Ciclo Básico

Ciclo básico medicina: como funciona e qual a melhor forma de estudar?

Ciclo básico medicina: como funciona e qual a melhor forma de estudar?

Compartilhar
Imagem de perfil de SanarFlix

O ciclo básico de medicina corresponde aos dois primeiros anos da faculdade e é o período mais denso de disciplinas. Isso porque as matérias costumam ser complicadas e os assuntos abordados têm pouca aplicabilidade na vida prática do médico.

Ciclo básico medicina: o que o estudante vai aprender?

Os graduandos em medicina vão se deparar com disciplinas como anatomia, fisiologia, bioquímica e histologia. É importante ter em mente que os ensinamentos deste período da faculdade são a base da formação. É o que vai sustentar e/ou facilitar o aprendizado de alguns conceitos práticos.

Durante o ciclo básico, é desejável que o estudante consiga desenvolver o raciocínio científico sólido e natural. Essa competência é de grande valia para o amadurecimento do indivíduo. Afinal, em um âmbito universitário e em uma carreira de ciências aplicadas, sempre será necessário buscar entender o porquê dos acontecimentos e elaborar respostas para questionamentos.

Então, nada de achar que pela fama de ser um período de “muita teoria” ele é menos importante ou chato.

Qual a importância do ciclo básico?

Acredite o conhecimento das ciências básicas ajuda no cotidiano da medicina. Você vai ter a certeza disso sempre que estudar algum aspecto mais aprofundado sobre:

  • fisiopatologia,
  • funcionamento de fármacos,
  • genética,
  • entre outros.

Além disso, é muito frequente que médicos queiram se dedicar não apenas à prática clínica-cirúrgica. Há médicos interessados em pesquisas tanto de ciências básicas puras como em pesquisas translacionais.

Nesses casos, é simplesmente indispensável que o profissional tenha um bom conhecimento não apenas das ciências, mas também acerca de técnicas laboratoriais e noções de bioestatística.

A importância do ciclo básico não se resume somente em servir de sustentação para pesquisas ou para facilitar o aprendizado posterior de alguns conceitos práticos. Há lições que são muito mais profundas e que acompanharão a vida acadêmica e profissional futura do estudante.

Tem como colocar em prática os assuntos?

Uma dica para isso é tenha a curiosidade de procurar uma situação clínica na qual possa usar o conteúdo básico. Por exemplo, ao estudar Bioquímica e as muitas vias metabólicas, você pode pesquisar doenças cujos mecanismos tenham relação com a função de determinada enzima.

Muitas vezes os professores só citam na aula, mas se você for pesquisar pode aprender muito e gravar com maior facilidade os temas básicos quanto sua utilidade.

Dica para potencializar os estudos

Uma excelente forma de praticar o conhecimento técnico é por meio da resolução de Casos Clínicos. Vale investir na compra de um livro de casos clínicos, a Sanar tem algumas opções de livros. São eles:

Como favorecer o desenvolvimento do raciocínio clínico?

Matérias como anatomia, patologia e fisiologia essa busca por aplicabilidade é bem mais fácil, pois são as que mais temos contato após o término do ciclo básico.

Então, aproveite ao máximo essas matérias, ver as aplicações clínicas e ter uma formação boa e ao mesmo tempo mais agradável.

Tem áreas vão exigir mais em termos de abstração e esforço. Porém, não se deixe desanimar e tente sempre fazer esse exercício de enxergar a utilidade dos temas aprendidos. Assim, o processo fica mais leve.

Além disso, há inúmeros recursos digitais e audiovisuais que proporcionam uma experiência mais palpável para o estudante. Um exemplo são as animações de processos fisiológicos com o intuito de demonstrar eventos microscópicos de uma maneira lógica e didática.

Dica de livro de medicina

Vale a pena investir na compra do livros da coleção Medicina Resumida da Sanar. Esses livros contam com uma metodologia direta ao ponto.

Composto por capítulos bem estruturados seguindo um raciocínio único de execução, análise e detalhamento do assunto trabalhado. Em sua composição temos:

  • Casos Clínicos;
  • Levantamento das Palavras Chaves e Desconhecidas;
  • Assunto Explicado;
  • Mapas Mentais.

Atividade extracurricular durante o ciclo básico medicina

Vale super a pena aproveitar este período da faculdade para fazer uma iniciação científica. Ter o foco na pesquisa para estudar um determinado tema é uma forma de vivenciar o conhecimento básico.

Além de se estudar mais a fundo o processo de produção de conhecimento, método científico, o aluno pode entender e aplicar muito do que é visto no ciclo básico. Isso vale tanto de técnicas de laboratório quanto dos conteúdos vistos.

Conclusão

É super possível aproveitar ao máximo os dois primeiros anos da faculdade e absorver muito conhecimento. Além disso, você pode ter uma plataforma de estudo extremamente completa, o SanarFlix.

Sugestão de leitura complementar