Residência Médica

Residência médica: programa prevê bolsa no valor de R$ 7,5 mil

Residência médica: programa prevê bolsa no valor de R$ 7,5 mil

Compartilhar

Novidade sobre residência médica!

A Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES-DF) lançou o Programa de Incentivo às Residência de Medicina de Família e Comunidade. O projeto prevê que cada residente médico que assumir uma Equipe de Saúde da Família (eSF) receberá um acréscimo mensal à bolsa de residência no valor de R$ 7.536, definida pela Lei nº 6.932, de 07 de julho de 1981.

A novidade foi publicada no Diário Oficial do DF (DODF) desta terça-feira (21).

É importante ressaltar que a este valor fica acrescido ao valor referente ao auxílio-moradia. Exceto para os residentes de programas de residência médica que já recebam o auxílio-moradia

Funcionamento do Programa de Incentivo às Residência de Medicina de Família e Comunidade?

De acordo com o DODF, cada preceptor (orientador) do programa será responsável pela instrução de até três residentes.

O médico de família e comunidade que assumir a atividade de preceptor deverá se dedicar integralmente à residência médica, com carga horária semanal de 40 horas.

Cada preceptor e preceptor-colaborador receberá uma bolsa no valor mencionado na Lei Distrital nº 6.455, de 26 de dezembro de 2019, enquanto durarem suas atividades.

Como fazer parte do programa?

As instituições públicas de ensino superior interessadas em aderir ao programa deverão preencher e assinar formulário publicado no DODF desta terça (21). E entregar o documento Coordenação de Atenção Primária à Saúde no período de até 10 dias a contar desta terça.

Comitê de operacionalização do programa

É composto por:

  • Fundação de Ensino e Pesquisa em Ciências da Saúde (FEPECS)
  • Universidade de Brasília (UnB)
  • Fundação Oswaldo Cruz/Brasília (Fiocruz/Brasília)
  • Secretaria de Estado de Saúde do Distrito Federal

É responsabilidade da SES-DF a elaboração e publicação do edital para adesão dos residentes ao programa.

Ainda segundo o DODF, as diretrizes pedagógicas de cada programa serão de responsabilidade exclusiva de cada Comissão de Residência Médica (COREME). A portaria entra em vigor na data de sua publicação.

Residência Médica em Medicina de Família e Comunidade

A Medicina de Família e Comunidade (MFC) é uma especialidade médica que presta assistência à saúde continuada, integral e abrangente. Existe um foco na família e na pessoa, com orientação para a comunidade.

O especialista em MFC atende pessoas de todas as idades e de ambos os sexos, prestando assistência de forma permanente e contínua. Ou seja, o atendimento não acontece apenas quando existe um problema de saúde. Este profissional também é responsável por realizar trabalho de prevenção, cura e reabilitação.

Rotina do especialista

Além de atuar diretamente com os pacientes e suas famílias, o médico de Medicina de Família e Comunidade também é responsável por atividades em grupo e articulações comunitárias.

Ele deve tratar doenças e garantir a continuidade do cuidado, mas também promover a organização política e social das comunidades em que trabalha.

Veja conteúdos relacionados

Compartilhe com seus amigos: