Ciclo Clínico

Caso clínico de conjuntivite viral aguda

Caso clínico de conjuntivite viral aguda

Compartilhar

SanarFlix

2 min há 959 dias

História Clínica

Bebê de 2 anos e 2 meses, sexo feminino.

Queixa principal: irritação em olho esquerdo há 10 dias.

História da moléstia atual: Genitora refere que a filha apresenta há 10 dias quadro de irritação, hiperemia conjuntival, edema palpebral e discreta secreção mucosa em olho esquerdo. Refere que há 6 dias houve acometimento do outro olho.

Interrogatório sistemático:  nega outras queixas.

Antecedentes pessoais: nega doenças, cirurgias ou uso de medicações oculares.

Antecedentes familiares: Relata que um dos irmãos da criança apresentou quadro semelhante, com resolução espontânea há 1 semana.

Exame Físico

Inspeção: Pálpebras discretamente edemaciadas. Conjuntivas hiperemiadas. Presença de secreção mucosa bilateral. Não visualizados corpos estranhos.

Acuidade visual: não foi possível realizar.

Biomicroscopia:

  • Olho esquerdo: Pseudomembrana e reação folicular em pálpebra inferior
  • Hiperemia 3+/4+
  • Córnea transparente, Siedel –
  • Câmera anterior formada
  • Iris sem alterações
  • Cristalino tópico
  • Olho direito: Pálpebras sem alterações
  • Hiperemia 2+/4+
  • Córnea transparente, Siedel –
  • Câmera anterior formada
  • Iris sem alterações
  • Cristalino tópico

Diagnóstico 

Diagnóstico provável: Conjuntivite viral aguda

Conduta: Remoção da pseudomembrana.

Limpeza ocular com soro fisiológico 3 vezes ao dia.

Aplicar compressas geladas com gaze esterilizada por cerca de 5 minutos, 3 vezes ao dia, enquanto persistirem os sintomas. Aplicar sobre as pálpebras fechadas, sem apertar os olhos.

Colírio de dexafenicol.

Orientação quanto a infectividade.

Retorno em 3 dias para reavaliação.

Posts relacionados:

Compartilhe com seus amigos:
Política de Privacidade © Copyright, Todos os direitos reservados.