Ciclo Clínico

Qual a relação entre diabetes mellitus e candidíase?

Qual a relação entre diabetes mellitus e candidíase?

Compartilhar
Imagem de perfil de SanarFlix

De acordo com estudos científicos, pacientes com diabetes mellitus têm uma maior predisposição em desenvolver candidíase.

No entanto, por que pacientes com diabetes mellitus tem mais episódios de candidíase? Vale lembrar que a candidíase vulvovaginal é a segunda causa mais comum de sintomas de vaginite, logo após a vaginose bacteriana.

Pensando em te manter informado sobre o assunto, a Sanar trouxe os desdobramentos dessa relação pelo viés da área médica.

O que é a diabetes mellitus e quais seus sintomas?

A Diabetes Mellitus consiste em uma doença metabólica que cursa com uma elevação da glicose no sangue (hiperglicemia) e pode ocorrer devido a:

  • Defeitos na secreção insulina 
  • Defeito na ação do hormônio insulina

A DM pode ser do tipo 1 ou do tipo 2. No geral, o tipo 1 afeta mais jovens e é caracterizada pelo defeito na secreção de insulina. Já no tipo 2, há uma resistência insulínica que demora anos até se manifestar. 

Os sintomas clássicos da DM são os 4’Ps:

  • Poliúria: urina várias vezes
  • Polidipsia: sede excessiva
  • Polifagia: aumento da fome
  • Perda de peso

Quais os principais sintomas da candidíase vulvovaginal? 

A candidíase vulvovaginal é uma infecção fúngica causada por diferentes espécies do gênero Candida, sendo a C. albicans o agente etiológico mais comum.

Mesmo não sendo considerada uma doença de notificação compulsória às autoridades de saúde, a candidíase é considerada um problema de saúde pública global. 

No geral, a candidíase vulvovaginal ocorre por causa de um de um desequilíbrio da flora vaginal, que pode ocorrer por diversos motivos como:

  • Estresse
  • Má alimentação
  • Baixa imunidade
  • Uso de medicamentos

Quando o paciente é acometido, ocorre um aumento na quantidade de Lactobacilos, que são responsáveis pela produção de ácido lático e manutenção

do pH ácido da vagina. Como haverá uma aumento na produção de ácido, o pH vaginal vai diminuir, tornando a mucosa vaginal propícia à proliferação da Candida sp. 

Os principais sintomas nas mulheres são: 

  • Corrimento esbranquiçado
  • Coceira 
  • Ardor ao urinar

O homem, no geral, pode ser assintomático, mas também poderá ter sintomas como ardor ao urinar e vermelhidão na genitália.  

Diabetes mellitus e candidíase: qual a relação?

Pacientes com diabetes desenvolvem candidíase com mais frequência. Isso irá ocorrer porque este fungo se desenvolve bem em ambientes açucarados. Como em pacientes com DM tem um teor elevado de glicose na urina, é comum o acometimento.

Dessa forma, a utilização de  inibidores do cotransportador de sódio e glicose 2 para o tratamento de pacientes com DM pode aumentar o risco de candidíase vulvovaginal.

Referência bibliográfica

  • Jack D Sobel, MDCaroline Mitchell, MD, MPH. Vulvovaginite por Candida: Manifestações clínicas e diagnóstico . UpToDate .
  • SANTOS, V. A Relação Entre Cândida e Diabetes. 2014.

Sugestão de leitura complementar