Pós-graduação

Pós-Graduação em Endocrinologia: o que é, como funciona e mais

Pós-Graduação em Endocrinologia: o que é, como funciona e mais

Compartilhar
Imagem de perfil de Especialização Médica

Confira nesta publicação o que você precisa saber sobre pós-graduação em endocrinologia!

A Pós-graduação lato sensu em endocrinologia é ideal para médicos que almejam adquirir conhecimento mais prático e focado em aplicações profissionais na área das glândulas endócrinas e dos hormônios.

Essa formação oferece a oportunidade de fazer a diferença na vida dos pacientes e construir uma carreira sólida e gratificante.

O objetivo desta publicação é te deixar por dentro de tudo que você precisa saber para optar por uma pós-graduação em endocrinologia. Vale lembrar que no Brasil e no mundo, patologias endócrinas, como a obesidade, possuem alta prevalência. Dessa forma, há sempre demanda por profissionais para atuarem nesta área. Aproveite a leitura!

O que é a endocrinologia?

A Endocrinologia é uma especialidade médica que se concentra no estudo das glândulas endócrinas e dos hormônios que elas produzem. Essas glândulas incluem a tireoide, as adrenais, o pâncreas, as gônadas (ovários e testículos) e a hipófise.

Os hormônios desempenham um papel crucial na regulação de uma ampla variedade de funções corporais, desde o metabolismo até o crescimento e o desenvolvimento.

As doenças relacionadas ao metabolismo humano também são tratadas pelos endocrinologistas.

Essa é uma especialidade eminentemente ambulatorial, com poucas urgências e eventuais internações para acompanhamento dos pacientes que evoluem com alguma descompensação clínica.

Como é a rotina de trabalho de um endocrinologista?

A rotina de trabalho de um endocrinologista pode variar dependendo do ambiente em que ele atua, se é um hospital, clínica particular, centro de pesquisa ou ensino médico. Confira algumas atividades comuns da rotina de quem atua em consultório médico ou clínica:

  • Agendamento de consultas
  • Consulta com pacientes
  • Solicitação de exames
  • Diagnóstico e tratamento (isso pode incluir a prescrição de medicamentos, mudanças na dieta, recomendações de exercícios e acompanhamento periódico)
  • Acompanhamento de pacientes
  • Administração de clínica
  • Pesquisa e educação continuada
  • Plantões hospitalares (opcional)

Como ser um especialista em endocrinologia?

Para ser um especialista em endocrinologia, o profissional deve:

  • concluir uma graduação em medicina (6 anos de estudo),
  • fazer um programa de residência médica em clínica médica (2 anos) e depois um em endocrinologia e metabologia (2 anos),
  • caso não faça residência, é preciso ser aprovado na prova de título desta especialidade. A prova é realizada pela Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM).

Prova de título em endocrinologia

O médico deve atender a alguns pré-requisitos para fazer a prova de título em endocrinologia. Entre eles comprovar treinamento/capacitação na especialidade e comprovar experiência de atuação área.

Para quem almeja fazer esta prova, a pós-graduação pode se ruma grande aliada. O curso pode ajudar na aquisição de uma base sólida de conhecimento teórico e prático na especialidade. Além disso, é uma forma de ficar por dentro das diretrizes e protocolos que são cobrados também na prova.

Pós graduação em Endocrinologia

A pós-graduação lato sensu em endocrinologia é um tipo de curso de especialização destinado para médicos que desejam aprofundar seus conhecimentos na área de Endocrinologia.

A pós em endocrinologia é projetada para fornecer uma formação mais prática de como lidar com questões relacionadas ao sistema endócrino, incluindo o diagnóstico e tratamento de distúrbios hormonais e endócrinos na atuação médica.

Vale ressaltar que para ser especialista em endocrinologia é preciso fazer residência médica ou ser aprovada em prova de título. O foco do curso é ser uma especialização de qualificação acadêmica.

Pós-graduação em endocrinologia: como funciona e o que esperar?

O programa de pós-graduação lato sensu em endocrinologia normalmente e abrange uma ampla variedade de tópicos, como diabetes, distúrbios da tireoide, distúrbios das adrenais, distúrbios da reprodução, obesidade e muito mais.

Os programas podem ser oferecidos de forma presencial ou à distância, dependendo da instituição. Eles costumam combinar aulas teóricas, estudos de caso, discussões em grupo e, às vezes, estágios práticos em clínicas ou hospitais.

A duração de um programa de pós-graduação lato sensu duram em média de 1 a 2 anos, dependendo da instituição e da carga horária do curso.

Ao buscar uma pós nesta área, o médico pode espera:

  • Aprofundamento de conhecimentos: você aprofundará seus conhecimentos em doenças endócrinas e hormonais.
  • Desenvolvimento de habilidades clínicas: você adquirirá habilidades práticas na avaliação, diagnóstico e tratamento de pacientes com condições endócrinas, melhorando sua capacidade de fornecer cuidados de saúde de alta qualidade.
  • Networking: a interação com colegas de classe e profissionais experientes no campo da endocrinologia pode ajudar a expandir sua rede profissional e colaborações futuras.
  • Atualização Contínua: como a medicina está sempre evoluindo, a pós-graduação em Endocrinologia ajuda a manter você atualizado com os avanços mais recentes na área.

Leia também o artigo: pós-graduação em Medicina: o que é, como funciona, diferenças para residência e mais

Como escolher o melhor curso de pós-graduação de endocrinologia?

O mercado educacional tem uma série de opções de cursos de pós-graduação. Por isso, é importante que o profissional saiba exatamente o que espera do curso para optar por aquele que faz mais sentido para a carreira dele. Confira algumas dicas que podem te ajudar a escolher a melhor opção de curso:

  • Reputação institucional: verifique se a instituição de ensino é bem conceituada;
  • Corpo docente: avalie a qualificação e a experiência dos professores que ministrarão o curso;
  • Conteúdo do curso: certifique-se de que o programa abranja uma ampla gama de tópicos endocrinológicos;
  • Experiência clínica prática: verifique se o curso oferece oportunidades práticas para aplicar os conhecimentos adquiridos;
  • Flexibilidade: avalie se o formato do curso é flexível o suficiente para se adequar à sua rotina de trabalho e permitir que você estude de acordo com sua disponibilidade.
  • Certificação e reconhecimento: o curso deve ser reconhecido e certificado pelo órgão regulador de educação ou saúde, como o MEC (Ministério da Educação).
  • Custo benefício: avalie se o custo vale a pena para o curso que aproveitará. É importante que o investimento seja compatível com seus objetivos profissionais.

O curso de pós em endocrinologia da Sanar é bom?

O curso de pós-graduação médica em Endocrinologia e Metabologia da Sanar,  da Faculdade Cetrus Sanar, é uma excelente escolha para médicos que desejam aprofundar seus conhecimentos nessa especialidade.

Durante o curso, os médicos vão ter a oportunidade de ampliar seus conhecimentos com um currículo abrangente e um corpo docente de excelência.

O foco é na preparação para conseguir identificar, tratar e gerenciar de forma integral os cuidados com pacientes portadores de doenças endocrinológicas. Além disso, o curso garante a atualização do profissional para ficar por dentro das mais modernas possibilidades de tratamento.

A pós em endocrinologia da Sanar é coordenada pelo Prof. Alexandre Barbosa Câmara de Souza. O médico é formado pela UFRN e doutorando pelo departamento de Endocrinologia e Metabologia da USP-SP.  Além disso, é colunista do Sanarmed.com, você pode conferir os artigos dele na página de experts da Sanar.

Sugestão de leitura complementar

Esses artigos também podem ser do seu interesse:

Referências:  

  1. Rev Med (São Paulo). 2012;91(ed. esp.):30-2 Especialidades Médicas – Endocrinologia
  2. Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia
  3. Unasus