Urgência e Emergência

Atendimento Inicial na Emergência | E-book

Atendimento Inicial na Emergência | E-book

Compartilhar

Yellowbook

4 min há 605 dias

O atendimento inicial na emergência é um dos grandes definidores de conduta! Se imagine: é seu primeiro plantão em sala de emergência,  você sabe que na provavelmente vai chegar paciente muito grave ao mesmo tempo que chega paciente com acometimentos menos urgentes. Por isso, é importante reconhecer quem é o paciente grave. Aquele paciente que necessita de sua assistência o mais rápido possível. Já que o principal objetivo da emergência é ESTABILIZAR o paciente.

É pra isso que serve esse e-book! Para sistematizar e guiar a conduta inicial no atendimento ao paciente grave! Desde a triagem e classificação de risco até os principais diagnósticos diferenciais na análise inicial do paciente. Confere uma prévia do nosso e-book abaixo:

MINI GUIA DE ATENDIMENTO INICIAL NA EMERGÊNCIA

1) IDENTIFICANDO O PACIENTE GRAVE

Mas como identificar o paciente grave? Estabelecendo as prioridades no atendimento na emergência! Para isso, temos o serviço de classificação de risco, a triagem, geralmente de responsabilidade da enfermagem, e sua avaliação inicial, no momento que você vê o paciente.

COMO FUNCIONA A TRIAGEM

A Portaria 2048 do Ministério da Saúde propõe a implantação nas unidades de atendimento de urgências o acolhimento e a triagem de classificação de risco. Um dos principais objetivos da triagem é: classificar a queixa dos pacientes, visando identificar os que necessitam de atendimento médico imediato.

Para estabelecer os critérios de gravidade, deve-se coletar de forma rápida a queixa principal, evolução da doença, estado geral do paciente, escala de dor e de nível de consciência, medicações em uso, comorbidades e alergias, além de medir dados vitais importantes, como pressão arterial, temperatura, saturação de O2, frequência cárdiaca e frequência respiratória.

A partir disso, a classificação segue cores, que você provavelmente você já teve contato e já viu nas fichas de atendimento ou nas pulseiras dos pacientes.

O que é imporante saber: os pacientes classificados como vermelho são de atendimento IMEDIATO e deve ser encaminhado para sala vermelha o mais rápido possível.

A triagem NÃO é uma ferramenta de diagnóstico de doença e NÃO exclui os pacientes que não são graves do atendimento
Fique alerta!

Quer saber mais sobre o assunto? Adquira nosso e-book GRÁTIS no link abaixo!

MINI GUIA DE ATENDIMENTO INICIAL NA EMERGÊNCIA

Neste material 100% gratuito você terá acesso a um mini guia que será essencial para o seu atendimento na emergência. Os primeiros passos na emergência não serão mais um problema, pois ele irá te ajudar na sua conduta inicial.


Com esse Mini Guia você:
 

  • Entenderá como funciona a triagem dos pacientes na emergência
  • Terá acesso a fluxogramas de condutas iniciais
  • Aprenderá como manejar inicial qualquer paciente que dê entrada em um serviço de emergência!

Medicina de Emergência – Abordagem Prática

Para te ajudar na sua prática na emergência, selecionados os melhores conteúdos do Yellowbook sobre Medicina de Emergência.


Sanar|Yellowbook

A Sanar|Yellowbook é seu guia rápido de condutas prescrições, com a gente você tem a segurança necessária para a prática médica.

Compartilhe com seus amigos:
Política de Privacidade. © Copyright, Todos os direitos reservados.