Hematologia

Resumo sobre basófilos (completo) – Sanarflix

Resumo sobre basófilos (completo) – Sanarflix

Compartilhar

SanarFlix

3 minhá 224 dias

Definição

Os  basófilos são leucócitos circulantes menos comuns, compreendendo menos de 1% da contagem total de leucócitos e são reconhecidos por seus grânulos proeminentes preto-azulados. Além dos grânulos basófilos que distinguem este subtipo celular, morfologicamente caracteriza-se como uma célula relativamente grande, com diâmetro entre 10 e 15 µm, citoplasma abundante, róseo, rico em grânulos basófilos. Também possuem estruturas citoplasmáticas elétron-densas chamadas de corpos lipídicos, ricos em ácido aracdônico. O núcleo multilobulado apresenta cromatina densa.  

Basófilos - Sanar

Histologia dos basófilos  

Assim como os outros granulócitos, os basófilos também se originam e amadurecem na medula óssea e, após os últimos passos de diferenciação, são colocados na corrente sanguínea. 

Eles são dotados de receptores de alta afinidade pela imunoglobulina E (IgE). Quando esses receptores de alta afinidade sofrem ligação cruzada com um antígeno, anticorpo anti-IGE ou outros mediadores, o resultado é a desgranulação com a liberação de histamina e leucotrienos com reação de hipersensibilidade imediata. 

Os basófilos circulam no sangue e normalmente não são encontrados nos tecidos conjuntivos. Essa característica difere dos mastócitos que, por sua vez, não circula no sangue e são encontrados nos tecidos conjuntivos. Nos indivíduos sensibilizados,  os basófilos acumulam-se na janela subcutânea,  liberando seu conteúdo granular após exposição a variedade de estímulos.

Funções dos basófilos  

A principal substância liberada durante a desgranulação é a histamina. Sua liberação evoca respostas que inclui a contração do músculo liso brônquico e gastrointestinal, regulação da resposta do linfócito T e da liberação de linfocina, liberação das enzimas lisossômicas pelos neutrófilos, intensificação da migração dos eusinófilos e neutrófilos e aumento da expressão do receptor C3b  nos  eosinófilos. 

Causas de basófilos elevados     

A leucocitose basofílica é uma condição distintamente incomum e está mais frequentemente associada a variantes basofílicas ou de mastócitos de leucemia aguda ou crônica. As causas mais comuns de basofilia incluem hipersensibilidade mediada por IgE ou reações inflamatórias, distúrbios mieloproliferativos, hipotireoidismo (mixedema) e certas infecções.

Posts relacionados:

Compartilhe com seus amigos:
Política de Privacidade. © Copyright, Todos os direitos reservados.