Coronavírus

Como diferenciar o novo coronavírus da gripe ou resfriado? | Colunistas

Como diferenciar o novo coronavírus da gripe ou resfriado? | Colunistas

Compartilhar

Anna Mascari

5 min há 456 dias

O que é o coronavírus?

É uma família de vírus que causam desde um resfriado comum até uma síndrome respiratória grave. Entre esses vírus, está o SARS-COV (Síndrome respiratória aguda severa) que apareceu em 2002  causando uma pneumonia atípica, em 2012 apareceu o MERS-COV (Síndrome Respiratória do Oriente Médio) e agora temos o SARS-COV2 que apareceu no final de 2019 e é muito parecida com o SARS-COV. Em menos de duas décadas tivemos 3 tipos de Coronavírus.

Para mais conteúdos sobre Medicina:

Inscreva-se na Sanar Newsletter

Participe do canal Sanar Medicina no Telegram

Inscreva-se no YouTube da Sanar

Siga no Instagram

Curta no Facebook

Como diferenciar o coronavírus de uma gripe comum?

Sabe-se que o período de incubação do novo coronavírus, oscila entre 1 e 14 dias, tendo um promédio de 5 dias. O período de incubação é o período desde a contaminação até o aparecimento do primeiro sintoma, neste tempo, apesar de baixa, já pode ocorre a transmissão do vírus.

Esta infecção respiratória pode começar com sintomas leves como febre e tosse seca, podendo progredir para uma dificuldade respiratória, que é um sintoma que indica que você deve procurar com urgência um atendimento. Os idosos e pessoas com doenças crônicas como diabetes e hipertensão, costumam ter um sistema imune deficiente, fazendo com que a invasão e migração que ocorre pelas vias áreas superiores como boca e nariz, seja facilitada, fazendo com esse vírus se multiplique e chegue aos pulmões, podendo causar complicações.

Estamos entrando no outono, época do ano que aparecem sintomas semelhantes ao provocado pelo COVID-19, como tosse, fadiga, congestão nasal, entre outros. Mas antes de sairmos procurando um atendimento hospitalar, entre em contato com médico da família ou ligue para o disque saúde 136.

Lembrando que temos que ter atenção dobrada com as crianças que tem  de 0 a 2 anos, pois nesta idade costumam levar tudo na boca, transformando-os em um potente transmissor do vírus. Além disso, temos que cuidar mais dos nossos idosos que se enquadram no grupo de risco.

Falando agora sobre a gripe comum, ela é provocada pelo vírus da Influenza, muito comum em períodos de frio e transição de temperatura.

“A gripe normalmente é a única que nos faz sentir dores musculares. E costuma durar entre três e cinco dias. Essas podem ser indicações de que se trata de um vírus comum”, disse à BBC Brasil Heloísa Rayagnani, presidente da Sociedade de Infectologia do Distrito Federal.

No caso do resfriado, ocorre nos períodos de inverno e tempos de chuva, apresentando somente sintomas respiratórios.

“Caso a pessoas esteja tossindo e tenha sintomas leves, não deve esquecer de usar máscaras ao entrar em contato com outras pessoas, além de higienizar bem as superfícies com as quais tiver contato. Ela pode não ter o novo coronavírus, mas, em momento como esse, todo cuidado é bem-vindo”, diz a infectologista.

Devemos saber que ainda não tem vacina, nem antiviral específico para o novo coronavírus, somente pesquisas. Porém, de acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde), os infectados devem receber atenção de saúde para aliviar os sintomas e as pessoas que apresentam quadros graves da enfermidade devem ser hospitalizadas.

Por isso devemos tomar todo cuidado, como higienizar bem as mão e rosto com frequência, evite tocar a mucosa do olho, não compartilhar objetos pessoais, evitar contato próximo com as pessoas, usar lenços descartáveis para higiene nasal, além de evitar sair de casa.

Para mais conteúdos sobre Medicina:

Inscreva-se na Sanar Newsletter

Participe do canal Sanar Medicina no Telegram

Inscreva-se no YouTube da Sanar

Siga no Instagram

Curta no Facebook

Confira o vídeo:

Confira também esses temas relacionados:

Compartilhe com seus amigos:
Política de Privacidade. © Copyright, Todos os direitos reservados.