Coronavírus

Abordagem do paciente com suspeita de COVID-19 no Pronto Socorro

Abordagem do paciente com suspeita de COVID-19 no Pronto Socorro

Compartilhar

Sanar Pós Graduação

5 min há 271 dias

Inicialmente é importante pensar em diagnósticos sindrômicos, para evitar erro diagnóstico.

  • Síndrome febril
    • Infecção do trato respiratório baixo
    • Infecção do trato respiratório alto
    • Traqueobronquite
  • Síndrome dispneica
    • Pneumonia
    • Insuficiência cardíaca
    • Embolia pulmonar

CONHEÇA A PÓS EM MEDICINA DE EMERGÊNCIA DA SANAR

Investigação etiológica

  • RT-PCR para COVID-19;
  • Pode ser feito o teste rápido para H1N1;
  • Pacientes imunossuprimidos podem se beneficiar de painel viral.

Exame de imagem

A radiografia de tórax pode ser solicitada na admissão e, se necessário, para mudar conduta. No entanto, não é comum áreas em vidro fosco aparecerem na radiografia, já a consolidação é facilmente evidenciada.

A Tomografia de tórax sem contraste é um exame de imagem que auxilia na condução do paciente, apesar de não estar disponível em muitos serviços de pronto socorro. Esse exame é capaz de evidenciar áreas em vidro fosco, padrão típico encontrado em pacientes com COVID-19.

É importante solicitar TC tórax com contraste se suspeitar de evolução com fenômeno vascular.

Asteriscos evidenciam áreas em vidro fosco

Rosa M E, et al. COVID-19 findings identified in chest computed tomography: a pictorial essay. Einstein journal. 2020

Exames séricos

Os exames que podem ser solicitados, a depender da gravidade do paciente, são: Gasometria arterial, hemograma, coagulograma, ureia, creatinina, PCR, AST, ALT, ferritina, D-Dímero, DHL, Troponina, INR, Procalcitonina, eletrólitos.

CONHEÇA A PÓS EM PSIQUIATRIA DA SANAR

Manejo

Gravidade ClínicaTratamento
COVID-19 sem hipoxemia E Sem fatores de risco1. Tratamento sintomático
COVID-19 sem hipoxemia ou evidência radiográfica de doença MAS Com fatores de risco: idade> 60, doença cardiovascular, hipertensão, diabetes, DPOC, câncer, medicamentos imunossupressores, carga viral detectável de HIV ou CD4 <200, TB, gravidez, desnutrição 1. Tratamento sintomático
2. Anticorpos ou plasma, se indicado e disponível
3. Monitoramento mais próximo e avanço para outras terapia, se a condição clínica piorar
Diagnóstico COVID-19 com hipoxemia1. Tratamento sintomático 2. Corticosteróides
3. Considere Remdesivir (se disponível e recomendado por sua instituição)
4. Considere a disponibilidade de ensaios clínicos
COVID-19 com doença crítica ou ARDS1. Tratamento sintomático
2. Antibióticos empíricos inicialmente (comumente ceftriaxona e azitromicina ou doxiciclina para pneumonia adquirida na comunidade), com ajuste em 24-48 horas com base na avaliação
3. Corticosteróides
4. Considere a disponibilidade de ensaios clínicos Nota: Remdesivir NÃO é recomendado se necessitar de intubação
Fonte: https://covidprotocols.org/chapters/treatments/

Se paciente com hipoxemia, doença crítica ou Síndrome do Desconforto Respiratório Agudo, lembrar de:

  • Oxigenoterapia;
  • Monitorização;
  • Acesso venoso.

Corticoides

  • Dexametasona 6mg EV ou VO 1x/dia por 10 dias
  • Hidrocortisona 50mg EV de 8 em 8 horas por 10 dias
  • Metilpredinisolona 15mg, EV 2x/dia por 10 dias
  • Prednisona 40mg VO 1x/dia por 10 dias

Indicação de corticoides: Pacientes graves, com insuficiência respiratória grave e/ou instabilidade hemodinâmica.

O uso de Ceftriaxona e Azitromicina é controverso. Alguns estudos indicam nos pacientes com doença grave, outros não.

Profilaxia de Tromboembolismo venoso (TEV)

  • Para pacientes ambulatoriais, não é recomendada a profilaxia;
  • Para pacientes internados, não gravemente enfermos, é recomendada a dosagem padrão.

Dosagem padrão

Ajuste de peso de dosagem TEVCrCl ≥ 30mL / minCrCl <30mL / min(ou enoxaparina indisponível)
PadrãoEnoxaparina 40mg por diaHeparina 5000 unidades a cada 8hr
Obeso (≥120 kg ou IMC ≥ 35)Enoxaparina 40mg 2x/dia ou 0,5mg / kg diariamente (dose máxima de 100 mg diária)Heparina 7500 unidades a cada 8hr
Baixo peso corporal (<50kg )Enoxaparina 30mg por diaHeparina 5000 unidades 2 a 3x/dia
Fonte: https://covidprotocols.org/chapters/treatments/

Dosagem intermediária

  • Pacientes confirmados com COVID-19 e com doença crítica em qualquer momento durante a hospitalização;
  • Plaquetas> 25.000.
Ajuste de peso de dosagem TEVCrCl ≥ 30mL / minCrCl <30mL / min(ou enoxaparina indisponível)
PadrãoEnoxaparina 40mg, 2x/diaHeparina 7.500 unidades a cada 8 horas
Obeso (≥120 kg ou IMC ≥ 35)Enoxaparina 0,5mg / kg 2x/dia(dose máxima de 100 mg 2x/dia)Heparina 10.000 unidades a cada 8hr
Baixo peso corporal (<60kg) Enoxaparina 30mg, 2x/diaHeparina 7.500 unidades a cada 8hr
Fonte: https://covidprotocols.org/chapters/treatments/

SE QUISER SE APROFUNDAR MAIS NA ABORDAGEM DO PACIENTE COM COVID-19 NO PS, CONHEÇA A PÓS EM MEDICINA DA SANAR

Posts relacionados:

Compartilhe com seus amigos:
Política de Privacidade © Copyright, Todos os direitos reservados.