Medicina Legal

Medicina Legal: Introdução à Traumatologia Forense | Ligas

Medicina Legal: Introdução à Traumatologia Forense | Ligas

Compartilhar

Introdução:

A Traumatologia ou, também chamada de, Lesonologia Médico-legal estuda as lesões e condições patológicas, imediatas ou tardias, geradas por violência sobre o corpo humano, nos seus aspectos do diagnóstico, do prognóstico e das suas consequências legais e socioeconômicas.

É considerado um dos capítulos mais extensos e relevantes da Medicina Legal, constituindo cerca da metade das perícias realizadas nas instituições especializadas, sendo o maior interesse dessa área voltada, sobretudo para as causas penais, trabalhistas e civis.

Além de tudo que já fora abordado, é válido ressaltar que a Traumatologia Forense trata-se também do estudo das diversas modalidades de energias causadoras desses danos. Ora, o contato com meio ambiental pode provocar ao homem as mais diferentes formas de lesões geradas por diversos tipos de energias.

Essas energias são dividas em:

  • Energias de ordem mecânica;
  • Energias de ordem física;
  • Energias de ordem química;
  • Energias de ordem biodinâmica;

OBS: Em alguns livros, existem mais tipos de energia que são um combinação entre essas 4 principais energias. (Quadro 1)

Por ser apenas uma introdução, iremos focar apenas nas 3 primeiras energias por enquanto (energias de ordem mecânica, física, e química) através de textos e tabelas que apresentarão um apanhado geral desses agentes.

Quadro 1: Tipos de energia

Agentes mecânicos:

Os meios mecânicos geradores do dano são:

  1. Arma propriamente dita: (punhais,revólveres, soqueiras)
  2. Armas eventuais: (faca, navalha, foice, facão, machado)
  3. Armas naturais: (punhos, pés, dentes)
  4. Diversos meios imagináveis: (máquinas, animais, veículos, quedas,explosões, precipitações).

As lesões provocadas por ação mecânica no ser humano podem ter seus resultados externa ou internamente.

Podem ter como repercussão o impacto de um objeto em movimento contra o corpo humano parado (meio ativo), ou o instrumento encontrar-se imóvel e o corpo humano em movimento (meio passivo), ou, finalmente, os dois se acharem em movimento, indo um contra o outro (ação mista).

Esses meios agem por meio dos mecanismos de pressão, percussão, tração, torção, compressão, descompressão, explosão, deslizamento e contrachoque.

De conformidade com as características que imprimem às lesões, os meios mecânicos estão classificados a seguir no Quadro 2.

Quadro 2: Agentes mecânicos

Agentes físicos:

Nas energias de ordem física, estudam-se todas as lesões produzidas por uma modalidade de ação capaz de alterar o estado físico dos corpos e cujo resultado pode ter efeito como ofensa corporal, dano à saúde ou morte.

As energias de ordem física mais comuns estão exemplificadas no quadro 3, e são elas: temperatura, pressão atmosférica, eletricidade, radioatividade, luz e som.

Quadro 3: Agentes físicos

Agentes químicos:

Energias de ordem química, serão estudadas todas as substâncias que, por ação física, química ou biológica, são capazes de, entrando em reação com os tecidos vivos, causar danos à vida ou à saúde.

Estudam-se também a síndrome do envenenamento e do body packer, a necropsia dos envenenados e algumas noções de Toxicologia forense ou

Toxicologia médico-legal.

As energias de ordem bioquímicas podem agir externa (cáusticos) ou internamente (venenos). (Quadro 4)

Quadro 4: Agentes químicos

Os cáusticos são compostos que, segundo a sua natureza química, provocam lesões tegumentares mais ou menos graves. Essas substâncias podem causar efeitos coagulantes ou liquefacientes.

Definir veneno é complexo, pois até mesmo os alimentos e os medicamentos podem, em determinadas situações, ser fatais à vida ou à saúde, sobretudo quando sua nocividade sofre profundas modificações devido à dosagem posta, à resistência individual, e a maneira de ministração e do veículo utilizado.

Conclusão

Apesar de ser um assunto extenso, ele também é muito interessante e cheio de detalhes, sendo assim necessário mais do que apenas um texto. Continue nos acompanhando para mais assuntos curiosos como esse. Não se esqueça de compartilhar esse material, e se gostou, deixe um comentário abaixo. Até a próxima!

NOME DA LIGA: Liga Acadêmica de Medicina Legal de Araguaína

INSTAGRAM: @medicinalegalitpac

AUTOR: Matheus Siqueira Dodô Ferrais Gomes

REVISOR: Mylena Campos Mota

ORIENTADOR: Dr. Ricardo Russi Blois

Confira o vídeo:

Compartilhe com seus amigos:
Política de Privacidade. © Copyright, Todos os direitos reservados.