo certo ou errado, característico dessa instituição, deixa a mais inteligente e o mais crânio dos médicos apreensivos!

Isso não é à toa. O método da banca Cespe exige uma estratégia de resposta diferente das demais bancas, avalia seus conhecimentos de maneira aprofundada e integrada, e ainda elimina cada ponto pela proficiência que você ainda não possuir. 

Se nos editais de outras bancas você responde a uma prova com 50 questões de múltipla escolha sabendo que apenas uma é verdadeira, na banca Cespe você precisa avaliar todos os itens de cada uma dessas questões. É outra dinâmica! 

Histórico da banca Cespe

Antes de detalharmos um pouco mais esse método, é preciso conhecer a história dessa banca tão temida. O Cespe (Centro de Seleção e de Promoção de Eventos) é um órgão da Universidade de Brasília (UnB) que realizava concursos até delegar essa função ao Cebraspe (Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos). 

Em 2013, o Cebraspe foi qualificado como Organização Social e passou a funcionar como tal no país, após contrato de gestão com o Ministério da Educação e as instituições intervenientes, neste caso, a Fundação Universidade de Brasília (FUB) e o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Com isso, o Cebraspe se tornou banca examinadora e absorveu o método Cespe de avaliar – esse modelo certo/errado. 

A ansiedade em relação à banca Cespe/Cebraspe é justamente porque uma ganhou a reputação da outra ao absorver o método de elaboração das provas. Entre os candidatos, o certo/errado passou a ser conhecido como método Cespe – ainda que o responsável, hoje, seja o Cebraspe.

As provas são elaboradas por um time de especialistas de todo o país, dos quais 40% têm doutorado ou pós-doutorado, e os demais são mestres ou especialistas. Essas pessoas são contratadas exclusivamente para elaborar as provas. 

Em caso de provas discursivas, elas são corrigidas eletronicamente por pelo menos três pessoas. Se houver muita divergência, um quarto corretor é acionado.

Além da banca elaboradora, há também a banca recursal, que possui o mesmo nível de competência e expertise. 

O método Cespe

O método Cespe/Cebraspe é adotado na maioria das provas da banca, exceto naquelas em que a instituição contratante determina a forma como quer selecionar os candidatos. Mas em processos como o da Residência Médica da UnB, as provas objetivas são elaboradas no esquema de certo/errado, em que uma resposta incorreta anula o ponto obtido com uma resposta certa. 

O maior ganho desse método é estimular o candidato a refletir sobre os itens que estão sendo apresentados. Esse modelo de prova é considerado mais assertivo porque avalia melhor a proficiência do candidato nos assuntos cobrados.

No método Cespe/Cebraspe, não é suficiente saber que uma das cinco alternativas é a correta. É preciso avaliar se cada uma das proposições está de acordo ou não com a literatura. O candidato tem que julgar todos os itens.

Isso evita que pessoas “sortudas”, que vão super bem no “chutômetro”, tenham mais pontos do que aquelas outras pessoas que estudaram e absorveram o conteúdo. O argumento do Cebraspe é também que esse método de avaliação nivela por cima os candidatos selecionados.

Exemplo prático: na prova de Residência Médica da UnB, os itens apresentados são avaliados em certo ou errado. Na folha de respostas, o candidato deve marcar para cada item a resposta correspondente – “c” para “certo” ou “e” para “errado”. 

A nota em cada item da prova objetiva é obtida com base nas marcações da folha de respostas. A pontuação fica: 1,00 ponto para a resposta em concordância com o gabarito oficial definitivo da prova; 0,50 ponto negativo caso a resposta seja diferente do gabarito; e 0,00 caso não haja marcação ou haja marcação dupla. 

A nota final é o resultado da soma das notas obtidas em todos os itens que compõem a prova. Para ser aprovado para a etapa seguinte da seleção, o candidato deve obter pelo menos 60 acertos.

E se houver algum recurso referente a alguma questão incorreta, é só alterar a pontuação dos candidatos, ao invés de anular toda a questão – como seria no formato múltipla escolha.

Mais características da banca Cespe/Cebraspe

Não é só o modelo certo/errado que caracteriza a banca Cespe/Cebraspe. As provas objetivas elaboradas pela instituição também não têm divisão por tema – e isso é muito característico. Dessa forma, a primeira questão pode ser sobre um assunto e a seguinte ser sobre outro. 

As questões da prova no método Cespe/Cebraspe também são aprofundadas e interdisciplinares. O objetivo é mesmo estimular uma reflexão por parte do candidato; aprender, ao invés de decorar.

Sanar-Residência-Médica-Trial-Extensivo-R1-2021

Posts relacionados:

Compartilhe com seus amigos:
Política de Privacidade. © Copyright, Todos os direitos reservados.