Residência Médica

As melhores residências em Clínica Médica

As melhores residências em Clínica Médica

Compartilhar
Imagem de perfil de Sanar Residência Médica

Saiba tudo sobre as melhores residências em clínica médica do país! 

A especialidade de Clínica Médica conta com o maior número de profissionais médicos no país. Um total de 42.728 títulos já foram emitidos, de acordo com o estudo Demografia Médica no Brasil de 2018. No total, quatro especialidades médicas representam 38,4% de todos os títulos do Brasil. São elas: 

  • Clínica Médica: 11,2% do total
  • Pediatria: 10,3%
  • Cirurgia Geral: 8,9%
  • Ginecologia e Obstetrícia: 8%

Mercado de trabalho em clínica médica

A especialidade em clínica médica, sem dúvidas, é que a oferece o maior número de vagas de residência nos processos seletivos. Isto porque, na maioria das vezes, a Clínica Médica é exigida como pré-requisito para várias outras especialidades. 

O salário médio do Clínico geral gira em torno de R$ 8.000,00. O médico formado em Clínica Médica está apto para cuidar de doenças não cirúrgicas em adultos.

As principais áreas de atuação são em ambulatório/consultório e nos plantões, tanto no serviço público quanto no privado. Há ainda a opção de concurso público, podendo atuar no serviço civil, corpo de saúde de Bombeiros, Polícia militar e Forças armadas.

Qual os melhores locais para fazer residência em clínica médica?

Determinar a melhor residência na especialidade de Clínica Médica é um trabalho árduo e minucioso. Por isso, neste momento, listaremos algumas das melhores residências de Clínica Médica com base na expertise dos especialistas e critérios objetivos.

Hospital das Clínicas da USP

O Hospital das Clínicas da USP é reconhecidamente um dos melhores locais para residência em Clínica Médica. O hospital foi inaugurado em 1931 e conta atualmente com diversos institutos, como o famoso Instituto do Coração (InCor) e o Instituto da Criança. 

A residência em Clínica Médica tem duração de 2 anos e é realizada, na maior parte do tempo, no complexo Hospital das Clínicas da FMUSP, considerado o maior complexo de saúde da América Latina. Você vai ter a oportunidade de atuar como residente no complexo hospitalar da USP, composto pelo Hospital Universitário (HU) e pelo Hospital das Clínicas da FMUSP.

Com 60 vagas (9 reservadas para o exército), segundo o edital do programa para 2020, a especialização em Clínica Médica pela USP é extremamente concorrida, tendo chegado a uma relação de 16 candidatos para cada uma dessas vagas.

Hospital de Clínicas da Unicamp

O Hospital de Clínicas da Unicamp constitui-se um dos pilares de excelência da saúde pública do Estado de São Paulo. Além de ser centro de referência nacional em serviços terciários, é também considerado um dos maiores hospitais universitários do país.

O programa de residência médica da Unicamp é um dos mais concorridos e visados do país. O residente passará por estágios em Medicina Interna, Medicina de Urgência, Especialidades Clínicas, Plantões e Unidades Básicas de Saúde. 

Com menos vagas que a anterior, no processo de residência médica para 2020 a Unicamp ofereceu somente 32 vagas ‒ das quais 5 eram vagas reservadas ‒, gerando uma relação de 21 candidatos por vaga, consideravelmente maior que a da USP e a da Unifesp

Mas o programa de residência em Clínica Médica da Unicamp vale o esforço. Durante dois anos, você vai atuar e ganhar experiência em alguns desses hospitais:

  • Hospital de Clínicas (HC) da Unicamp;
  • Hospital Estadual Sumaré (HES);
  • Centro de Diagnóstico de Doenças do Aparelho Digestivo (Gastrocentro)

Hospital das Clínicas da Unifesp

O Hospital São Paulo é o hospital universitário da Unifesp, campo de prática da famosa Escola Paulista de Medicina. O hospital é considerado um dos melhores centros formadores de médicos, já com 77 anos de atividade.

No primeiro ano da residência em Clínica Médica na Unifesp, o residente passará por enfermarias e ambulatórios, plantões em pronto-socorro, bem como estágios em UTI. Já no segundo ano, a residência se concentra mais em atividades ambulatoriais, mas também há atividades em UTI e PS’s. 

Outra universidade muito procurada fazer residência em Clínica Médica é a Unifesp, a chamada “Paulista”. Também com 2 anos de duração, a instituição chegou a disponibilizar 50 vagas no processo seletivo 2019-2020. Apesar da quantidade um pouco maior de vagas, a concorrência não é muito menor: foram 13 candidatos por vaga no mesmo processo.

Hospital das Clínicas da Unesp

Pra fechar o quarteto das universidades, claro que a gente também precisava falar da residência em Clínica Médica da Unesp.

A Unesp oferece o menor número de vagas entre as quatro, tendo ofertado 26 no processo seletivo 2019-2020. Para cada uma dessas vagas, havia cerca de 11 candidatos.

Pra quem pensa em trabalhar no interior do estado, a Unesp pode ser uma boa alternativa, pois o Hospital das Clínicas da universidade, onde os residentes vão desempenhar suas atividades práticas, proporciona exatamente esse tipo de vivência, considerando sua localização na cidade de Botucatu.

A prova de residência médica da Unesp também adota o modelo de três fases assim como a USP, a Unifesp e a Unicamp.

SUS-SP

A prova de Residência Médica do SUS-SP é a maior do Brasil e, com certeza, a que conta com mais vagas: foram oferecidas 106 no processo seletivo de 2019. No entanto, isso não significa menos concorrência, tanto é que no mesmo ano foi registrada uma relação de 19 candidatos por vaga.

Uma das diferenças mais expressivas entre o processo seletivo do SUS-SP e os de outras instituições, inclusive, é a prova, que aqui é composta por somente uma fase: um exame de múltipla escolha.

No caso do SUS-SP, os aprovados no processo seletivo podem escolher o hospital em que vão realizar a residência. São cerca de 50 instituições e algumas são bem concorridas.

Conceito da Sociedade Brasileira de Clínica Médica

A Sociedade Brasileira de Clínica Médica foi fundada em 1986. Hoje possui mais de 13 mil sócios e mais de 4 mil títulos de especialista concedidos. 

Para obtenção do título de Clínica Médica, o médico deverá ter, no mínimo, 3 anos de formado, além de diploma oficial de residência em Clínica Médica. 

A prova consiste em 80 questões de múltipla escolha, sendo essa a primeira etapa e compondo 80% da nota. A segunda etapa consiste em análise curricular, que compõe 20% da nota. 

A SBCM posicionou-se contra o aumento do tempo de residência de 2 para 3 anos. A sociedade afirma que o tempo de 2 anos é suficiente para formação completa do médico em Clínica Médica.

Em 2018, a Sociedade lançou a campanha de valorização do clínico, buscando conscientizar a sociedade e os profissionais de saúde sobre a importância do médico clínico que, quando bem formado, é capaz de resolver até 70% dos problemas de saúde de uma população. 

Conclusão sobre as melhores residências em Clínica Médica

Escolher bem a residência em Clínica médica é etapa crucial na formação do médico especialista. Isso porque a Clínica Médica é a especialidade mãe de todas as outras subespecialidades clínicas, aquela que formará a base necessária para as demais.

Os programas de residência médica aqui apresentados são apenas um recorte daqueles mais citados pelos especialistas. 

Há muitas boas residências em Clínica Médica, e o número de vagas ofertadas nos processos seletivos costumam ser altos, o que é um ponto positivo que deve ser levado em conta no momento da escolha. 

Referências

Perguntas frequentes

  1. Qual a concorrência para clínica médica na USP-SP?

Pode chegar a 16 candidatos por vaga.

2. Qual a concorrência para clínica médica na UNIFESP?

Pode chegar a 13 candidatos por vaga.

3. Qual a concorrência para clínica médica na UNICAMP?

Pode chegar a 21 candidatos por vaga.